Páginas

22 de setembro de 2018

Prefeitura de Caxingó leva água de qualidade para a zona rural


A Prefeitura de Caxingó em parceria com a FUNASA concluiu nesta semana os serviços de implantação do Sistema Alternativo de Tratamento de Água – Salta Z, no primeiro povoado da zona rural do município.
As famílias que residem no povoado Entrecaatinga estão sendo beneficiadas com essa tecnologia, que leva água de qualidade para os moradores. O projeto foi implantado com sucesso e beneficiará outras famílias que residem na região ribeirinha do rio Longá.
De acordo com o prefeito Washington (MDB), o sistema Salta-Z é uma tecnologia de fácil aplicabilidade, baixo custo de implantação e manutenção simplificada, que faz uso de filtros e dosadores de construção e proporcionar água de qualidade, pronta para o consumo.

*Com informações Ascom

20 de setembro de 2018

CHARGE DO DIA

Charge 20.09
Fonte: DN

16 de setembro de 2018

Polícia do litoral piauiense encontra veículos usados em roubo a banco

Polícia Militar localiza veículos que teriam sido usados em roubo a banco de Altos. Os policiais encontraram material geralmente usado em roubos a bancos dentro de dois veículos abandonados no litoral do Piauí, próximo à divisa com o Ceará.
Polícia encontrou dois veículos de modelo e cores iguais aos utilizados em duas ocorrências de roubo a banco no Piauí — Foto: Polícia Militar/ Divulgação
A Polícia Militar localizou dois veículos semelhantes aos que foram utilizados em duas ocorrências recentes relacionadas a roubos a banco, entre elas o estouro da agência da Caixa Econômica Federal em Altos. Os veículos foram abandonados a poucos metros da BR 402 e escondidos entre a vegetação. Os dois carros foram apreendidos e estão à disposição da Polícia Civil e Federal, e devem passar por exames periciais.

De acordo com o major Danilo Palhano, comandante da Companhia Independente de Policiamento Turístico (CIPTUR), foram policiais militares do Ceará que localizaram os veículos enquanto faziam varreduras na divisa entre os dois estados. Os carros foram abandonados a cerca de 50 metros da rodovia BR 402, na localidade Lagoa do Camelo, a 7 km da divisa com o Ceará e a 56 km de Parnaíba.
Grampos utilizados para furar pneus de viaturas foram encontrados dentro dos veículos apreendidos. — Foto: Polícia Militar/ Divulgação
Dentro dos carros, os policiais encontraram os grampos utilizados para furar pneus de viaturas, placas de veículos de vários estados, máscaras, cápsulas de munição deflagradas e luvas. Segundo o delegado Willame Moraes, do Grupo de Repressão ao Crime Organizado (GRECO), a probabilidade dos veículos serem os mesmos utilizados nas ocorrências de Altos e Campo Maior é grande por terem sido encontrados estes materiais, geralmente usados em roubos a banco.

Os veículos foram rebocados pela Polícia Civil e ficarão à disposição da Polícia Federal e da Polícia Civil, que devem realizar as análises periciais. Ainda segundo o major Palhano, do CIPTUR, os dois veículos, um automóvel sedan e uma pick-up, têm registro de roubo: o automóvel roubado na cidade de Teresina, e a pick-up em uma cidade do estado da Bahia.
Um automóvel sedan e uma pick-up foram localizados a 50 metros da BR 402, próximo à divida do Piauí com o Ceará — Foto: Polícia Militar/ Divulgação
Esta foi a segunda vez em 2018 que a Polícia Militar localiza veículos possivelmente utilizados em roubos a banco na localidade Lagoa do Camelo. Em abril, duas pick-ups foram encontradas pelos donos do terreno onde foram abandonadas, e apreendidas pelo Grupamento da PM de Cajeiro da Praia. Nos veículos, os policiais encontraram rádios comunicadores, câmeras fotográficas, botijão de gás, e grampos para furar pneus.

