Páginas

23 de julho de 2016

PRF lança campanha sobre risco do uso de celular ao volante


- Neste sábado (23), o Observatório Nacional de Segurança Viária (ONSV) e a Polícia Rodoviária Federal (PRF) lançaram a #DesConecta Trânsito ON Celular OFF, uma campanha de orientação sobre os riscos do uso do celular no trânsito por condutores de veículos e pedestres.

A falta de atenção foi responsável por quase 40% dos 48 mil acidentes em rodovias federais no primeiro semestre. O uso crescente do celular no Brasil tem feito com que a combinação celular e direção aumentem em mais de 400% as chances de acidentes, de acordo com pesquisas realizadas pela Universidade de Utah, nos Estados Unidos.
Segundo a pesquisa, um motorista perde, no mínimo, cerca de cinco segundos de atenção ao desviar seu olhar para ler a mensagem. Se estiver a 80 km/h terá percorrido um campo de futebol, sem ver o que está acontecendo do lado de fora.

A pesquisa constatou também, que 78% dos adolescentes e jovens dos Estados Unidos declaram já ter lido mensagens de texto ao volante e 71% afirmaram já terem escrito mensagens enquanto dirigiam.

Embora a prática seja considerada infração de natureza média e passível de multa no valor de R$ 85,13 e quatro pontos no prontuário, a PRF multou mais de 23 mil condutores por falta de atenção ou uso do celular ao volante somente no primeiro semestre de 2016.

Veja o vídeo da campanha:

A campanha
Criada pelo Observatório Nacional de Segurança Viária (ONSV) em parceria com a PRF, a campanha, que tem o apoio da Seguradora Líder-DPVAT, lembra em peças como adesivos, outdoors, vídeo e banner, a importância do tema.

Os materiais serão veiculados no site do ONSV e divulgados pela PRF em todas as bases nos 71 mil quilômetros de rodovias federais e em vários meios de comunicação.
Para alertar sobre os riscos do uso do celular ao volante, a identidade visual na campanha é inspirada no aplicativo mais utilizado: o WhatsApp. O objeto gráfico do balão de comunicação com o smartphone centralizado é sinalizado como não recomendado, ou proibido, pela faixa diagonal, assim como nas placas de trânsito.

A paleta de cores também é inspirada nas placas de trânsito: o vermelho alerta sobre o perigo do uso do smartphone no trânsito, enquanto o preto e o branco complementam a paleta. A fonte utilizada no logo e nas peças produzidas é a Arial Black, fonte comum e de fácil leitura, utilizada em diversos meios digitais, como o próprio WhatsApp.


Fonte: Imirante.com

Juliana Falcão nega retirada de pré-candidatura


Em entrevista a imprensa da capital, a assessoria de comunicação da deputada estadual Juliana Falcão (PMDB), desmentiu os boatos que estão circulando na imprensa local, sobre a retirada de sua pré-candidatura a prefeitura municipal de Parnaíba.

O fato é que o vereador André Neves (PDT) desistiu de formar a chapa de oposição, como pré-candidato a vice. No entanto o PDT continua sendo o partido a indicar o nome que poderá ser e já encaminhado o nome do vereador Gerivaldo Benício, que tem cinco mandatos como edil na Câmara Municipal de Parnaíba e uma longa lista de serviços prestados a cidade. 

Outro nome sondado pela oposição para vice de Juliana, foi o do presidente do PDT, Cazé Neves, pai do vereador André Neves e que tem uma história de tradição ligada ao comércio e ao esporte, especialmente ao Parnahyba Sport Club.


Com informações Blog do Pessoa e Jornal da Parnaíba

Jornalista morre afogado no rio Preguiças, em Barreirinhas-MA


Morreu, no fim da tarde desta sexta-feira (22), o jornalista e produtor cultural Emmanuel Nunes, de 22 anos, por afogamento no rio Preguiças, na cidade de Barreirinhas, no interior do Estado.

