Páginas

3 de junho de 2020

SESI-PI doa 3 mil litros de água sanitária para ações de desinfecção em Parnaíba

A Federação das Indústrias do Estado do Piauí (FIEPI), por meio do Serviço Social da Indústria (SESI-PI), realizou na manhã desta terça-feira, 2 de junho, a doação de 3 mil unidades de água sanitária clorada para a Prefeitura Municipal de Parnaíba, com o objetivo de colaborar na higienização de áreas públicas no combate a contaminação e disseminação do novo coronavírus no município.
A entrega aconteceu na sede da Secretaria Municipal de Desenvolvimento Social e Cidadania (SEDESC), com a presença da Secretaria Adalgisa Carvalho de Moraes Souza, recepcionando a assessora especial da FIEPI, Juliana Falcão, que na ocasião representou o presidente da entidade, Zé Filho. Segundo Juliana Falcão, a instituição tem participado ativamente em várias ações neste período de pandemia, através de parcerias com Universidades Federais, instituições públicas e iniciativa privada. “Isto é o resultado da vontade do presidente Zé Filho em estar somando nessa luta”, ressaltou.
Na oportunidade, foi assinado um termo de doação entre o Serviço Social da Industria (SESI-PI) e o Fundo Municipal de Assistência Social, vinculado a SEDESC. Estiveram presentes no ato de assinatura, a vereadora Neta Castelo Branco e coordenadores das áreas sociais do município. A Secretária Adalgisa Moraes Souza também falou sobre a importância da doação feita pela FIEPI e fez questão em agradecer. “O presidente da FIEPI nos procurou para oferecer mais esta ajuda, que sem dúvidas, irá auxiliar bastante nos trabalhos de limpeza dos bairros e espaços públicos mais atingidos pelo COVID-19”.

A Prefeitura de Parnaíba, através da Secretaria Municipal de saúde, realiza de forma constante o trabalho de sanitização em bairros com maior incidência de casos Covid-19, como também em mercados e logradouros públicos, como praças e parques.


Jornal da Parnaíba

2 de junho de 2020

FIEPI entregou 10 mil máscaras descartáveis para FADEX

A Federação das Indústrias do Piauí (FIEPI), por meio do Serviço Nacional de Aprendizagem Industrial (SENAI) fez a entrega de cerca de 10 mil máscaras descartáveis para a Fundação Cultural e de Fomento à Pesquisa, Ensino, Extensão e Inovação – FADEX, entidade que está arrecadando e doando equipamentos de proteção individual a profissionais da saúde pública.

Segundo a gestora do Centro de Formação Profissional Candido Athayde, Heline Melo, por meio de uma articulação do presidente da FIEPI, Zé Filho, foi celebrada uma parceria com a FADEX e para viabilizar o projeto, o SENAI disponibilizou instrutores da área do vestuário para confecção, orientação e acompanhamento da fabricação dos EPI’s (máscaras), além de disponibilizar a Unidade Móvel de Vestuário.

“Realizamos uma chamada de adesão de serviço voluntário para seleção de egressos dos cursos do SENAI/PI da área do vestuário e a população em geral com conhecimentos técnicos necessários para confecção dos EPI’s e conseguimos chegar a produção das 10 mil máscaras que foram entregues a FADEX. As máscaras serão distribuídas a profissionais da saúde pública e que tem enfrentado dificuldades com a escassez destes produtos”, explica Heline Melo.

Fonte: ASCOM

Solicitação de seguro-desemprego aumenta no Piauí

Segundo o portal Piauí Negócios a solicitação por seguro desemprego no Piauí aumentou pelo terceiro mês consecutivo. Foram 4.361 desempregados em março, 5.259 em abril e 3.455 nos primeiros 15 dias de maio, totalizando mais de 13 mil pessoas, segundo o Ministério da Economia. O aumento das demissões é uma consequência do desaquecimento da economia, por conta da pandemia do novo coronavírus.