Um roubo consumado e uma tentativa
Os dois veículos são um automóvel sedan e uma pick-up. São dos mesmos modelos e cores dos veículos utilizados pela quadrilha responsável pelo estouro de uma agência da Caixa Econômica Federal na cidade de Altos, no dia 16 de agosto. Na ocasião, o grupo fez reféns e atirou em vários pontos da cidade. O caso é investigado pela Polícia Federal.
Câmera de segurança flagrou bandidos durante estouro à agência da Caixa Econômica de Altos — Foto: Reprodução
Dezenove dias depois, no dia 4 de setembro, veículos com as mesmas características foram flagrados por uma viatura da Polícia Militar em um posto de combustível na cidade de Barras. O grupo abastecia galões de combustível e fugiu após serem avistados. Durante a perseguição os criminosos utilizaram grampos de ferro para furar os pneus de uma viatura da PM.


Fonte: G1

15 de setembro de 2018

Banco do Nordeste lança edital com 700 vagas

Foi publicado no Diário Ocial da União (DOU) o edital do concurso do Banco do Nordeste (BNB) que visa a preencher 700 vagas em várias unidades do País. Do total de oportunidades, oito são de caráter imediato e 692 para cadastro reserva (CR) de pessoal. 
Candidatos com certicado de ensino médio expedido por instituição reconhecida pelo Ministério da Educação (MEC) podem se candidatar à carreira de analista bancário I (4 vagas + 496 CR). A remuneração inicial oferecida a quem exerce tal posição corresponde a R$ 2.854,68. 
O cargo de especialista técnico I - analista de sistema (4 + 196 CR) aceita prossionais com formação superior completa em ciência da computação, engenharia da computação, engenharia da informação, informática, sistemas de informações, tecnologia da informação, processamento de dados, segurança da informação ou tecnologia em telemática. 
Também poderão participar da seleção do banco os graduados em outros cursos, caso possuam pós-graduação em informática ou segurança da informação, com carga mínima de 360 horas. O salário é de R$ 4.941,17. 
Detalhes Consta no edital do concurso do Banco do Nordeste que os futuros servidores terão de cumprir jornadas de 30 horas semanais. Os selecionados para especialista também receberão um adicional, se tiverem resultado satisfatório, depois de cumprido o contrato de experiência.
Os benefícios concedidos pela instituição são auxílio-refeição, auxílio cesta alimentação, 13ª cesta alimentação, auxílio-creche, seguro de vida em grupo e todos os direitos previstos na Consolidação das Leis do Trabalho (CLT). 
Haverá ainda possibilidade de participação em plano de previdência complementar, de forma contributiva, e oportunidade de ascensão e desenvolvimento prossional. 

Vagas 
As inscrições serão aceitas a partir das 10h de 24 de setembro até as 18h de 15 de outubro. O formulário cadastral cará disponível na página eletrônica da banca organizadora, o Cebraspe (www.cespe.unb.br/concursos). 

Para efetivar a participação, será necessário realizar o pagamento do boleto da taxa. O valor é de R$ 59 (cargo de nível médio) ou R$ 67 (superior). 
Todos os concorrentes passarão pela prova objetiva com questões no estilo certo ou errado na data de 25 de novembro, em horários e locais a serem divulgados com antecedência no site do Cebraspe.
A seleção dos candidatos no concurso do Banco do Nordeste ainda constará de teste discursivo para especialista, avaliação biopsicossocial aos que se declararam com deciência e o procedimento de heteroidenticação complementar à autodeclaração dos candidatos negros.

Cidades
Os exames acontecerão em Brasília/DF e nas seguintes cidades: São Paulo/SP, Belo Horizonte/MG, Aracaju/SE, Maceió/AL, Vitória/ES, Recife/PE, Salvador/BA, João Pessoa/PB, Teresina/PI, Fortaleza/CE, São Luís/MA, Natal/RN, Barreiras/BA, Vitória da Conquista/BA, Montes Claros/MG, Petrolina/PE, Feira de Santana/BA, Juazeiro do Norte/CE, Teólo Otoni/MG, Floriano/PI, Irecê/BA, Sobral/CE, Campina Grande/PB, Parnaíba/PI, Itabuna/BA, Linhares/ES, Patos/PB, Mossoró/RN, Juazeiro/BA, Caxias/MA, Caruaru/PE, Teixeira de Freitas/BA, Imperatriz/MA e Garanhuns/PE.

