Páginas

19 de novembro de 2017

Mãe de menino que desmaiou de fome no DF fala sobre dificuldade de 'ser mãe e pai'



A mãe do menino de 8 anos, que desmaiou de fome em uma escola pública do DF na última semana, falou pela primeira vez sobre o caso, neste sábado (18). Leidiane Amorim tem 29 anos, cuida de 6 filhos, e está desempregada. Um outro filho da ex-catadora mora com a avó, no Ceará.

"Eu sou o pai e a mãe deles. Sou tudo ao mesmo tempo."

Leidiane vivia com a família em um barraco em uma área invadida no Noroeste, região nobre do Plano Piloto, em Brasília. Como estava perto do centro da capital, ela trabalhava como catadora de lixo reciclável. Há um ano foi contemplada com um apartamento do programa Minha Casa Minha Vida no Paranoá Parque e se mudou para o condomínio, a 28 km da área central.

No condomínio, moram cerca de 6 mil famílias, mas não há escola. Por conta disso, os filhos de Leidiane, assim como outras 250 crianças – todas de famílias de baixa renda – estudam no Cruzeiro, que fica a 30 km de distância. Também não há emprego na região, dizem os moradores que receberam as chaves do programa habitacional.

Leidiane recebe R$ 946 de programas assistenciais. Ela explica que não consegue pagar todas as contas e ainda comprar roupas e comida para os seis filhos com idades entre 2 e 13 anos. "São R$ 138 de água e condomínio, R$ 80 da parcela [do apartamento], a energia vem um absurdo, vem R$ 70 ou R$ 80".

A filha mais velha, de 13 anos, diz que é comum que ela e os irmãos vão para a escola com fome.

"A barriga da gente fica doendo de tanta fome . A gente fala pra professora, mas ela não tem como resolver."
Irmãos de menino que desmaiou de fome em escola no DF dizem que muitas vezes não tem comida para o almoço (Foto: TV Globo/Reprodução)
Nesta semana, depois da repercussão do desmaio de um dos filhos de Leidiane, a escola e voluntários doaram alimentos para a família. Neste sábado (18), o governador Rodrigo Rollemberg disse que o problema é pontual da família, e não da escola.

Mesmo assim, o GDF diz que vai entregar uma cesta básica e mais um auxílio vulnerabilidade de seis parcelas de R$ 408 para Leidiane. Uma equipe de nutricionistas também foi à escola, e a Secretaria de Educação estuda mudanças no cardápio dos alunos que moram longe do colégio.

Especialista questiona
Para o especialista em educação Afonso Galvão, o caso do menino revela um problema sistêmico. "É uma dívida que é reflexo de nossa situação de desigualdade extrema. Eu acho que essa situação tem que ser resolvida de um modo mais competente. Não é com soluções medíocres, não é com soluções, desculpe a expressão, 'meia boca', que se vai resolver isso", afirma.

"O governo não pode ajudar essas pessoas que estão desassistidas, que estão em situação de extrema pobreza, pela metade."

De acordo com Galvão, o governo não deveria, por exemplo, oferecer uma condição de moradia onde o contemplado tem que pagar uma prestação que muitas vezes não consegue. "Para manter a casa ele vai tirar dinheiro de um aspecto fundamental, que é a própria alimentação das crianças e adolescentes".

Ele também contesta o entendimento do GDF de que a fome não é um problema da escola. Segundo Galvão, "a escola é um epicentro de proteção à criança e ao adolescente, e todas as políticas, as educacionais e sociais também, elas devem ter como centro de desenvolvimento o espaço escolar."

"É na escola que se observa se a criança está com um comportamento estranho, se a criança está mal nutrida, se a criança está com qualquer tipo de problema ."

Para o especialista, políticas sociais devem ser desenvolvidas a partir da escola. "O espaço escolar deve ser um lugar onde as crianças sejam devidamente protegidas e tenham um ambiente acolhedor capaz de fazer com que a sua capacidade cognitiva seja otimizada", explica.

Galvão diz ainda que acredita que o caso do filho de Leidiane seja uma exceção, mas chama o episódio de "uma metáfora da crise do sistema educacional".

"Ao que parece, é uma escola que recolhe as crianças às 11h para uma aula que começa às 13h30. Evidentemente, não há condições de almoçar direito [...] e eles vão ter merenda só mais tarde. Com isso, lógico, ela vai ficar prejudicada em sua capacidade de aprender e prejudicada também em sua própria capacidade de condição humana, de desenvolvimento humano."


