Páginas

23 de novembro de 2020

Governadores decidem que a 1ª vacina liberada será adotada pelos governos estaduais

O governador Wellington Dias (PT) revelou durante uma live na manhã desta segunda-feira (23) que os governadores estão otimistas que a vacina da Covid-19 deverá ser disponibilizada ainda em janeiro de 2021. Wellington Dias, que representa todos os governadores do País na articulação pró-vacina, disse que a primeira vacina que for aprovada pelos órgãos de saúde deverá ser disponibilizada à população.

Ao participar de uma solenidade virtual para entrega de 180 mil chips de celulares para estudantes acompanharem aulas remotas, Wellington Dias afirmou:

“Antes de vir para cá estava com um grupo de governadores a gente comemorando a chance que há de fechar este ano com alguma vacina vencendo a terceira etapa. E para nós governadores é a primeira vacina que for reconhecida e autorizada, que tenha segurança na aplicação, que tenha eficiência, é essa que nos vamos adotar. Está bem avançada a vacina da Sinovac, da China, da Pfizer, americana, Sputnik V, que é da Rússia, vacina de Oxford, que é do Reino Unido, seja qual for a vacina, estamos trabalhando para que ela entre no Plano Nacional de Imunização”. 

Na fala do governador ele citou a Coronavac, vacina que já chegou lotes no Brasil produzida pelo governo de São Paulo e o Instituto Butantã. Wellington Dias ressaltou a esperança de iniciar o ano com a vacinação. 

“Meu sonho e as orações que faço todo dia é para que a gente possa abrir o ano, se Deus quiser, chegar em janeiro em condições do Brasil experimentar vacinação para a gente chegar até março e tenhamos condições de um mutirão, que também não será fácil vacinar mais de 200 milhões de brasileiros pra que se possa ter uma saída segura”, disse o governador.


Fonte: Cidade Verde.com

18 de novembro de 2020

As 11 vacinas contra a covid-19 que estão na última fase de testes clínicos em humanos

Das 48 vacinas experimentais contra a Covid-19 que se encontram atualmente em testes clínicos em humanos, apenas 11 entraram na fase 3, a última antes da homologação pelas autoridades, segundo a Organização Mundial da Saúde (OMS).

A seguir um resumo das primeiras vacinas que podem chegar ao mercado.

Estas são atualmente as vacinas potenciais que parecem as mais avanças e que utilizam uma tecnologia inovadora, que consiste em injetar nas células humanas fragmentos de instruções genéticas chamadas RNA mensageiro, para que produzam proteínas ou "antígenos" específicos de coronavírus. Estas proteínas serão enviadas ao sistema imunológico, que então produzirá anticorpos.

- Pfizer: o grupo farmacêutico americano e seu sócio alemão BioNTech se preparam para solicitar à Agencia de Alimentos e Medicamentos (FDA) dos Estados Unidos uma autorização de utilização de emergência para uma vacina que poderia estar disponível até o fim do ano. As empresas apresentaram há alguns dias resultados provisórios da fase 3 que mostram uma eficácia de "mais de 90%" nos participantes.

- Moderna: a empresa americana de biotecnologia anunciou na segunda-feira que sua vacina tem eficácia de 94,5%. Planeja produzir 20 milhões de doses até o fim do ano.

Várias vacinas apostam nesta tecnologia: os agentes infecciosos do Sars-CoV-2 são tratados quimicamente, ou por calor, para perder a nocividade, ao mesmo tempo que conservam a capacidade de provocar uma resposta imunológica. É a forma mais tradicional de vacinação.

- Sinovac: a empresa de biotecnologia chinesa iniciou um teste de fase 3 para a "CoronaVac" com milhares de voluntários, principalmente no Brasil.

- Sinopharm, outro laboratório chinês, tem dois projetos de vacinas com institutos de pesquisas chineses. O país prevê uma capacidade de produção até o fim do ano de 610 milhões de doses por ano de várias vacinas contra a Covid-19 e o governo já autorizou o uso urgente de algumas delas.