Lotação das oportunidades
 As chances para especialista do concurso do Banco do Nordeste serão lotadas apenas na cidade de Fortaleza, capital do Estado do Ceará. Já as vagas de analista nos Estados do Alagoas, Bahia, Ceará, Espírito Santo, Minas Gerais, Paraíba, Pernambuco, Piauí, Rio Grande do Norte e Sergipe. Tais ofertas são para diversos municípios, conforme apresentado no edital.


Fonte: Diário do Nordeste

13 de setembro de 2018

Jair Bolsonaro evolui bem após nova cirurgia, diz boletim médico

Jair Bolsonaro (Foto: Divulgação)
BRASÍLIA - O candidato à Presidência da República Jair Bolsonaro (PSL) voltou a ser admitido na Unidade de Terapia Intensiva (UTI) do Hospital Albert Einstein, na capital paulista, onde evolui bem após passar por nova cirurgia, diz boletim médico divulgado na manhã de hoje (13).

Bolsonaro tinha recebido alta da UTI na última terça-feira (11), mas precisou passar por cirurgia de urgência na noite de ontem.

Durante a quarta-feira, o candidato apresentou distensão abdominal progressiva sugerindo o diagnóstico de obstrução intestinal - diagnóstico confirmado por tomografia computadorizada.

Ele foi levado para a cirurgia de urgência onde foram desfeitas as aderências do intestino e liberado o ponto de obstrução. Os médicos cuidaram também de um extravasamento de secreção intestinal em uma das suturas realizadas anteriormente para correção dos ferimentos intestinais.

De acordo com o boletim, esse tipo de complicação é mais frequente em incidentes como o de Bolsonaro do que em cirurgias programadas. Foi realizada limpeza abdominal num procedimento que durou duas horas.

O deputado Major Olímpio (PSL) informou que a evolução do candidato é positiva. Segundo ele, Bolsonaro acordou hoje às 4h da manhã da sedação da cirurgia. “Foi feita a desobstrução, as suturas onde havia extravasamento, inclusive, de material, que estava provocando a dor, o inchaço, as náuseas. A nossa expectativa é de melhoras”, disse. Não há prognóstico sobre tempo de recuperação do candidato.

Histórico
No último dia 6, em Juiz de Fora (MG), Bolsonaro levou uma facada na região abdominal durante atividade de campanha nas ruas da cidade. Ele foi atendido pela Santa Casa de Juiz de Fora onde passou por cirurgia.

Na sexta-feira (7), o candidato foi transferido para o Hospital Albert Einstein, a pedido da família.


Fonte: Imirante.com
.

10 de setembro de 2018

CACHORRO DESAPARECIDO

Quem encontrou ou vier a encontrar, por favor entrar em contato com Mauro Gonzalez 86 99515-2645

Bolsonaro segue sem sinais de infecção e hospital confirma que passará por nova cirurgia posteriormente



Boletim médico do Hospital Albert Einstein informa que Jair Bolsonaro segue "sem sinais de infecção" e confirma que o candidato à Presidência pelo PSL passará por nova cirurgia posteriormente. O comunicado, divulgado na manhã desta segunda-feira (10), diz que a operação será feita para "reconstruir o trânsito intestinal e retirar a bolsa de colostomia".

O presidenciável está internado desde sexta-feira (7) no hospital na Zona Sul de São Paulo se recuperando de uma facada levada durante ato de campanha no Centro de Juiz de Fora (MG), na tarde de quinta (6).

A realização da operação, considerada de grande porte, já estava prevista para depois que o candidato tiver alta. Segundo médicos ouvidos pela reportagem, a cirurgia só deve acontecer daqui a dois meses. Nesse meio tempo, Bolsonaro seguirá com a bolsa externa ligada à barriga.

O boletim médico afirma que, passados quatro dias após o ferimento, o estado do candidato "ainda é grave e permanece em terapia intensiva".

"O paciente permanece ainda com sonda gástrica aberta e em íleo paralítico (paralisia intestinal), que ocorre habitualmente depois de grandes cirurgias e traumas abdominais. Ontem, havia uma movimentação intestinal ainda incipiente e que persiste do mesmo modo hoje", acrescenta o documento, assinado pelos médicos Antônio Luiz Macedo, cirurgião; Leandro Echenique, clínico e cardiologista; e Miguel Cendoroglo, diretor superintendente do hospital.