Fonte: G1

Festa de aniversário dos 22 anos de Caxingó terá Forró Relembrar e Canários do Reino

O prefeito de Caxingó Washington Luiz (PMDB) esteve reunido nesta sexta-feira, dia 17, com membros da equipe organizadora que irá preparar a grande festa em homenagem aos 22 anos de emancipação política do município. No encontro ficou decidido que a programação acontecerá nos dias 26 e 27 de dezembro.
Dentre as atividades que farão parte da programação estão, inaugurações, eventos esportivos e culturais, além do grande show em praça pública que contará com a animação das bandas Forró Relembrar e Canários do Reino.
Os interessados em participar de atividades como, ciclismo, maratona masculina e feminina, corrida de jegues, dentre outras, deverão se dirigir até o Departamento de Turismo do Município, a partir desta segunda-feira, dia 20. Lembrando que as inscrições serão somente para atletas de Caxingó.


Imagens: Caxingó Notícias e Divulgação

18 de novembro de 2017

Zé Filho cede Estádio do Verdinho para jogos do Parnahyba em 2018


O Parnahyba terá uma nova casa para a temporada 2018, o fato é que o Presidente da Federação das Indústrias do Piauí (FIEPI), Zé Filho, cedeu o Estádio Verdinho para o clube realizar seus jogos. Na manhã deste sábado (18/11), dirigentes do Parnahyba estiveram no local para conhecer os investimentos idealizados recentemente no espaço. 
Zé Filho atende ao pedido da diretoria, mas também dos torcedores parnaibanos. O Verdinho recebeu um alto investimento, no campo, por exemplo, um gramado de altíssima qualidade foi aplicado, o mesmo que é utilizada em grandes estádios do país. O campo deve está pronto para uso no inicio de janeiro, ocasião que o Parnahyba participa de amistosos e inicia sua participação no campeonato piauiense 2018.
“O ex-governador Zé Filho foi muito receptivo e se mostrou bastante comprometido com o Parnahyba. Ele cedeu o Verdinho para que pudéssemos realizar aqui os nossos jogos. Temos um gramado de qualidade que deverá passar por reparos e adequações para que em janeiro esteja totalmente pronto. Ainda estamos viabilizando outras parcerias e certamente quem ganha é o Parnahyba e a torcida. Mas de antemão aqui já fica o agradecimento meu e de toda a diretoria do clube” disse Batista Filho.
Segundo Zé Filho, a inauguração do espaço deve acontecer em janeiro com um grande amistoso entre o time do Paranhyba e outro clube de renome no nordeste. O ex-governador mantém diálogo com dirigentes do clube e outras parcerias e apoios podem surgir. O Secretário de Governo de Parnaíba Carlos Eduardo, representou Zé Filho e apresentou aos dirigentes azulinos as dependências do Centro Esportivo Dirceu Arco Verde (Verdinho).


Fonte: Sim Notícias

ESPORTE

17 de novembro de 2017

Governo federal vai suspender a abertura de novos cursos de medicina, diz MEC

Estudantes de Passos durante primeira aula no curso de medicina (Foto: Reprodução/EPTV/Arquivo)
O governo federal vai suspender a abertura de novos cursos de medicina pelos próximos cinco anos, por meio de uma moratória, segundo informações do Ministério da Educação (MEC). O decreto já foi elaborado pelo MEC, mas ainda precisa ser assinado pelo presidente Michel Temer para entrar em vigor.

Os dois editais em andamentos, lançados ainda na gestão anterior, para a criação de novos cursos terão continuidade. Um deles previa a criação de 36 cursos com 2.305 vagas em municípios do Sul e Sudeste. Destes, 11 cursos com 710 vagas foram implementados até agosto do ano passado. Os 25 cursos restantes ainda terão as vagas abertas.

A medida seria um reivindicação da classe médica que está preocupada com a qualidade de ensino nas faculdades de medicina. A medida vai na direção contrária a de gestões anteriores do MEC, que investiram na expansão dos cursos para suprir déficits na distribuição dos profissionais pelo país: o número de habitantes por médico no Norte é quase três vezes o do Sudeste.