Solicitação de seguro-desemprego aumenta no Piauí ALERT: Conteúdo protegido!! / Depois de sofrer uma queda em fevereiro, com 3.859 solicitações em relação às 4.814 de janeiro, a procura pelo seguro-desemprego voltou a subir em março e em abril. Como o mês de maio só foram computados os primeiros quinze 15 dias, a previsão é de que quando for fechado o balanço do mês o total dos 30 dias passe de 6 mil solicitações.

Em nível nacional, a procura também subiu da mesma forma que aconteceu no Piauí. Foram mais de 560 mil solicitações de seguro-desemprego em janeiro, caindo em fevereiro para 483 mil, e voltando a subir em março (536 mil) e abril (748 mil). Em maio, nos primeiros 15 dias foram mais de meio milhão de solicitações.

Os dados completos sobre o seguro-desemprego estão no site do Ministério da Economia.

Fonte: Tribuna de Parnaíba 

26 de maio de 2020

Ex-governador Zé Filho tem alta após ser internado com suspeita de covid-19


O ex-governador Zé Filho recebeu alta hospitalar. Ele estava internado após apresentar sintomas do coronavírus. Segundo boletim médico, o paciente apresentou melhora completa do padrão respiratório e laboratorial. 

Zé Filho já se encontra em casa, com a família. Ele seguirá os protocolos em casa. Ainda não confirmação se o ex-governador estava ou não com covid-19.
Fonte: Cidade Verde.com

22 de maio de 2020

Chuva de Amor: Roupas e Acessórios Infantis

Rua Joaquim Santos, 791 - Bairro de Fátima
Fone: 9 9808-2278
Parnaíba - PI

19 de maio de 2020

Mão Santa, inaugura Hospital de Campanha para casos Covid-19 em Parnaíba


Em solenidade simples realizada na tarde desta segunda-feira, 18 de maio, o prefeito de Parnaíba (PI), Francisco de Assis de Moraes Souza – Mão Santa, acompanhado de secretários municipais, autoridades e a população, inaugurou o Hospital de Campanha Nossa Senhora de Fátima, que servirá como Hospital Sentinela para atendimento a casos de Covid-19 na cidade.
O centro de saúde foi reformado e já opera com a realização de exames rápidos, swabs, ambulatório e clínica médica. A Prefeitura de Parnaíba está aguardando a entrega dos equipamentos para os 10 leitos de UTI e para os 20 de enfermarias, 2 leitos para estabilização, além de parte dos insumos já adquiridos, para o pleno funcionamento do espaço médico. O hospital de Campanha de Parnaíba é o primeiro a funcionar no Piauí.

Fonte: Blog do B.Silva

Frei Roberto falece aos 99 anos


O frade capuchinho, conhecido carinhosamente por Frei Robertinho ,fez sua páscoa nesta segunda-feira, dia 18, às 15, em sua residência , a Cúria Provincial dos Capuchinhos do Ceará e Piauí, localizada no Centro de Fortaleza, ao lado do Santuário Coração de Jesus. Ainda não foram dadas informações sobre os funerais.
Frade faleceu de causas naturais.

Algumas imagens de Frei Robertinho viralizaram na internet como ele, mesmo com a elevada idade, fazendo genuflexão para o Santíssimo Sacramento, abençoando um policial militar no hospital e cantando a música “barca de Jesus”, a sua preferida. Em setembro , Frei Robertinho completaria 100 anos de idade.

Mais sobre Frei Roberto (Texto de Jarison Brito para o Ancoradouro)Frei Roberto: 69 anos de sacerdócio.
Maracanaú é uma terra abençoada , de onde homens tementes foram suscitados por Deus para o seu serviço. Juari Magalhães de Sousa é um deles, mais conhecido como Frei Roberto.

Frei Roberto, filho do casal José Joaquim de Souza e a senhora Joana Magalhães de Sousa, nasceu em 10 de setembro de 1920.
Frei Roberto é frade Capuchinho. Foto: Joca de Deus é Pai.