Emmanuel foi colunista no jornal O Estado Maranhão e trabalhava, atualmente, como produtor cultural. Segundo informações preliminares de amigos, ele estava de férias na cidade. Ainda não há mais detalhes sobre esse triste fato.
Em sua última postagem, no fim da tarde dessa quinta-feira (21), nas redes socias Emmanuel mostrou a felicidade de passear pelos Lençóis Maranhenses.

Para o amigo Janilton Silva, Emmanuel, ou simplesmente Manu, era uma pessoa que vivia sempre alegre. “Ele era a alegria em pessoa. Carismático, vivia com um sorriso no rosto, pra ele não tinha tempo ruim. Lembro-me que várias vezes fomos juntos para a parada de ônibus, como moro em São José de Ribamar ele sempre pegava em meu pé, pois o ônibus dele sempre passava antes do meu. Até agora a ficha não caiu, quando recebemos a triste notícia no grupo do WhatsApp da nossa turma foi um choque para todos nós”, disse Janilton.

De acordo com informações de amigos, o corpo do jornalista Emmanuel Nunes será velado neste sábado (23) na Igreja Presbiteriana, no bairro da Cohab, em São Luís.
A equipe do Imirante.com deseja muita força e os pêsames a toda família do jornalista Emmanuel Nunes.


Fonte: Imirante.com

Dilma, sobre o impeachment: ‘Quero acabar logo com essa agonia’


Na terça-feira passada, Michel Temer ofereceu um jantar no Palácio do Jaburu aos presidentes do Senado, Renan Calheiros, e da Câmara, Rodrigo Maia. Não havia uma pauta específica. O objetivo do presidente interino era mostrar à imprensa uma situação de harmonia entre os chefes do Executivo e do Legislativo, para contrastar com o clima beligerante no governo da presidente afastada Dilma Rousseff. Tudo correu conforme o planejado, com uma revelação inesperada. Renan Calheiros disse a Temer que a petista jogou a toalha e admitiu não ter mais chances de impedir a aprovação do impeachment no Senado. Segundo o relato do senador, Dilma desabafou nos seguintes termos: “Quero acabar logo com essa agonia”.

Calheiros é a expressão mais viva do que se pode chamar de “político de Brasília”. Isso significa que está sempre ao lado do poder. Há poucos meses, estava empenhado em desalojar Temer da poderosa presidência do PMDB e, se possível, deixá-lo distante da rampa do Palácio do Planalto. Foi um dos generais da batalha de Dilma para barrar o impeachment. Sendo um “político de Brasília”, Calheiros é um termômetro quase infalível para detectar a temperatura do poder. Se conversa em tom de confidência com Temer, por quem nunca nutriu grande simpatia, é sinal de que tem certeza de que Dilma não conseguirá recuperar o mandato.

A percepção do senador, no entanto, não é propriamente um privilégio. É difícil encontrar em Brasília, mesmo dentro do PT, alguém que acredite na volta de Dilma ao Palácio do Planalto, ainda que as pesquisas de opinião mostrem que mais de 60% do eleitorado prefere a convocação de novas eleições. A questão central é que Michel Temer, em apenas dois meses de interinidade, conseguiu plantar um clima de estabilidade na política e na economia, que favorece sua permanência no poder. Pelas contas do senador Romero Jucá (PMDB-RR), demitido do Planejamento por conspirar contra a La­va-Jato, 61 dos 81 senadores votarão a favor do impeachment. Eliseu Padilha, chefe da Casa Civil, aposta que o número pode chegar a 63 senadores, incluindo Calheiros.

É tamanha a confiança que Geddel Vieira Lima, o ministro encarregado de negociar com o Congresso, tirará nos próximos dias uma semana de férias. “A fatura está liquidada”, reza o mantra da hora no PMDB. Temer, por via das dúvidas, não descuida de usar a máquina pública para sacramentar sua vitória. De olho nas ruas, sancionou reajustes salariais para servidores públicos e anunciou a ampliação dos financiamentos da Caixa Econômica Federal para a compra de imóveis. Num aceno aos congressistas, vetou novos cortes no Orçamento da União e determinou que sejam no­mea­das imediatamente as pessoas indicadas por deputados e senadores de sua base de apoio para ocupar cargos públicos. Na quarta-feira, o ministro Geddel Vieira Lima recebeu Jovair Arantes (PTB-GO), relator da comissão do impeachment na Câmara, para sacramentar a distribuição de cargos federais em Goiás entre os parlamentares do estado.