- A empresa indiana Bharat Biotech começou a recrutar em novembro quase 26.000 pessoas para a sua "Covaxin", desenvolvida com o apoio do governo, e aposta em uma vacina disponível no primeiro semestre de 2021.

As vacinas de "vetor viral" usam como suporte outro vírus mais virulento, transformado para adicionar uma parte do vírus responsável pela Covid-19. O vírus modificado penetra nas células das pessoas vacinadas, que fabricam uma proteína típica do Sars-CoV-2, educando seu sistema imunológico a reconhecer o novo coronavírus.

- AstraZeneca, grupo anglo-sueco, e a Universidade de Oxford: sua vacina utiliza como vetor viral um adenovírus. Os resultados do teste de fase 3 são aguardados para as próximas semanas.

- Johnson & Johnson: a empresa americana iniciou dois testes clínicos de sua candidata, composta por um adenovírus modificado, uma de apenas uma dose e a outra com duas doses. Em todo o mundo 90.000 voluntários devem participar da pesquisa. Os resultados devem ser anunciados no primeiro trimestre de 2021.

- CanSino Biological: a empresa chinesa desenvolveu a "Ad5-nCoV" em conjunto com o exército, uma vacina baseada em adenovírus. Os testes de fase 3 começaram no México, Rússia e Paquistão.

- Sputnik V: desenvolvida pelo Centro de Pesquisas em Epidemiologia Gamaleya, em parceria com o ministério russo da Defesa, esta vacina se baseia na utilização de dois vetores virais, dois adenovírus. Os russos anunciaram recentemente uma eficácia de 92%. Porém, o l instituto Gamaleya foi acusado de romper os protocolos habituais para acelerar o processo científico. Várias políticos russos anunciaram que foram vacinados com a Sputnik V. 

- Novavax: a empresa de biotecnologia americana trabalha em uma vacina chama "subunitária" recombinante. O coronavírus possui em sua superfície algumas pontas (proteínas virais) para entrar em contato com as células e infectá-las. Estas proteínas podem ser reproduzidas e apresentadas depois ao sistema imunológico para provocar uma reação. A Novavax iniciou em setembro o teste clínico de fase 3 no Reino Unido e no fim de novembro deve começar um teste nos Estados Unidos. Dados preliminares são aguardados para o primeiro trimestre de 2021.


Fonte: O Povo Online

17 de novembro de 2020

Mega-Sena da Virada vai sortear prêmio estimado em R$ 300 milhões

As apostas para o sorteio especial da Mega-Sena da Virada já podem ser feitas nas casas lotéricas credenciadas pela Caixa, em todo o país ou pela internet. O prêmio estimado para esta edição é de R$ 300 milhões, e o sorteio será realizado no dia 31 de dezembro. 

Como nos demais concursos especiais, o prêmio principal não acumula. Se não houver ganhadores na faixa principal, com acerto de seis dezenas, o valor será dividido entre os acertadores da segunda faixa, com cinco acertos, e assim por diante. 

De acordo com a Caixa, o valor do prêmio principal, caso aplicado na poupança, renderia no primeiro mês mais de R$ 347 mil. Um volante, com seis dezenas marcadas, custa R$ 4.50. 

O apostador também pode aumentar as chances de ganhar adquirindo os bolões que são comercializados nas lotéricas. Na Mega-Sena, os bolões têm preço mínimo de R$ 10. Porém, cada cota não pode ser inferior a R$ 5. É possível realizar um bolão de no mínimo duas e no máximo 100 cotas.