Ingressou no convento dos Capuchinhos, com a aprovação dos pais, em 1934, quando tinha apenas 14 anos. Em 1938, fez o noviciado em Esplanada na Bahia. A profissão simples foi no ano seguinte. Era a marca da entrada na Ordem dos Capuchinhos.Daí em diante Frei Roberto ajudou muitas pessoas a descobrirem seu caminho.

Em 1942, em São Luís (MA), a Ordem acolhe seus votos solenes. É uma data marcante para o religioso. Neste período, cursa filosofia e teologia. Outra data importante foi sua ordenação presbiteral: 1º de outubro de 1944, no Santuário Coração de Jesus, em Fortaleza.
Frei Roberto atendendo confissões durante a Caminhada Penitencial.

Frei Roberto ao londo de sua vida religiosa foi assistente no seminário menor em 1945, professor de filosofia durante vários períodos entre os anos 1946-1969, em Guaramiranga e em Fortaleza, diretor dos estudantes de filosofia em Guaramiranga e do curso científico, em Parnaíba. Foi vigário paroquial em Parnaíba, Luís Correia, Teresina, Minerolândia, Mombaça e Guaramiranga. Foi ainda pároco e guardião em várias casas, reitor do santuário S. Francisco das Chagas e diretor do Colégio São Francisco em Juazeiro, e chegou a passar um breve período como missionário em Angola –África.
Missa em Ação de Graças pela vida de Frei Roberto em Maracanaú.

Hoje, o dom da longevidade, da vitalidade e da simplicidade permanecem constantes em Frei Roberto, sinal da presença de Deus em sua vida e da fidelidade deste mesmo Deus, que concede suas graças generosamente a quem quer.

Frei Roberto entre nós, hoje, nos ajuda a perceber qual o perfil de um cristão capuchinho. Apesar de sua idade, mantém lucidamente uma compreensão bem atualizada da vivência do carisma.

Bendito seja Deus para sempre pelo dom de sua vida!

Fonte: O Povo

15 de maio de 2020

Governo divulga datas da 2ª parcela do auxílio emergencial; veja calendário

A Caixa Econômica Federal começa a pagar, na próxima segunda-feira (18), a segunda parcela do auxílio emergencial de R$ 600. O benefício é liberado a informais que se enquadram nas regras definidas por lei e pode chegar a R$ 1.200 no caso das mães chefes de família.

"Começamos na segunda-feira, e faremos toda a questão via mês de nascimento, exatamente para que nós tenhamos uma tranquilidade maior no pagamento", disse Pedro Guimarães, presidente da Caixa Econômica Federal. 

O calendário do pagamento da 2ª parcela do Auxílio Emergencial foi publicado no Diário Oficial da União desta sexta-feira (15). O cronograma seguirá até 13 de junho. 

No calendário há datas para quem tem poupança digital, beneficiários do Bolsa Família e demais públicos. 

CONFIRA CALENDÁRIO
PRIMEIRA PARCELA
Neste sábado (16), a Caixa disponibilizará R$ 246 milhões do auxílio emergencial do Governo Federal para 405.163 mil pessoas. O banco recebeu da Dataprev o novo lote de beneficiários nesta quinta-feira (14). No total, serão realizados 311.637 créditos em contas da Caixa e 93.526 em contas de outros bancos.

Com informações Folhapress

12 de maio de 2020

Papa agradece a enfermeiros por "heroísmo"

Pope Francis saúda de sua janela diante de uma praça São Pedro vazia
O papa Francisco rezou nesta terça-feira, 12, pelos enfermeiros e enfermeiras, um exemplo de "heroísmo" no combate à pandemia de coronavírus que atinge o mundo. "Que o Senhor os abençoem. Nesta época de pandemia, dão o exemplo de heroísmo, e alguns deram sua vida. Rezemos pelas enfermeiras e os enfermeiros", disse o papa durante a missa matutina na capela de sua residência no Vaticano.