Fonte: Veja.com

Jovem com câncer faz campanha para realizar transplante de medula



Cecília Leuzienne, de 26 anos, faz campanha para arrecadar recursos financeiros para a realização de um autotransplante de medula. A jovem viaja para Natal, no Rio Grande do Norte, na próxima quinta-feira (28) para realizar o procedimento, chance de cura de Cecília, que luta contra o Linfoma de Hodgkin, desde 2013. A doença afeta o sistema linfático e as células de imunidade.

Alguns custos da viagem, permanência e manutenção do tratamento terão auxílio do Sistema Único de Saúde (SUS) e da Rede Feminina de Combate ao Câncer do Piauí (RFCC-PI). Porém, os valores ainda são bastante altos para a família de baixa renda, que está precisando de doações.
Quando descobriu o câncer, Cecília, que é natural de Maceió (AL), mas reside em Teresina para tratamento, realizou quimioterapias, porém a doença apresentou quadro de reincidência e agora a maior esperança de cura é o autotransplante de medula. Já no segundo tratamento, desempregada e mãe de uma filha de 6 anos, Cecília terá a viagem custeada pelo programa do SUS - Tratamento Fora de Domicílio (TFD). No entanto, o tratamento após o autotransplante não tem prazo definido para encerrar e a família não sabe quando retornará ao Piauí.

Atualmente, a família da jovem não tem condições de arcar com despesas como estadia, alimentação e locomoção. “Sabemos que os custos são muito altos, contamos com a ajuda da Rede Feminina, que já auxilia muitos outros pacientes, mas precisamos contar com mais pessoas. Mesmo com os programas do SUS, existem medicamentos, suplementos e gastos diários que são pesados para quem está desempregada”, conta Cecília.

Atualmente, Cecília mora com a filha e o pai, Severiano Joaquim da Silva, em uma quitinete no centro de Teresina. Por meio de uma página no Facebook, a família e voluntárias da RFCC-PI estão realizando a campanha Ajude Cecília.

Os interessados em ajudar podem fazer doações para Agência 0638, Conta 30821-9, Operação 013, no nome de Cecília Leuzienne O. Silva.


Fonte: Portal AZ

22 de julho de 2016

Após 63 anos juntos, casal de idosos morre no mesmo dia no Sul de SC


Delinda e Fernando tiveram dez filhos (Foto: Arquivo Pessoal/Greysian Biz)
“Onde tá a mãe?”, perguntou Fernando Biz a uma das filhas logo no amanhecer da última terça (19), ao dar pela falta da mulher, Delinda, sua companheira dos últimos 63 anos na casa que dividiam em Araranguá, no Sul de Santa Catarina.

Aos 82 anos, com Alzheimer e marca-passo, Fernando foi poupado de saber que a mulher havia sido internada na noite anterior, após sentir dores no peito. “A mãe foi tomar umas vitaminas, pode dormir descansado, que daqui a pouco ela tá boa”, disseram. Fernando tomou café, pediu uma blusa e voltou para a cama.

Pouco depois das 7h, a filha foi até o quarto levar os remédios, mas Fernando já não vivia mais. Seis horas mais tarde, chegava do hospital a notícia: Delinda Biz, 86 anos, também havia morrido.

Um não soube do outro
Já com a saúde debilitada, os dois há alguns anos viviam sob os cuidados de uma filha. A notícia da morte do casal, no mesmo dia, sem que um soubesse do outro, foi um baque para a família – são dez filhos, 23 netos, 17 bisnetos e uma tataraneta. Mesmo para quem já havia presenciado a avó dizer, mais de uma vez, que eles iriam “embora juntos”.
Ela [Delinda] dizia: ‘nós estamos bons agora, mas vamos embora juntinhos"
Greysian Biz, neta

“Nos últimos meses a gente chegava e dizia: mas que ‘nona’ forte! E ela dizia: ‘nós estamos bons agora, mas vamos embora juntinhos”, conta uma das netas do casal, a gerente de franquias Greysian Biz, de 37 anos. “Ela era muito sensata, sensitiva, via as coisas de longe.”