Fonte: Imirante.com

16 de novembro de 2020

Mão Santa, é reeleito prefeito de Parnaíba com votação recorde

Mão Santa, é reeleito prefeito de Parnaíba com cerca de 32 mil votos de diferença para o 2° colocado. Foi a maior votação já dada a um candidato a prefeito no município. O Democrata obteve 68,34% dos votos válidos com 100% das urnas apuradas.
Mão Santa (DEM), foi reeleito neste domingo (15) prefeito de Parnaíba para os próximos quatro anos. Com 100% das urnas apuradas, o democrata teve 52.075 votos, o que corresponde a 68,34% dos votos 76.200 votos válidos. Esse será o terceiro mandato de Mão Santa no comando do poder executivo municipal.

Beto, do PP, é o vice-prefeito da chapa na coligação “Parnaíba de Futuro”. O democrata já foi prefeito de Parnaíba na década de 1990 e também ex-governador.

Em segundo lugar ficou o candidato Dr Hélio, do PL. O liberal teve 20.123 votos, que corresponde 26,41% dos votos válidos. Dr. Hélio foi o deputado estadual mais votado em Parnaíba no pleito de 2018.

Em terceiro colocado na disputa, ficou o candidato Samaronne, do PSD, que teve 3.141 votos (4,12% dos votos válidos). Samarone é o atual vice-prefeito de Parnaíba.

Em quarto lugar ficou o Romualdo Seno, com 861 votos, o que representa 1,13% dos votos válidos. Romualdo foi candidato a governador no pleito passado.

A cidade de Parnaíba tem o segundo maior número de eleitores do Piauí. Nestas eleições, 103.347 mil pessoas votaram pelo sistema de biometria, o que representa 4,2% do eleitorado do estado. A eleição em Parnaíba teve abstenção de 18,85% (19.483 eleitores).

Jornal da Parnaíba com informações do GP1

Magnum Cardoso é eleito prefeito de Caxingó com 50,22% dos votos


A diferença de Magnum Cardoso para o atual prefeito do município Washington Luiz foi de apenas 20 votos. 

O jovem Magnum Cardoso, foi eleito prefeito de Caxingó nas eleições deste domingo, 15 de novembro, após conseguir 2.310 votos, 50,22%%, do total computado no município.
Com isso, a partir do dia 1º de janeiro Magnum Cardoso e sua vice, a advogada Jackline Lima, assumem o comando da Prefeitura, onde ficarão pelos próximos quatro anos.

Magnum Cardoso eleito estava disputando o cargo contra o atual prefeito Washington Luiz (PSD), que recebeu 2.290 votos,49,78% dos votos; votos em branco foram 0,78% e os nulos de 2,67%. A abstenção no município foi 9,17%

A diferença de Magnum Cardoso para o atual prefeito do município foi de apenas 20 votos.

Portal Boca do Povo

13 de novembro de 2020

FIEPI realiza primeira pesquisa de Sondagem da Construção Civil


A Federação das Indústrias do Estado do Piauí (FIEPI) iniciou no mês de setembro acompanhamento dos indicadores da Construção Civil no Piauí por meio de pesquisas mensais, a exemplo do que já acontece com as indústrias extrativas e de transformação. O segmento representa mais de 50% do PIB da indústria no Estado.
“Iniciamos uma parceria com os sindicatos da indústria da construção civil para que possamos acompanhar de forma especifica esse setor que é um dos termômetros da economia. Estes indicadores ajudarão no processo de tomada de decisão dos empresários e também servirão de norte para que os governos adotem políticas públicas que possam ajudar a melhorar o setor”, explica o presidente da FIEPI, Zé Filho.
Por orientação do presidente da FIEPI, os dados foram apresentados pela equipe técnica em primeira mão ao presidente do Sindicato da Indústria de Construção Civil de Teresina, Francisco Reinaldo.
O presidente do Sinduscon Teresina enalteceu a iniciativa da FIEPI, que passará a gerar dados importantes para os empresários do segmento.
“É um avanço para nós que fazemos a construção civil no Estado e ajudará no planejamento dos nossos negócios e da economia do Piauí como um todo”, pontua Francisco Reinaldo.