"Hoje é o dia das enfermeiras. Ontem, enviei uma mensagem. Rezemos hoje pelos enfermeiros e enfermeiras, homens, mulheres, meninos e meninas que têm esta profissão, que é mais do que uma profissão, é uma vocação, uma dedicação", acrescentou o pontífice.

Na mensagem, enviada por ocasião do Dia Internacional da Enfermagem, o papa pediu às autoridades mundiais que se esforcem para garantir que os profissionais "realizem sua vocação com dignidade".

A data foi instituída pela Organização Mundial da Saúde (OMS) e recorda o bicentenário do nascimento de Florence Nightingale, que deu início à enfermagem moderna. Este ano, é dedicada aos muitos profissionais da saúde que perderam a vida em vários países em decorrência do coronavírus.

"Neste momento histórico (...), redescobrimos o papel de importância fundamental que desempenha a pessoa do enfermeiro, como também a da obstetra. Diariamente assistimos ao testemunho de coragem e sacrifício dos profissionais de saúde, que, com profissionalismo, abnegação, senso de responsabilidade e amor ao próximo, prestam assistência às pessoas afetadas pelo vírus, com risco da própria saúde", expressou o papa.

Para o papa, os enfermeiros e enfermeiras, não apenas têm conhecimento técnico-científico, mas também sua profissão está "constantemente iluminada pela relação humana e humanizadora com o doente". Por isso, ele os considera "os santos da porta ao lado".

Francisco recordou que tais profissionais estão ao lado de pacientes e familiares, "em cada fase da vida, do nascimento à morte, doença e recuperação, para ajudar a superar as situações mais traumáticas".

Em sua mensagem, o papa convida os líderes políticos de todo mundo "para que invistam neste bem comum primário que é a saúde, reforçando as estruturas e empregando mais enfermeiros, para garantir a todos um atendimento adequado, no respeito pela dignidade de cada pessoa".

"Está comprovado que investir neles melhora os resultados em termos de assistência e saúde geral", ressaltou. O papa argentino quis mencionar também o papel dos obstetras, que acompanham as mulheres grávidas e ajudam a dar à luz seus filhos. "Vosso trabalho se conta entre os mais nobres que há, consagrado como está diretamente ao serviço da vida e da maternidade", apontou.


Fonte: O Povo Online

7 de maio de 2020

Brasileiro teme desemprego por causa da Covid-19, aponta pesquisa da CNI


Levantamento da FSB Pesquisa, encomendado pela Confederação Nacional da Indústria (CNI), mostra que 77% dos brasileiros estão com medo de perder o emprego como resultado da retração da economia provocada pelo novo coronavírus. A pesquisa registra que 23% dos entrevistados já perderam totalmente sua renda, enquanto 17% amargaram queda no poder de compra desde o início da crise sanitária.

Se antes da pandemia 38% dos brasileiros estavam endividados, de acordo com a CNI, agora o patamar chega a 53%. Dos entrevistados que têm dívidas, 40% afirmam que já estão com algum pagamento em atraso. Entre esses inadimplentes, seis em cada dez passaram a atrasar suas parcelas nos últimos 40 dias. Apesar do forte impacto econômico provocado pela pandemia, 86% concordam com o isolamento social como forma de conter o alastramento das contaminações. A pesquisa mostrou ainda que, para 80%, a situação da pandemia da Covid-19 é grave.

Passados a fase mais aguda da doença e o isolamento social, só 30% dos brasileiros falam em voltar a uma rotina igual à que tinham antes. Durante a fase de quarentena imposta pelos governos locais para não colapsar o sistema de saúde, 93% dizem ter mudado a rotina: de cada quatro brasileiros, três disseram que reduziram seus gastos após o início das medidas de isolamento social. Os motivos, disseram os pesquisados, envolvem insegurança quanto ao futuro (42%) ou queda imediata na renda (30%). Um quarto dos entrevistados colocam na conta do isolamento a redução de seus gastos.