Festa da igreja
Rose Biz, filha do casal, conta que eles se conheceram na roça, em uma festa da igreja que frequentavam. “O pai casou com 19 anos. Era um homem de antigamente, como se diz, um pouco fechado e sisudo. Aprendeu a ser assim. Mas era carinhoso e amável”, recorda.

De dona Delinda, Rose diz ter ficado com o exemplo da humildade e do amor. “Ela não suportava ver ninguém na família de cara virada. Sempre muito positiva, podia sentir a mais forte dor e não reclamava”, conta.

“Sempre faziam tudo juntos, se a nona saía de perto ele já perguntava onde ela estava, era um cuidado muito grande”, lembra a neta.

O casal, com a nets Greysian (Foto: Arquivo Pessoal/Greysian Biz)Para a Greysian, a perda repentina dos dois avós foi triste, mas a família se apoia agora nas lembranças. “A gente não vai ter o nono pra jogar partidas dominó e canastra, que ele gostava, sentadinho com as mãos na cadeira, mexendo os dedos pra frente pra trás. A gente chegava a qualquer hora na casa deles e tinha pão com doce de leite que ela fazia, bolo de chuva, cuca. Ninguém vai fazer igual”, diz Greysian.

Não esqueceu da nona
Nos últimos tempos, mesmo com os problemas de saúde, conta a neta, o agricultor aposentado e a dona de casa ainda mantinham o carinho que os uniu durante tanto tempo. Às vezes, a neta chegava e ele demorava um tempo para reconhecer seu nome e seu rosto. “Mas a minha nona em momento algum ele esqueceu. Ele podia esquecer de qualquer pessoa, menos dela."

O casal foi velado na mesma capela. “Apesar de tudo, estamos todos muito tranquilos por terem feito a passagem juntos.”


Fonte: G1

Olímpio Segurança Eletrônica

Suporte técnico especializado 
Câmeras de Segurança
 Alarmes
 Motores para portão
Cercas elétricas
Olímpio Segurança Eletrônica
Fone: 3323-5698
Celulares: 99421-2884 ou 99939-4476
E-mail: olimpiosegurancaeletronica@hotmail.com
Rua Anhaguera, nº 4520, bairro Piauí.
Parnaíba-PI

Quer emagrecer? Pense no almoço na hora do café da manhã


Planejar o almoço logo após o café da manhã pode ser o segredo para emagrecer. De acordo com um estudo publicado recentemente no periódico científico Journal of Marketing Research, quem traça o plano de refeição com horas de antecedência costuma fazer escolhas mais saudáveis e consumir menos calorias.

Pesquisadores da Universidade da Pensilvânia, nos Estados Unidos, conduziram três estudos com cerca de 900 pessoas no total – 700 trabalhadores de escritório e 200 estudantes universitários -, para analisar a relação entre o tempo de espera, a escolha do cardápio e a quantidade de calorias ingerida na refeição. Todos os participantes costumavam almoçar todos os dias na mesma lanchonete, localizada no trabalho ou na universidade.

Após analisar mais de 1.000 pedidos e o tempo de espera entre o pedido e a refeição – que podia variar entre cinco horas ou mais a nenhuma espera -, os cientistas concluíram que para cada hora entre o pedido e a refeição, havia uma redução de 38 calorias no almoço dos participantes. Ou seja, se você decidir no café da manhã (às 7h00) o que irá comer no almoço (às 12h00), é provável que você tenha uma refeição 240 calorias “mais magra”.

Os resultados mostraram também que quando as pessoas pediam o almoço em cima da hora, ou seja, quando já estavam com fome, a quantidade de calorias da refeição tendia a ser maior. Por outro lado, aqueles que planejavam seu almoço com antecedência tendiam a escolher opções não só menos calóricas, como também mais saudáveis. No entanto, essa não é uma escolha consciente. Quando questionados sobre seu pedido, os participantes disseram ter feito as mesmas escolhas de refeição independente de terem decidido o que iam comer com horas de antecedência ou no último minuto.