ANÁLISE REFERENTE AO MÊS DE SETEMBRO
Os indicadores da Construção Civil no Piauí de setembro apontam cautela da indústria em comparação ao Nordeste. Enquanto o nível de atividade igual ao usual apresentou o percentual de 36,1% no Nordeste, a construção civil estadual ficou em 30%.

Segundo o diretor de Assuntos Econômicos da FIEPI, Freitas Neto, analisando os dados, percebe-se que a evolução no número de empregados também foi percebida com cautela. A estabilidade nos empregos na região Nordeste manteve-se estável em 60,7%, enquanto essa estabilidade no Piauí ficou em 35%.
“Por outro lado, analisando o critério de aumento no número de empregados, o percentual ficou em 35%, cenário mais promissor que o do Nordeste no mesmo período, com 18,9%”, pontua Freitas Neto.

Avaliando as perspectivas para os próximos 6 meses, a Construção Civil do Piauí no mês de setembro tem se mostrado mais otimista que o resto do Nordeste. Se a perspectiva de aumento no nível de atividade para os próximos 6 meses medido no Nordeste é de 35,2%, no Piauí é medido em 55%.
Essa tendência local também é notada quando as compras de insumos e matérias-primas tem perspectivas de aumento de 55% para os próximos 6 meses, demonstrando mais otimismo em relação ao Nordeste (32,8%).

O bom sinal da Construção Civil do Estado é medido quando a perspectiva de aumento dos empregos para os próximos 6 meses fica acima dos 50 pontos no Piauí (55%). Já o Nordeste crê num cenário de aumento mais tímido, com expectativa de aumento de 34,4%.

O reflexo desse momento de retomada das atividades antes restringidas severamente pela pandemia é fortemente evidente quando a perspectiva para novos empreendimentos e serviços para os próximos 6 meses é medido com um aumento de 65% no Estado. Em números mais distantes, o Nordeste apresentou percentual inferior aos 50 pontos, com 37,7%.

As intenções de investimento para os próximos 6 meses, em que a indústria da construção civil provavelmente tem intenção de investir, é otimista em relação à região Nordeste. No Piauí esse percentual é medido em 45%; o Nordeste mostra-se mais cauteloso, com 34,4%.

Fonte: ASCOM FIEPI

11 de novembro de 2020

Cartão Paraíba está com um novo canal de comunicação com o cliente, Confira!


Com a funcionalidade é possível consultar valor das prestações, desbloquear o cartão, consultar limite para compras e verificar ou alterar o vencimento.
O Cartão paraíba está com um novo canal de comunicação com o cliente. O chat pode ser acessado pelo WhatsApp: 800 280 1958 ou pelo direct das redes sociais do Armazém paraíba. Com a funcionalidade é possível consulta valor das prestações, desbloquear o cartão, consultar limite para compras e verifica ou altera o vencimento, tudo de forma rápida e fácil.

Anvisa mantém suspensão de teste de vacina após saber dados sobre a morte

A Anvisa (Agência Nacional de Vigilância Sanitária) recebeu, na manhã desta terça (10), dados referentes à morte do voluntário dos testes da vacina contra Covid-19 Coronavac que descartam a relação entre o incidente e o imunizante. Ainda assim, o presidente da agência, almirante Antonio Barra Torres, afirmou em entrevista coletiva que não tinha informação sobre o suicídio presumido do voluntário -esta é a forma com que a polícia paulista trata o caso, que também pode se tratar de uma overdose. 

Barra Torres pode estar apenas se escorando na questão do sigilo quando diz que esperará informações por canais oficiais, no caso o Comitê Independente Internacional que rege os testes de vacinas mundo afora. Na reunião, Dimas Covas, o diretor do Instituto Butantan, que patrocina os testes da Coronavac e irá produzir o imunizante se ele for eficaz, relatou o episódio em detalhes para os presentes. 