Em nota, o MEC disse que tomou dados para a decisão. "O MEC levou em conta os dados da Organização Mundial de Sáude (OMS), que apontam que o Brasil já atingiu as metas de alunos/vagas estabelecidas, de cerca de 11.000 por ano", informa o ministério.

A pasta diz que a medida foi uma proposta do ministro Mendonça Filho ao presidente Michel Temer. "A medida visa a sustentabilidade da política de formação médica no Brasil, preservando a qualidade do ensino, já que o Brasil é referência na formação médica."

Mais médicos: expansão
A expansão dos cursos de medicina estava prevista desde 2014 e fazia parte do programa Mais Médicos. À época, os dados oficiais apontavam que o país tinha 21.674 vagas de medicina. Sob a gestão do ministro da Educação, Henrique Paim, o governo federal estabeleceu como meta de criar 11,5 mil novas vagas em cursos de medicina.

Em uma primeira etapa da expansão, 36 cidades atenderam aos critérios do MEC e foram contempladas com a autorização para abrir os cursos. As cidades escolhidas tinham 70 mil habitantes ou mais e não ofereciam a formação médica.
Novas vagas de graduação em medicina
Edital questionado pelo TCU
Publicado em dezembro de 2014, o edital que previa a seleção das instituições para criação das novas vagas de medicina, foi suspenso em outubro de 2015 pelo Tribunal de Contas da União.

Na ocasião, a ministra Ana Arraes destacou em seu despacho que no edital do MEC não havia "delimitação clara dos critérios de habilitação, principalmente quanto à capacidade econômico-financeira" das mantenedoras. Somente em julho do ano passado, o TCU determinou a liberação do edital.

Em setembro do ano passado, o secretário de regulação e supervisor da educação superior do MEC, Maurício Costa Romão, disse, em entrevista ao G1, que para ter a proposta contemplada, a instituição tinha de cumprir três requisitos: ter bons indicadores de qualidade, robutez financeira e projeto pedagógico para a formação médica. "As propostas que não foram habilitadas não cumpriram um ou mais critérios", afirmou.

Novos cursos com bolsas
O projeto de expansão prevê que dez por cento das vagas devem ser concedidas com bolsas voltadas para estudantes de baixa renda. O objetivo da abertura de novos cursos é garantir atendimento a municípios considerados prioritários pelo governo. Todas as cidades têm pelo menos 70 mil habitantes e não ofereciam a formação médica, segundo o governo.
Confira a quantidade de habitantes por médico em cada estado brasileiro. Os dados dos médicos se referem às inscrições principais de cada profissional no Conselho Federal de Medicina. Segundo o CFM, é possível que um médico esteja registrado em mais de um estado (com uma inscrição secundária, desconsiderada na conta acima) (Foto: Editoria de Arte/G1)

Fonte: G1

Município de Caxingó receberá recursos através do programa de abastecimento de água para zona rural