Para os autores, essa revelação pode ter implicações significativas para a redução da obesidade e do sobrepeso. Para isso, eles recomendam que os restaurantes permitam que os clientes possam encomendar suas refeições com horas de antecedência por meio de aplicativos e, melhor ainda, aconselham que as pessoas prepararem suas refeições em casa e levem marmita.

“Nossos resultados mostram que encomendar refeições quando você já está com fome e pronto para comer leva a um aumento geral no número de calorias daquela refeição. Mas, ao fazer o pedido com antecedência, a probabilidade de fazer escolhas erradas é drasticamente reduzida. Restaurantes e outros fornecedores de alimentos podem gerar benefícios de saúde para os seus clientes se oferecerem a possibilidade de fazerem encomendas antecipadas.”, disse Eric VanEpps, principal autor do estudo.


Fonte: Veja.com

Clínica Viver - Agora com muito mais pra você


21 de julho de 2016

Marqueteiro de Dilma admite que recebeu US$ 4,5 mi de caixa 2


Monica Moura e João Santana foram encaminhados ao IML de Curitiba para passarem por exame de corpo de delito
O marqueteiro João Santana e sua mulher e sócia, Mônica Moura, foram interrogados na tarde desta quinta-feira na ação penal em que são acusados de recebimento de propinas do esquema montado na Petrobras, e confessaram que, ao serem presos em fevereiro pela Polícia Federal, mentiram no inquérito. Ao juiz federal Sergio Moro, o casal esclareceu que 4,5 milhões de dólares recebidos por meio do doleiro e operador de propinas Zwi Skornicki era dinheiro da campanha eleitoral de Dilma Rousseff, em 2010.

Segundo Mônica, os valores recebidos por meio do operador eram relativos a “dívidas da campanha presidencial de 2010 (Dilma) e Zwi lhe foi indicado pelo então tesoureiro do PT, João Vaccari Neto”. Ela negou, contudo, que soubesse que o dinheiro tinha origem em propinas do esquema Petrobras. Afirmou que está disposta a colaborar com a Justiça, mas só o fará com “acordo assinado”.

Mônica não quis responder sobre os depósitos e pagamentos da Odebrecht que fazem parte de outra ação penal – referente ao Setor de Operações Estruturadas da empreiteira, conhecido como “Divisão de Propinas”. “Excelência, sobre isso prefiro falar no outro processo. Como eu disse estou disposta a falar, a colaborar com a Justiça, inclusive mediante acordo com a Justiça. Pretendo falar tudo sobre isso, não quero me furtar a falar nada, nenhuma informação, mas no outro processo.”

Mônica Moura foi categórica ao dizer na audiência que o caixa dois é uma prática corriqueira nas campanhas eleitorais. “Caixa dois nunca deixou de haver.” Ao final da audiência, desabafou. “Nunca soubemos de Mensalão, de propinas na Petrobras. Somos publicitários, nunca recebi propina, sempre recebi pelo meu trabalho. Não sou agente público, não sou política, não sou empreiteira. Sempre trabalhei para partidos políticos, fazendo campanha.”



Fonte: Veja.com

Pesquisa BrVox/Cocal:Rubens Vieira tem 47% contra 12,86% de Gilson da Serraria

Acompanhando uma pré-campanha polarizada entre dois grupos políticos, os eleitores da cidade de Cocal - localizada a 289 km ao Norte de Teresina - foram consultados pelo Instituto BrVox sobre a disputa para prefeito e a avaliação da gestão municipal do prefeito Rubens Vieira (PSDB).
Pré-candidato à reeleição, o tucano foi apontado na pesquisa estimulada como intenção de voto de 47,5% dos entrevistados. É uma larga vantagem diante do segundo colocado na pesquisa, o pré-candidato da oposição Gilson da Serraria (PMDB). O ex-vereador obteve apenas 12,86%, percentual menor do que o de indecisos, que atingiu 34,29%.