A Anvisa afirma que ainda não recebeu, contudo, relatórios oficiais sobre a morte e que, por isso, não mudaria a decisão de suspender suspensão dos testes da Coronavac. Covas, em conversa com a Folha, afirmou que foi enviado por e-mail à Anvisa com um relatório completo sobre o caso, assinado pelo médico Esper Kállas, responsável pelo estudo do qual fazia parte o voluntário, do Hospital das Clínicas da Universidade de São Paulo. 

Segundo integrantes do governo paulista, não haveria mais motivos técnicos para manter já que os detalhes do caso foram entregues à Anvisa. A reunião desta manhã foi convocada na noite de segunda (9), pouco antes de a Anvisa tornar público que suspenderia os testes. 

Membros da administração paulista afirmam não fazer sentido a suspensão ter sido anunciada apenas 38 minutos após o envio um e-mail sobre o tema, sugerindo a intenção de desgastar politicamente o governo de João Doria (PSDB-SP). A comunicação do evento adverso grave foi feita no dia 6, mas ficou três dias parada no sistema de computadores da Anvisa. Naquele relato não havia dados detalhados do que havia ocorrido. A reunião desta terça poderia, na visão paulista, solucionar o caso. 

A noção prevalente é a de que há má vontade política por parte da agência contra a vacina de origem chinesa que será produzida em conjunto com o Instituto Butantan. 

O presidente Jair Bolsonaro deu o tom dessa disputa nesta manhã, ao celebrar o que chamou de vitória sobre Doria com a suspensão dos testes. A Anvisa teoricamente é uma agência reguladora independente. 

O próprio Barra Torres afirmou na entrevista que há "uma guerra política lá fora", e que seria importante deixá-la distante das atividades da agência. 


Fonte: Folhapress

10 de novembro de 2020

Anvisa interrompe estudos da Coronavac após "evento adverso grave"

A Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) informou, em nota, que suspendeu os estudos clínicos da vacina Coronavac, uma das que estão em estudo contra o novo coronavírus. A suspensão ocorreu por causa de um “evento adverso grave” ocorrido. A Anvisa não informou qual evento seria. Pode ser desde a internação de um voluntário até a sua morte. 

De acordo com a agência, esse evento adverso ocorreu em 29 de outubro. Agora, a agência reguladora vai analisar os dados observados até o momento e julgar sobre o risco/benefício da continuidade do estudo. Esse tipo de interrupção nos estudos, segundo a Anvisa, é parte dos procedimentos de Boas Práticas Clínicas para estudos desenvolvidos no Brasil.

“Com a interrupção do estudo, nenhum novo voluntário poderá ser vacinado. A Anvisa reitera que, segundo regulamentos nacionais e internacionais de Boas Práticas Clínicas, os dados sobre voluntários de pesquisas clínicas devem ser mantidos em sigilo, em conformidade com princípios de confidencialidade, dignidade humana e proteção dos participantes”, acrescentou a agência, em nota. 

A Coronavac está sendo desenvolvida pela farmacêutica chinesa Sinovac em parceria com o Instituto Butantan. Dez dias antes do “evento adverso grave” ser registrado, ela foi considerada a vacina mais segura dentre todas as testadas pelo diretor do Instituto Butantan, Dimas Covas.


Fonte: Imirante.com

9 de novembro de 2020

Homem é preso pela polícia suspeito de estuprar a própria mãe


Um homem de 24 anos foi preso suspeito de estuprar a própria mãe, de 50 anos, na região Nordeste de Belo Horizonte, em Minas Gerais, na madrugada deste domingo (8). Segundo a vítima, ele é usuário de drogas.

A vítima informou aos militares que o filho deixou a prisão há cerca de dois meses e, desde que foi solto, estava ameaçando-a e obrigando que ela tivesse relações sexuais com ele. Nesta madrugada, o suspeito teria utilizado uma faca de cozinha para intimidar a mãe.