O comunicado acrescenta que Bolsonaro permanece "recebendo o suporte clínico, cuidado de fisioterapia respiratória e motora, e alimentação exclusivamente parenteral (endovenosa)".
Foto postada por filho de Jair Bolsonaro mostra candidato em poltrona do Hospital Albert Einstein, em São Paulo, fazendo sinais de armas (Foto: Reprodução/Twitter/Flavio Bolsonaro)
No último boletim, divulgado no fim da tarde de domingo, foi informado que o candidato tinha "leve anemia, em decorrência do sangramento inicial".

Foto postada por filho de Jair Bolsonaro mostra candidato em poltrona do Hospital Albert Einstein, em São Paulo, fazendo sinais de armas (Foto: Reprodução/Twitter/Flavio Bolsonaro)

Na tarde de sábado (8), Flávio Bolsonaro, um dos filhos do presidenciável, postou nas redes sociais uma foto do pai em uma poltrona na UTI. Na imagem, ele aparece fazendo sinal de armas com as mãos.

Questionado na porta do hospital sobre o gesto, outro filho do candidato, Eduardo Bolsonaro, disse que o sinal já é uma marca registrada do pai devido à sua posição contra o desarmamento. Eduardo disse também que não vê nada de prejudicial no gesto ou algo que possa gerar violência.

Segundo a cúpula do Einstein, os principais riscos que serão monitorados são pneumonia (pois o candidato ficou muito tempo em choque e perdeu cerca de 2 litros de sangue) e infecção (por causa do vazamento de massa fecal na cavidade abdominal).

A previsão de internação é de sete a dez dias. A retomada das atividades só deve ocorrer após 20 dias.

Bolsonaro estava internado na Santa Casa de Juiz de Fora, em Minas Gerais, onde passou por uma cirurgia após o ataque que sofreu (entenda a operação ao final da reportagem).

A transferência foi feita via aérea, em um avião UTI, na manhã de sexta, até Congonhas. De lá, o candidato foi levado pelo Helicóptero Águia, da Polícia Militar paulista, até o Palácio dos Bandeirantes, sede do governo estadual e vizinha do hospital. Uma ambulância do próprio Einstein o levou do palácio ao centro médico.


Fonte: G1

Rosa Weber nega prorrogação de prazo para PT substituir Lula na chapa

BRASÍLIA - A presidente do Tribunal Superior Eleitoral (TSE), Rosa Weber, negou a prorrogação do prazo para o PT substituir o nome do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva na cabeça de chapa presidencial.

Com a decisão, o PT tem até amanhã (11) para fazer a troca de nomes. Se não definir, o partido pode ficar sem coligação na disputa à Presidência da República.

Nas articulações políticas, o nome que ganha força para substituir Lula é o do candidato a vice-presidente Fernando Haddad, ex-prefeito de São Paulo e ex-ministro da Educação.

Para Rosa Weber, não há motivos para prorrogar o prazo para o PT substituir o nome do ex-presidente na chapa. “Não se justifica, contudo, o deferimento do pedido de sustação da eficácia do acórdão recorrido, ainda que na pretensa extensão mínima”, diz a decisão.

A defesa de Lula pediu a ampliação de prazo para o dia 17, a próxima segunda-feira. Os advogados justificam que é necessário considerar o apelo popular de Lula e as intenções de votos atribuídas a ele nas pesquisas de opinião. A defesa já recorreu da decisão da presidente do TSE.


Fonte: Imirante.com

8 de setembro de 2018

Prefeito entrega casas populares e inaugura garagem de ônibus em Magalhães de Almeida