A Fundação Nacional de Saúde (Funasa) divulgou o resultado da seleção de propostas para o Programa de Melhorias Sanitárias Domiciliares (MSD), que prevê financiamento em ações de saneamento nos municípios brasileiros, do Programa de Sistemas de Abastecimento de Água e também do Programa de Melhorias Habitacionais. O Piauí foi um dos Estados com maior contemplação de projetos, sendo selecionadas ações em 88 cidades.
O prefeito Washington Luiz, esteve reunido com o Secretário do Ministério das Cidades, Henrique Pires e com o superintendente estadual da Funasa, Gilberto Pereira, que informaram pessoalmente ao Prefeito que Caxingó estava incluído entre os 88 municípios contemplados. 
O indicativo contou com a articulação do secretário de Saneamento Ambiental do Ministério da Cidades, Henrique Pires, que alertou os municípios selecionados para a necessidade de anexar os documentos técnicos no Siconv (Portal de Convênios da União) até o final da semana para que garantam os repasses.
“Esse programa é muito importante aos municípios, ele prevê intervenções que têm como objetivo o atendimento das necessidades básicas de saneamento das famílias, por meio de instalações hidrossanitárias mínimas, relacionadas ao uso da água, à higiene e ao destino adequado dos esgotos domiciliares”, afirmou Henrique Pires.
A dotação de recursos varia de município para município, dependendo da magnitude do projeto e da disponibilidade orçamentária. Com o programa, a expectativa é contemplar as famílias com condições dignas de saneamento; o indicativo abrange o esforço do presidente Michel Temer em dar celeridade aos avanços já alcançados no setor, viabilizando melhorias tanto às comunidades interioranas quanto aquelas das regiões metropolitanas.
O resultado da seleção foi celebrado em reunião do secretário Henrique Pires com o coordenador da bancada do Piauí, o deputado federal Átila Lira (PSB) e o superintendente da Funasa no Piauí, Gilberto Pereira. “Com certeza esses planos demandam recursos através de convênios com a Funasa que deverão ser executados em 2018”, frisou o superintendente.
Sistemas de abastecimento
Além da portaria relacionada ao MSD, a Funasa também divulgou o resultado das propostas elegíveis do Programa de Sistemas de Abastecimento de Água (SAA), no qual ações em 15 municípios do Piauí foram selecionadas. Através do programa, áreas rurais e comunidades tradicionais terão apoio em obras primordiais para o atendimento pleno do abastecimento, reduzindo as perdas e melhorando a qualidade da água.
“Á coordenação da bancada é importante que levemos as demandas, mas também que incentivemos os prefeitos a apresentarem as propostas e este tem sido um trabalho em parceria que estamos fazendo”, afirma o deputado Átila Lira.
As notícias positivas ainda se estendem pela aprovação de projetos do Programa de Melhorias Habitacionais para o Controle das Doenças de Chagas. Ao todo, intervenções em sete municípios piauienses foram selecionadas.
“O programa fomenta a execução da restauração ou reconstrução de unidades habitacionais, dando o suporte para que as melhorias necessárias sejam feitas nestas casas”, indicou Henrique Pires, que também já comandou a Funasa.
Diante dos bons resultados para o Piauí nos editais de seleção, Henrique Pires aponta para a preocupação do presidente Michel Temer em acelerar o desenvolvimento do Brasil, elevando as condições sociais da população. Segundo ele, o Estado vem tendo uma atenção especial do líder do Executivo Federal.
Prefeitos têm até o dia 17 para finalizar o processo
Em meio a divulgação do resultado no último dia 10 de novembro, o alerta agora é para que os prefeitos cumpram com as exigências indicadas e alimentem o sistema de convênios da União com a documentação necessária para garantir o financiamento. Os documentos técnicos exigidos atendem a todo o protocolo de transparência disposto pela União na concessão de recursos públicos.
“A Funasa publicou no último dia 10 as portarias relacionadas ao MSD, MHCDC e os Sistemas de Abastecimento de Água, são portarias que têm um prazo que os prefeitos devem cadastrar no Sincov, são sete dias úteis a partir da data da publicação, então eles têm até o dia 17 para realizar esse processo para que não percam essa oportunidade”, informou o superintendente estadual da Funasa, Gilberto Pereira.

Via Caxingó Noticia

CHARGE DO DIA

Charge 17.11
Fonte: DN

Caxingó implantará o Plano Municipal de Saneamento Básico no município

O prefeito municipal de Caxingó, Washington Luiz (PMDB) participou no último dia 08/11 de uma importante reunião que contou com a presença da equipe técnica de acompanhamento para a elaboração do Plano Municipal de Saneamento Básico que será implantado na cidade. Na ocasião, o prefeito e os comitês de coordenação assinaram o parecer de aprovação do Plano, para que seja apresentado na Conferência Municipal que será realizada em dezembro deste ano.
O Plano de Saneamento Básico é o instrumento que vai definir a condução de todas as ações relacionadas ao saneamento básico no âmbito municipal, definindo prioridades de investimentos, objetivos e metas a serem alcançadas nas áreas de abastecimento de água, esgoto sanitário, bem como drenagem e manejo de águas pluviais.
Além do prefeito Washington Luiz, vereadores, representantes de associações e comunidade participaram da reunião. O prefeito municipal lembrou que é de fundamental importância a implantação do Plano Municipal de Saneamento Básico em Caxingó, pois, através dele é que o Município conseguirá verbas para investir nesta área.