A polícia foi acionado por volta da meia noite e meia. Ela permitiu o acesso dos policiais à residência, onde foram encontradas a faca utilizada na ameaça e uma arma de fogo artesanal, além de quatro munições de calibre 38.

A vítima estava em estado de choque e foi transferida para um hospital da região. O suspeito negou as acusações e foi conduzido para a delegacia por estupro, ameaça e posse ilegal de arma de fogo.


Fonte: Agência Brasil

4 de novembro de 2020

WhatsApp: nova função permite liberar memória do celular e apagar arquivos

Nova função permite excluir arquivos de mídia desnecessários no WhatsApp. (Foto: Reprodução/Clara Fabro)
O WhatsApp liberou uma nova função que promete facilitar o gerenciamento do armazenamento da memória interna do celular. De acordo com o blog Techtudo, o recurso permite verificar arquivos compartilhados e excluir mídias desnecessárias para liberar espaço no smartphone.

O mecanismo já estava disponível para usuários da versão beta do aplicativo desde o final de setembro e, agora, chega à versão estável do aplicativo, de acordo com o blog. A ferramenta está sendo liberada para usuários do WhatsApp nas versões para Android e iPhone (iOS) e até o final desta semana estará disponível para todos.

A função reúne todo o conteúdo de fotos, vídeos, áudios e documentos compartilhados no mensageiro pelas configurações do aplicativo, facilitando que mídias desnecessárias sejam excluídas, liberando espaço no celular.


Fonte: O Povo Online

28 de outubro de 2020

PF investiga homem que abriu contas em nome do jogador Neymar para receber auxílio emergencial em Fortaleza

A Polícia Federal (PF) cumpriu um mandado de busca e apreensão contra um homem investigado por fraudar contas em nome do jogador Neymar da Silva Santos Junior. Uma das contas seria para receber o auxílio emergencial do Governo Federal, conforme a PF. Ação foi na manhã desta terça-feira, 27, em Fortaleza. 

O objetivo do mandado é corroborar com provas o inquérito que investiga fraudes na abertura de contas na Caixa Econômica Federal para recebimento fraudulento do auxílio emergencial do Governo Federal. A Justiça Federal do Ceará expediu a ordem cumprida em Fortaleza, no endereço da residência do acusado. De acordo com a PF, foram apreendidos documentos e mídias. O material será submetido à perícia técnico-científica. 

A investigação aponta que o homem abriu duas contas utilizando os dados do jogador Neymar e cadastrou, por meio de um celular, os dados para recebimento do auxílio emergencial. Nos meses de abril e maio, consta que houve recebimento de benefício do auxílio emergencial aprovado em nome do empresário Luciano Hang e transferido para a conta fraudulenta em nome do jogador. 

Em nota, a PF diz que a investigação apurou também que o homem tentou ainda aplicar golpe semelhante utilizando o nome do atual Ministro da Economia, Paulo Nunes Guedes, e logrou êxito em cadastrar diversas pessoas para o recebimento de auxílio emergencial cujas parcelas foram por ele sacadas. "O investigado e quaisquer outros partícipes das fraudes contatadas na investigação responderão pelos crimes de estelionato majorado, falsificação de documento público, uso de documento falso e organização criminosa, na medida de suas responsabilidades", conclui a PF.

Fonte: O Povo Online

27 de outubro de 2020

Governador adia feriado e decreta mais um fim de semana com "Lei Seca"

O governador Wellington Dias (PT) anunciou novas medidas restritivas para o próximo fim de semana, que inclui o adiamento do feriado do servidor público para sexta-feira (30). 

A “Lei Seca” também continuará nos mesmos critérios do decreto anterior: o consumo de bebidas alcóolicas estará permitido somente dentro das regras estabelecidas pelo Governo do Estado como medida para evitar a aglomeação de pessoas e, conseguentemente, a transmissibilidade do novo coronavírus entre elas. 