Os que responderam Nenhum/Nulo/Branco somam 5,36%.
Gilson é, até agora, o único nome da oposição em Cocal que assumiu a pré-campanha. E ele mesmo, em entrevista à imprensa local, garantiu que novos nomes não devem ser apresentados.

De bem com o eleitorado
Questionados se o prefeito Rubens Vieira deve ser reeleito,75,36% dos entrevistados respondeu que sim. Apenas 12,14% disse que não. Os restante 12,5% se mostraram indecisos.

Rejeição mínima
Dez pontos percentuais separam os dois pré-candidatos em Cocal nos números da rejeição. 12,5% responderam que não votariam de jeito nenhum em Gilson da Serraria. Já a rejeição de Rubens Vieira somou apenas 2,86%.

Neste levantamento 65% dos entrevistados se mostrou indeciso. 19,64% respondeu Nenhum/Nulo/Branco.
De bem com o eleitorado - Parte 2
O BrVox também questionou os eleitores de Cocal sobre a avaliação que eles fazem entre os últimos prefeitos do município. Rubens foi apontado como "o que mais trabalhou" por 54,64%. Já Anastácio França foi o melhor na opinião de 19,29%. O terceiro melhor colocado foi Zé Maria Monção, com 10,71%. Chico Antônio obteve 0,71%. Ferandinho não pontuou. Indecisos são 11,43% e os que responderam Nenhum/Nulo/Branco, 3,21%.
Alto índice de aprovação
Na pesquisa BrVox, o prefeito Rubens Vieira chegou ao nível de aprovação de 92,86% dos entrevistados. Apenas 4,29% responderam que não aprovam a forma de administrar do peessedebista. Os indecisos, neste questionamento, somaram apenas 2,86%.
Ficha técnica
A pesquisa foi realizada em Cocal entre os dias 19 e 20 de julho, com eleitores de 16 ou mais anos de idade. Ao todo foram ouvidos 280 eleitores.

A Pesquisa BrVox em Parnaíba está registrada junto ao Tribunal Superior Eleitoral (TSE) com o número PI-03164/2016.

O nível de confiança é de 94,14%, e a margem de erro é de 5,86%.


Fonte: 180 Graus

Marília Mendonça cancela show e fãs incendeiam bilheteria no interior do PI



Uma noite esperada para os fãs da cantora Marília Mendonça terminou em tumulto e incêndio em uma casa de show em Floriano, no Sul do Piauí (veja vídeo acima). O show da cantora estava marcado para as 2h desta quinta-feira (21) na cidade, mas o público só soube que a artista não subiria ao palco na hora da festa, causando revolta a ponto da Polícia Militar ser acionada. Segundo a produção do evento, mais de três mil pessoas pagaram ingresso.

Bilheteria da casa de show foi incendiada durante confusão (Foto: Divulgação/PM)De acordo com o comandante do 3º Batalhão da Polícia Militar, tenente-coronel Rubens Lopes, fãs relataram que o comunicado foi feito pelo produtor do evento, quando a banda de abertura ainda estava tocando. O público revoltado começou a jogar garrafas de bebidas e cadeiras em direção ao palco, depois incendiaram a bilheteria da casa de show.

"O produtor do evento contou que a cantora estava no hotel doente e sendo submetida a exames médicos. O show dela era bastante esperando na cidade e o público não gostou da notícia do cancelamento, o que iniciou com um tumulto, depois gerou um quebra-quebra do local e até incêndio na bilheteria", relatou o comandante.

Com a confusão, a Polícia Militar foi acionada e tentou conter o público. Conforme o tenente-coronel Rubens Lopes, muitas pessoas tiveram que ser retiradas sob proteção policial. Apesar do tumulto, ninguém ficou ferido ou foi preso.

Fãs registraram boletim de ocorrência na Central de Flagrantes (Foto: Divulgação/PM)"O problema só não foi maior porque o público não teve acesso ao palco, onde tinha vários seguranças particulares, e a Polícia Militar estava próximo ao local do evento. As pessoas estavam bastantes chateadas e queriam o dinheiro do ingresso de volta, por isso orientei que todos registrassem boletim de ocorrência na Central de Flagrantes e denunciasse o caso ao Procon", comentou Rubens Lopes, acrescentando que a PM não foi oficializada pela produção do evento para reforçar a segurança.