Para o presidente da CNI, Robson Braga de Andrade, as atenções devem estar voltadas para a preservação de vidas sem deixar de lado a preocupação com a sobrevivência das empresas e a manutenção dos empregos. “As atenções dos governos, das empresas e da sociedade devem estar voltadas, prioritariamente, para preservar vidas. Entretanto, é crucial que nos preocupemos também com a sobrevivência das empresas e com a manutenção dos empregos. É preciso estabelecer uma estratégia consistente para que, no momento oportuno, seja possível promover uma retomada segura e gradativa das atividades empresariais”, diz.

O levantamento FSB-CNI também apurou a disposição para o consumo de bens nos próximos três meses. De 11 itens pesquisados, dois despontam como os de maior interesse para o consumidor: roupas (34%) e calçados (31%) – a aquisição de eletrodomésticos, eletroeletrônicos e móveis despertam o interesse de menos de 10% dos brasileiros.

Sobre voltar a frequentar supermercados, bares e restaurantes, shopping e o comércio de rua, a pesquisa apontou 76% falam em ir ao supermercado como antes ou até ampliar a frequência. Sobre o comércio de rua, 57% dizem que vão manter ou ampliar a comparecimento a esse tipo de estabelecimento. A população se divide em relação aos shoppings: 47% falam em manter ou aumentar a frequência e 48%, em reduzir. E, por fim, há 44% dizendo que manterão ou ampliarão a ida a bares e restaurantes e 52% dizendo que reduzirão.

Outro aspecto investigado na pesquisa foi o comportamento dos brasileiros na volta ao trabalho. Entre os empregados, 43% se dizem seguros para voltar a trabalhar em suas empresas. Há 39% que se dizem mais ou menos seguros, enquanto uma minoria (18%) relata insegurança. Dos entrevistados, 96% concordam ser importante que as empresas adotem medidas de segurança no ambiente de trabalho, como uso de máscaras e distanciamento mínimo entre os colaboradores, e 85% acreditam que essas medidas são eficientes para garantir a saúde dos trabalhadores.


Fonte: Veja.com

6 de maio de 2020

Estado do Piauí tem a segunda menor incidência de Covid-19 do Nordeste

Estado do Piauí tem a segunda menor incidência de Covid-19 do Nordeste
O Piauí tem a segunda menor incidência de Covid-19 no Nordeste, o segundo menor número de casos da doença e uma taxa de letalidade que é quase a metade da região. É que indica um levantamento feito pelo Governo do Estado do Piauí quando se compara o avanço do novo coronavírus entre os nove estados nordestinos. 

Segundo os números, disponíveis e atualizados diariamente no painel do Consórcio Nordeste na internet, a incidência do novo coronavírus no Piauí é de 26,73 para cada 100 mil habitantes, inferior apenas a do estado da Bahia, que possui índice de 25,11. A média na região é de 59,81, sendo liderada pelo Ceará (120,89). Pernambuco vem em seguida, com 92,74. O Maranhão é o terceiro, com 64,03.
Em relação ao número de casos absolutos, o Piauí registrou até terça-feira (5), 875 casos confirmados. No Nordeste, já são 34.134 infectados, com o Ceará à frente (11.040), seguido de Pernambuco (8.863). O total de doentes no Piauí representa 0,7% de todos os infectados do Brasil.

Em relação aos óbitos, em números absolutos, o Piauí tem o segundo menor índice. Foram 29 mortes em decorrência da Covid-19 até terça (5), o que coloca o estado atrás de Sergipe (17), na lista com menos óbitos. O estado com mais mortes é o Ceará, com 712 vítimas, seguido de Pernambuco (691) e Maranhão (249). Em todo o Nordeste, até agora, 2.052 pessoas morreram por conta do novo coronavírus.

A taxa de óbitos, que aponta a relação entre o total de contaminados e o número de mortes em consequência da Covid-19, é de 3,3% no Piauí, contra 6,01% na média da região Nordeste.