Com informações do Caxingó Notícias

16 de novembro de 2017

CHARGE DO DIA

Charge 16.11
Fonte: DN

PF USARÁ BIOMETRIA ELEITORAL PARA EMITIR PASSAPORTE

O Tribunal Superior Eleitoral (TSE) e a Polícia Federal (PF) assinaram hoje (16) um convênio para troca de informações dos bancos de dados das duas instituições. Com a medida, a PF vai utilizar o cadastro biométrico de eleitores na emissão de passaportes. 
Dessa forma, o cidadão que fez a biometria nos postos eleitorais não precisará fazer novamente a leitura das digitais ao comparecer aos postos da PF para obter o documento. Os dados também serão usados nas investigações da corporação. 
A Justiça Eleitoral já identificou 46,43% do total de eleitores brasileiros por meio da biometria, o equivalente a 68 milhões de brasileiros. A expectativa é que 100% dos eleitores sejam cadastrados pelas digitais até 2022.


Com informações da Agência Brasil

Equipes da iluminação pública recuperam luminárias quebradas por marginais durante a noite

Equipes do serviço de iluminação pública reiniciaram trabalhos de recuperação da iluminação de conjuntos habitacionais em Parnaíba. O trabalho é bastante árduo. Tão logo as equipes recebem as reclamações dos moradores, que residem em alguns destes conjuntos, elas se deslocam para a área, onde tem constatado muitas luminárias quebradas. Um dos pontos críticos desta prática, que se tornou uma constante, são os conjuntos Dom Rufino I, II, III que estão localizados no Bairro Rosa dos Ventos.
Desde o inicio deste semestre, os logradouros passaram a contar com a manutenção constante de postes e colocação de novas luminárias, mas, de acordo com relatos de moradores, as lâmpadas estão sendo quebradas logo à noite, após a substituição, fato que vem ocorrendo sobretudo onde há pontos de drogas.

Segundo informações das equipes que se encontram em campo, estes residenciais são os únicos que apresentam esse problema, tendo em vista a vulnerabilidade de jovens, que aumentou, sobretudo onde não ocorrem rondas noturnas do policiamento ostensivo.

Durante esta quinta-feira (16) equipes retornaram aos locais para anotações dos postes que estão com os problemas. Na parte da noite, outra equipe se deslocou até o Residencial Colina da Alvorada, onde há outro problema em sua estrutura de postes.

Neste final de semana, o mutirão da iluminação não tem hora para acabar, visto que haverá a conclusão de reparos em postes do Conjunto Joaz Rabelo de Souza e adjacências. A população está sendo orientada sobre como solicitar equipes de policias para as rondas ostensivas, visando inibir ações de marginais.


Fonte: PMP

Zé Filho recebe diretoria do Parnahyba e reafirma compromisso com clube

O ex-governador e Presidente da Federação das Indústrias do Piauí (FIEPI), Zé Filho, recebeu nesta quinta-feira (16/11) dirigentes do Parnahyba Sport Club para uma reunião. O presidente do clube, Batista Filho, esteve presente e apresentou o projeto para o time na temporada de 2018, citou ainda que já iniciou as contratações para a próxima temporada visando principalmente a Copa do Brasil e o Campeonato Piauiense, este que já inicia no dia 20 de janeiro.

Zé Filho ouviu atentamente as dificuldades enfrentadas pela diretoria que foi recentemente eleita e também apreciou os projetos elaborados para o próximo triênio no clube. “A gente nota a empolgação desta diretoria, sentimos que o Parnahyba está no caminho certo e certamente vamos alcançar muitas conquistas” comentou Zé Filho.
O clube tem previsão para iniciar sua pré-temporada no próximo dia 18 de dezembro, Batista Filho junto com a diretoria continuam viabilizando apoios para fortalecer o clube para as futuras competições. Zé Filho fará uma visita nos próximos dias ao Centro de Treinamento Petrônio Portela, para conhecer o CT do clube e as instalações da sede azulina. 
“Temos total interesse de colaborar com o nosso Parnahyba, já fizemos isso quando cedemos o Estádio do Verdinho, quando cedemos ônibus para as viagens do clube e vamos continuar incentivando o esporte da nossa cidade” concluiu Zé Filho.

Por Larissa Teixeira | Edição: Jornal da Parnaíba

15 de novembro de 2017

Jovens são baleados em Parnaíba; um não resiste e morre no hospital

Jovens são baleados em Parnaíba; um não resiste e morre no hospital
Os tiros foram efetuados no início da tarde desta quarta-feira (15/11) contra os jovens Jean Oliveira do Nascimento Filho e Jeferson Rocha Nascimento, ambos de 18 anos, na rua 12 de março no bairro Frei Higino, em Parnaíba no litoral do Piauí. Os dois chegaram a ser socorridos com vida para o Hospital Estadual Dirceu Arcoverde (HEDA), mas um deles não resistiu e morreu.