Ao G1, o produtor do evento Reinaldo Raimundo afirmou que a cantora Marília Mendonça adoeceu após um choque térmico na viagem entre Guarulhos e Teresina. Segundo ele, a artista chegou no hotel em Floriano por volta das 18h45, dando febre e com suspeita de pneumonia.

"A produção da cantora só nos informou que ela estava doente por volta de 1h desta quinta-feira, horário previsto para a artista subir no palco. Depois disso enviamos uma equipe médica até o hotel e decidimos avisar o público do cancelamento do show. Eram mais de três mil pessoas na plateia e elas não recebem muito bem a notícia, começaram a gritar e jogar objetos no palco", disse Reinaldo Raimundo.

O produtor contou ainda da tentativa de devolver o dinheiro dos ingressos, mas um grupo incendiou a bilheteria. Devido ao problema, Reinaldo Raimundo informou ter acordado com a produção da cantora um novo show na cidade, desta vez aberto ao público, já que não há como saber quem pagou pelo evento.

O G1 tentou contato com a assessoria da cantora Marília Mendonça, mas as ligações não foram atendidas. O produtor do evento informou que a artista foi internada em Teresina. No seu perfil no Instagram, a artista fez uma postagem sobre o fato e mencionou a suspeita de pneumonia.
Marília Mendonça se pronuncia em postagem na internet (Foto: Reprodução/Instagram)
"Eu tenho medo do que escolhi fazer. Acabei de acordar pra pegar estrada pra Teresina e fazer uma bateria de exames para se Deus quiser ter a confirmação de que não é pneumonia...Hoje, eu pegaria cada centavo que já ganhei com tudo ISSO que pra algumas pessoas deve ser muito fácil dizer, e pagaria o dano de vocês...O dano que ainda nem foi publicado que irá ser reparado, pq se não for pela empresa, eu mesmo ASSUMO pra não ter que ler pessoas que compraram o ingresso do meu show...desejando a minha morte", disse na postagem.

Além de Floriano, a cantora também tem show agendado para a cidade de Luís Correia, no Litoral, nesta sexta-feira (22). No entanto, o G1 não conseguiu informação com a produção da cantora se a agenda será mantida.


Fonte: G1 / PI

20 de julho de 2016

Homem é preso acusado de estupro, em Araioses


Homem é suspeito também de estuprar outra criança de 12 anos.
Um homem identificado como Antônio Maria da Silva, também conhecido como Tonhão, foi preso, nesta quarta-feira (20), pelo crime de estupro majorado pela menor idade da vítima após violentar sexualmente a própria sobrinha, de 14 anos, no município de Araioses.

Segundo informações da Polícia Civil, o homem atacou a adolescente durante a madrugada, enquanto a jovem dormia. Ao amanhecer, a avó da menina e mãe de Antônio da Silva, compareceu à Delegacia de Polícia Civil denunciando o crime. O homem foi capturado e autuado em flagrante.

Ainda segundo a Polícia, foram acionados o Conselho Tutelar e o psicólogo do Centro de Referência Especializado de Assistência Social (Creas) para fazer o acompanhamento e evitar a revitimização da adolescente.

Durante as investigações, o suspeito confessou a autoria do crime. Os policiais investigam ainda a possível autoria de outro abuso, praticado contra outra sobrinha de Antônio da Silva de apenas 12 anos de idade, no ano passado.


Fonte: Imirante.com

A caminho da delação, Duque é transferido para carceragem da PF

Renato Duque depõe na CPI da Petrobras - 19/03/2015
Preso no Complexo Médico de Pinhais desde julho de 2015, o ex-diretor de Serviços da Petrobras Renato Duque foi transferido na manhã desta quarta-feira para a carceragem da Superintendência da Polícia Federal em Curitiba. Investigadores da Operação Lava Jato revelaram a VEJA que a transferência é o primeiro passo para que o ex-diretor, que voltou a pleitear um acordo de delação premiada, passe a organizar os fatos que poderá delatar em futuros depoimentos.