Com base nas medidas do decreto anterior, que devem ficar mantidas, a venda de bebidas alcóolicas estará liberada na sexta (30), sábado (31) e domingo (1º). No entanto, a população não poderá consumir a bebida alcoólica em via pública, nem mesmo próximo a estabelecimentos privados como bares, restaurantes e casas de eventos. Também fica proibido o consumo de bebidas alcóolicas nas praças e logradouros fora do ambiente domiciliar.

Feriados
“O feriado do Dia do Servidor, no dia 28 (de outubro), nós estamos colocando para a sexta-feira, dia 30”, diz o governador, lembrando que na segunda-feira (02) também será feriado, com o Dia dos Finados. 

Lei Seca
O governador afirma que na sexta (30), no sábado (31) e domingo (1) “teremos as mesmas operações que levam em conta quem desobedece ao decreto e a regras de proteção contra o coronavírus”. 

Um novo decreto com base nas medidas restritivas anteriores será publicado no Diário Oficial nesta semana. 

“Quem está com o protocolo, obedecendo, seguindo as regas, seja um restaurante, um comércio, uma repartição pública, supermercado, continua da mesma forma que estávamos. Apenas quem não usa a máscara, quem teima em dirigir alcoolizado, esse que a gente busca uma solução para evitar pressão sobre vagas de UTI (unidade de tratamento intensiva) ”.

Wellington Dias também chamou a atenção para algumas regiões do estado que continua com o crescimento de casos de pessoas infectadas pelo novo coronavírus, como São Raimundo Nonato e Oeiras. “Também nos chama a atenção a região da saúde de Bom Jesus e a necessidade de termos providências porque o número de ocupação de leitos cresceu muito”. 


Fonte: Cidadeverde.com

DIVULGAÇÃO


26 de outubro de 2020

Nordeste pode ter segunda onda de Covid-19 nos próximos meses, alerta Comitê Científico

Neurocientista, Miguel Nicolelis
A segunda onda da pandemia de Covid-19, que atinge os Estados Unidos e Europa, pode chegar ao Nordeste nos próximos meses. O alerta é do Comitê Científico do Consórcio Nordeste. A entidade adverte para o risco devido o relaxamento da população, as aglomerações nas campanhas eleitorais e a vinda de turistas para as praias nordestinas no verão.

O Consórcio Nordeste é presidido pelo governador Wellington Dias (PT) que segue o comitê científico, que emitiu neste domingo um alerta para o risco de uma segunda onda na região.

O temor dos nove governadores do Nordeste é se repetir a situação do começo do ano, quando pessoas que vieram de países onde haviam casos foram as primeiras a testarem positivo para a Covid-19. 
Europeus são turistas frequentes para os estados do Nordeste, principalmente na Bahia, Pernambuco, Ceará durante a alta temporada. 

Em entrevista à imprensa nacional, Miguel Nicolelis, neurocientista e um dos coordenadores do comitê, explicou: “Há um risco real de que nos próximos meses tenhamos um fluxo de portadores do Sars-CoV-2, até de cepas diferentes das que aqui prevalecem”.

Para frear a possibilidade, o comitê alerta que sejam implantados em todos os aeroportos da região estandes sanitários com equipes de saúde munidas de folhetos informativos, equipamentos de aferição de temperatura e kits de testagem rápida de passageiros provenientes do exterior. 

Os turistas vindos de regiões com aumento de casos da Covid-19 e que não apresentarem atestados que comprovem a ausência de infecção devem ser colocados em quarentena de 14 dias. 

“Já passamos por essa situação de ver os acontecimentos primeiro na Europa e depois se reproduzindo aqui. Temos uma oportunidade, desta vez, de não deixar isso se repetir”, disse Nicolelis. 

O boletim divulgado ontem (25), o Comitê Científico mostra que a pandemia de Covid-19 já atingiu o seu pico em todos os estados da região Nordeste. 

Fonte: Cidadeverde.com