Segundo a Polícia Militar, os dois estavam na companhia de amigos conversando quando foram surpreendidos por dois homens em uma bicicleta que teriam efetuado cerca de seis tiros. O jovem que morreu, Jean Filho, já havia perdido um irmão há pouco tempo no mesmo local vítima de homicídio. O crime desta quarta-feira (15) aconteceu bem próximo ao hospital Colônia do Carpina.
Jeferson Nascimento foi socorrido consciente e continua internado no HEDA.  (Crédito: Kairo Amaral)
Jeferson Nascimento foi socorrido consciente e continua internado no HEDA. (Crédito: Kairo Amaral)
“Populares informam que escutaram seis tiros. Os acusados teriam chegado de bicicleta no local, chamado esses dois jovens e efetuado os disparos. Essas são as únicas informações que temos do caso. A população não nos ajuda, acho que com receio de represálias”, disse o comandante de policiamento de plantão, tenente Edvaldo Páscoa.

Duas ambulâncias do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (SAMU) foram deslocadas para o local. O jovem Jeferson Nascimento foi baleado nas costas e foi socorrido consciente para o HEDA. Já Jean Filho foi socorrido ainda com vida, mas em estado grave. Minutos depois de dar entrada no hospital ele morreu. Segundo o médico socorrista de plantão, ele perdeu muito sangue.

“O tiro atingiu a região abdominal e ele perdeu muito sangue. Tivemos que entubar ele antes de iniciar o deslocamento para o hospital. Socorremos o Jean Filho ainda com vida, mas na sala de estabilização do HEDA ele morreu. Provavelmente o tiro atingiu a aorta abdominal”, explicou o médico Hydson Robério.
Médico do SAMU, Hydson Robério.  (Crédito: Kairo Amaral)
Médico do SAMU, Hydson Robério. (Crédito: Kairo Amaral)
A Delegacia de Combate a Homicídios de Parnaíba irá abrir inquérito para apurar o homicídio e a tentativa. Populares informaram no local que o crime possa ter sido passional. A Polícia Militar trabalha no intuito de localizar os acusados em menos de 24 horas, para efetuar as prisões em flagrante. O corpo foi removido do HEDA para o Instituto Médico Legal de Parnaíba.
Local do crime. (Crédito: Kairo Amaral)

Por Kairo Amaral / Meio Norte

Vítima de acidente em Araioses é socorrida na carroceria de caminhonete

Vítima de acidente no MA é socorrida na carroceria de caminhonete
Uma cena inusitada e revoltante chamou a atenção dos profissionais do Hospital Estadual Dirceu Arcoverde (HEDA), em Parnaíba, no litoral do Piauí. Na noite do último sábado (11/11) o catador de caranguejo Eliomar Sousa de Araújo, de 29 anos, vítima de acidente de trânsito, foi transportado na carroceria de uma caminhonete do município de Araioses-MA para o maior hospital público do norte do Piauí. Foram cerca de 91 Km percorridos.

Na carroceria da caminhonete modelo L 200 Triton, além do paciente, vieram também enfermeiros e familiares do acidentado. O veículo que presta serviços a Prefeitura Municipal de Araioses-MA não possui nenhum recurso para estabilização da vítima. A mãe do homem, identificada como Maria da Conceição Sousa Araújo, estava indignada com a situação e informou que a única ambulância do município doada pelo Governo do Estado está com problemas mecânicos há vários dias.

“Quando eu cheguei lá no hospital da cidade, eles atenderam a gente ligeiro e o médico disse que ia mandar ele para Parnaíba. Eu falei que não poderia vim sozinha e aí decidi trazer um amigo pra nos acompanhar também. Viemos na carroceria dessa caminhonete. Lá em Araioses, nem ambulância pra trazer doente tem. O prefeito tá escondido, a gente nunca mais viu nem a cara dele pelo município”, afirmou Maria da Conceição em entrevista à Rádio Cidade FM de Parnaíba. 
Um colchão foi utilizado para forrar a carroceria. (Crédito: Yuri Gomes)
Ninguém da secretaria municipal de Araioses-MA foi encontrado para comentar o caso.


Por Kairo Amaral e Yuri Gomes

CHARGE DO DIA

Charge 15.11

Fonte: DN