Investigado por operar propinas bilionárias do petrolão para o caixa do PT, Renato Duque já foi condenado pelo juiz Sergio Moro em três processos. As penas, somadas, ultrapassam os 60 anos de prisão pelos crimes de corrupção passiva, organização criminosa e lavagem de dinheiro. Duque já havia tentado negociar um acordo de delação premiada, mas os fatos que o ex-diretor da Petrobras apresentou em sua primeira tentativa de acordo foram considerados insuficientes pelos procuradores da Lava Jato.

Duque responde a vários processos na Lava Jato. Todos estão suspensos pelo juiz Sergio Moro até que a nova rodada de negociações com os procuradores tenha desfecho. Oficialmente, os motivos da transferência de Duque são mantidos em sigilo. “Os motivos da transferência são sigilosos. Não podemos nos manifestar a respeito disso”, diz o advogado Adriano Bretas, responsável pela defesa de Duque.


Fonte: Veja.com

TSE divulga limite de gastos para campanhas em todo o país



Candidatos a prefeito de São Paulo poderão gastar até R$ 45,4 milhões no primeiro turno da disputa e R$ 13,6 milhões em um eventual segundo turno. Já os candidatos a vereador de Manaus (AM) poderão desembolsar até R$ 26,8 milhões na campanha.

Os valores foram divulgados pelo Tribunal Superior Eleitoral nesta quarta-feira (20) e são os maiores entre os 5.570 municípios do país.

O valor máximo para as campanhas ao Executivo nas cidades pequenas é de R$ 108 mil; para o Legislativo, R$ 10,8 mil. São 3.794 municípios do país (ou seja, 68% do total) que têm esse teto para os dois cargos.

As tabelas com os limites de gastos foram publicadas no Diário de Justiça Eletrônico do TSE e podem ser acessadas no site. Veja todos os valores.

O TSE atualizou os valores de acordo com a variação do Índice Nacional de Preços ao Consumidor, do IBGE.

O índice de atualização dos limites máximos de gastos foi de 33,8%, o que corresponde ao INPC acumulado de outubro de 2012 a junho de 2016.

Para os municípios de até 10 mil eleitores e com valores fixos de gastos de R$ 100 mil para prefeito e R$ 10 mil para vereador, o índice de atualização aplicado foi de 8%, que corresponde ao INPC acumulado de outubro de 2015 a junho de 2016, já que esses valores fixos foram criados com a promulgação da lei nº 13.165, de 2015.

Contratação de pessoal
As tabelas também mostram que o maior número de contratações poderá ser feito pelos candidatos da cidade de São Paulo. Para o cargo de prefeito, poderão ser realizadas até 97.719 contratações. Já para o cargo de vereador, o número máximo será de 27.361.

Isso porque a reforma eleitoral feita em 2015 também estipula limites para a contratação direta ou terceirizada de pessoal para prestar serviços referentes a atividades de militância e mobilização nas ruas durante a campanha.

Os candidatos da cidade de Serra da Saudade (MG) e Araguainha (MT), as menores do país, com 959 e 954 eleitores, respectivamente, poderão contratar até dez pessoas para as campanhas ao cargo de prefeito e até cinco para as de vereador.

AS 10 CIDADES COM O MAIOR TETO PARA A DISPUTA PARA PREFEITO
São Paulo (SP) - R$ 45,4 milhões
Belo Horizonte (MG) - R$ 26,6 milhões
Rio de Janeiro (RJ) - R$ 19,8 milhões
Salvador (BA) - R$ 14,6 milhões
Fortaleza (CE) - R$ 12,4 milhões
Curitiba (PR) - R$ 9,5 milhões
Cuiabá (MT) - R$ 9 milhões
Manaus (AM) - R$ 8,9 milhões
Campo Grande (MS) - R$ 6,6 milhões
Recife (PE) - R$ 6,6 milhões


Fonte: G1