Com informações do Portal do Governo do Piauí

4 de maio de 2020

FIEPI e prefeitura de Teresina se reúnem para discutir o enfretamento à Covid-19


O presidente da Federação das Indústrias do Estado do Piauí (FIEPI), Zé Filho, esteve reunido neste fim de semana com membros do Comitê Gestor de Medidas para Enfrentamento da Pandemia Coronavírus-COVID-19 da Prefeitura de Teresina, com o objetivo de expor as dificuldades enfrentadas pelo setor e discutir alternativas para retomada de forma segura da atividade industrial.
Zé Filho fez questão de destacar a importância do trabalho que vem sendo conduzido pela prefeitura de Teresina nesta situação de crise por estar buscando de todas as formas preservar vidas antes de tudo.

“É um trabalho que reconhecemos ser necessário e que vem dando certo. Sabemos que é difícil também para o Prefeitura não poder, de imediato, por fim ao isolamento social. A pandemia atinge igualmente a gestão pública, a população e os empresários. Por isso, buscamos nos aproximar mais desse comitê para acompanhar e colaborar no que for possível para que possamos sair dessa situação”, explicou Zé Filho.

O presidente da FIEPI expôs que muitas empresas desejam saber quais estratégias estão sendo adotadas pela Prefeitura, porque também precisam planejar seus negócios. Existe a consciência de que a retomada das atividades vai exigir muitas adequações das empresas e elas precisam começar a se preparar.
O secretário de Governo da prefeitura, Fernando Said elogiou a iniciativa da FIEPI de buscar diálogo e expor particularidades do setor industrial que é muitas vezes desconhecida pela maioria das pessoas, mas que pode ajudar num processo de tomada de decisão.

“Estamos nos cercando de informação para que possamos retomar as atividades nos vários setores da forma mais segura possível. Temos reunido informações de muitas fontes e esses relatórios setoriais vão nos ajudar a decidir a forma e o momento mais seguro para os serviços, o comércio e a indústria retomarem a atividade gradativamente”, explicou Fernando Said.

Destacando que alguns setores da indústria considerados essenciais estão funcionando com muita segurança, o presidente da FIEPI falou da construção civil e sua cadeia produtiva como as cerâmicas que estão impedidas de funcionar no Piauí, mas estão liberados em 23 unidades da federação e pediu atenção ao setor para quando houver a liberação gradativa da atividade econômica, colocando-o como prioridade.

Zé Filho entregou ao comitê um relatório com as ações de enfretamento à pandemia da Covid-19, desenvolvidas de pela FIEPI, por meio do SESI e SENAI e colocou à disposição da prefeitura a estrutura das unidades móveis de saúde e cartilhas setoriais com protocolos de combate ao novo coronavirus no âmbito dos estabelecimentos industriais.

O coordenador do comitê, Whashington Bonfim e o secretário de Finanças, Francisco Canindé agradeceram a oportunidade do diálogo, destacando que a reunião foi produtiva e que a prefeitura quer manter a FIEPI como parceira.

Participaram da reunião, também o presidente do Conselho Deliberativo do Sebrae e diretor da FIEPI, Freitas Neto, o diretor Superintendente do Sebrae, Mário Lacerda, o vereador Aluísio Sampaio, o vice-presidente da FIEPI- Macro Região 2 Meio Norte, Guilherme Araújo Fortes, o Superintendente do SESI e Diretor regional do SENAI, Mardônio Neiva e o empresário J. Monte. 

Com informações da Ascom/ Fiepi

2 de maio de 2020

Papa pede união para governantes superarem pandemia do coronavírus


O Papa Francisco pediu neste sábado (2) aos governantes de todo o mundo que demonstrem unidade diante das diferenças e que eles ajudem seus povos a superarem a atual crise do coronavírus.

"Rezamos hoje pelos governantes, que têm a responsabilidade de cuidar de seus povos nestes tempos de crise", disse Francisco na missa matinal que celebra todos os dias na capela de sua casa, no Vaticano.

Ele afirmou que rezou por chefes de Estado, presidentes, legisladores e prefeitos para que tenham força 'porque o trabalho não é fácil'. "Para que, quando houver diferenças, eles entendam que em tempos de crise devem estar muito próximos para o bem do povo, porque a unidade é superior ao conflito", analisou o pontífice.

O papa também se referiu à necessidade de os fiéis perseverarem em sua fé em tempos de crise, 'que são momentos de escolha que nos colocam diante de decisões que precisam ser tomadas'. "Pode haver muitas crises, na família, no trabalho, no mundo, e essa pandemia é um momento de crise social", disse Francisco.


Fonte: G1

1 de maio de 2020

Dia do Trabalho: Mão Santa enaltece trabalhadores parnaibanos e elogia ação de profissionais da Saúde

Em pronunciamento à imprensa, o Prefeito de Parnaíba, Mão Santa, destacou a importância e valiosa colaboração dos trabalhadores para o desenvolvimento da cidade, em referência ao Dia do Trabalho, 1º de Maio. “Abençoadas são as mãos dos trabalhadores, responsáveis por fazer o motor da nossa nação em constante funcionamento. Apenas o trabalho dignifica o homem. Parnaíba tem sua grandeza e seu valor porque sempre teve grandes homens que dedicaram suas vidas a transformar nossa cidade no que ela é hoje. São esses trabalhadores, de todos os ofícios, que dignificam nossa terra e nosso povo”, ressaltou.
O Prefeito Mão Santa destacou que sempre respeitou e respeita os trabalhadores parnaibanos, e que comemora com eles as conquistas da classe ao longo dos anos. “O trabalho é a base da vida humana e uma das suas maiores conquistas, é através dele que nos realizamos enquanto seres humanos. Na ociosidade, o homem vira vítima de muitos males, entre eles a depressão. Os decretos de restrição e isolamento social, como medida de prevenção à pandemia de Covid-19, também trazem muitos problemas aos trabalhadores, que ficam impossibilitados de terem como ganhar, com muito suor, o sustento de suas famílias”, fala.

O gestor municipal aproveitou para agradecer a todos os servidores da Prefeitura de Parnaíba, que estão trabalhando nesse período, e, em especial, aos profissionais da Secretaria Municipal de Saúde, que estão no enfrentamento direto ao Covid-19, atuando nas Vigilâncias Sanitária, Epidemiológica e Ambiental, UBS, no Pronto Socorro, além daqueles trabalhadores que prestam serviço a esses órgãos.

“São esses trabalhadores parnaibanos que ajudam, cooperam e fazem, com muita responsabilidade, a máquina pública do município ser capaz de enfrentar essa situação de saúde pública. Apenas temo que esses decretos restritivos fragilizem a classe trabalhadora da nossa cidade, impossibilitando-os de conseguir, de forma digna, o sustento deles e de suas famílias. A pobreza é um mal que deve ser combatido por nós de todas as maneiras, porque traz males perigosos ao homem”, finaliza.

Fonte:SupCom

Armazém Paraíba homenageia todos os trabalhadores e trabalhadoras

Agora você pode pagar sua prestação ou extrato do cartão de simples e fácil.
Você quer pagar pagar sua prestação ou extrato do Cartão Paraíba, faça através de transferência ou depósito identificado. Escolha uma de nossas contas abaixo e depois basta enviar cópia do comprovante, com nome e CPF, para este número de WhatsApp (86) 99914-0118 ou se preferir por e-mail pagamento@armazemparaiba.com.br
BANCO DO BRASIL
Agência: 3434-7
Conta Corrente: 6573-0
BRADESCO
Agência: 0405-7
Conta Corrente: 50650-8
CAIXA ECONÔMICA
Agência: 0855
Operação: 003
Conta Corrente: 7883-6

FAVORECIDO: CLAUDINO S/A - LOJAS DE DEPARTAMENTOS
CNPJ: 06.862.627/0001-38