Na tarde da última sexta-feira (07/09), 24 famílias beneficiárias do programa “Minha Casa Minha Vida”, realizaram o sonho da casa própria. As novas moradias ficam na Vila Badá Coelho, na cidade de Magalhães de Almeida-MA. O local já está com rede de água e luz e as ruas pavimentadas com bloquetes de concreto. 
Durante o ato de entrega das residências, era visível a alegria e emoção no rosto das famílias que receberam os imóveis. Participaram da solenidade o prefeito de Magalhães de Almeida, Dr. Tadeu Sousa; a primeira dama e secretária de Ação Social do município, Kelyane Macedo; o líder político Neto Carvalho; os secretários municipais Antônio Júnior (educação), Edvan Santos (cultura e turismo), Rafael do Badá (infraestrutura), Alexandre Mendonça (esporte), Das Chagas, (agricultura), Itamar Cavalcante (chefe de gabinete); e dos vereadores Antônio José Tobias, Deusdete Portugal, Francisco da Gracy, Camilo Júnior e Bernardo Zezeca. 
O prefeito da cidade destacou o importante momento para as famílias do município. “Mais do que uma casa, essa entrega representa a dignidade para essas famílias que por muito tempo viveram de aluguel”, destacou Tadeu Sousa. 
Após a entrega das casas, o prefeito e comitiva inauguraram a nova garagem dos ônibus escolares da Secretaria Municipal de Educação.

Vice de Bolsonaro admite que pode haver ‘autogolpe’ militar em caso de anarquia

General Hamilton Mourão, vice de Bolsonaro, admite a possibilidade de um golpe de Estado em caso de anarquia

A possibilidade de o Exército tomar o poder sem um pedido expresso do Congresso está no radar do general Hamilton Mourão, vice de Bolsonaro em sua chapa presidencial. Em caso de “anarquia”, disse em entrevista aos jornalistas da Globonews , as Forças Armadas serão convocadas.

O vice de Bolsonaro admite que não há previsão constitucional para que o Exército tome o poder nessas circunstâncias. Contudo, disse, para resguardar a “paz nacional”, a democracia poderia ser sacrificada, no que o general classifica como “autogolpe”.

Questionado pelos jornalistas qual seriam as situações anárquicas que justificariam um golpe , Mourão respondeu: “O próprio presidente é o comandante-chefe das Forças Armadas, ele pode decidir isso. Ele pode decidir empregar as Forças Armadas”.

O general voltou a reafirmar, ainda, seu pensamento relativo à formação social brasileira. Ele disse que sua frase sobre a “indolência herdada dos indígenas” e a “malandragem oriunda dos negros” fora mal interpretada – de acordo com Mourão, importantes sociólogos brasileiros, como Gilberto Freyre e Sergio Buarque de Hollanda seriam alguns dos que introduziram essa tese.

Um dos jornalistas presentes lembrou ao militar que os sociólogos mencionados defendem justamente o contrário em seus escritos, ao que Mourão respondeu tratar-se de “questão de interpretação”.

O militar também comentou sobre o ataque sofrido por Bolsonaro na quinta (6). Para Mourão , é hora de reduzir as tensões no país.

"Nós estamos lançando pequenos vídeos, fazendo contato com os cabeças de chave nos diferentes estados e passando a palavra de ordem: reduzir as tensões. Não adianta haver confronto neste momento, não faz bem para ninguém e é péssimo para o país”, disse.

Como de praxe, o vice de Bolsonaro defendeu, por fim, o coronel Brilhante Ulstra, responsável por diversas mortes e torturas durante a ditadura militar imposta em 1964. “Carlos Alberto Brilhante Ustra foi meu comandante quando era tenente em São Leopoldo. Um homem de coragem, um homem de determinação e que me ensinou muita coisa. Excessos foram cometidos? Excessos foram cometidos. Heróis matam", disse.

Fonte: Ig.com

Município de Caxingó realiza programação alusiva ao 7 de Setembro

Prefeito Washington Luis, Vice Prefeito Chico Barroso, Secretária de Educação; Katia Couto e demais secretários participaram nesta quinta-feira (06) da programação alusiva ao Dia da Independência na cidade de Caxingó e também na zona rural deste município.
O Prefeito Washington Luis e sua equipe prestigiaram desfiles cívicos na localidade Cajazeiras de Baixo e na sede do município.´
Alunos da rede municipal de ensino participaram do evento cívico organizado pela Secretaria Municipal de Educação.
Diretores, professores, funcionários das escolas e também pais de alunos, colaboraram e participaram do evento que já é tradição no calendário da educação e cultura do município


Fonte: Blog Caxingó Noticias

CHARGE DO DIA

charge 08.09
Fonte: DN

Bolsonaro segue na UTI e tem boas condições clínicas, diz boletim médico


Jair Bolsonaro, candidato à Presidência pelo PSL, “mantém-se consciente e em boas condições clínicas” na Unidade de Terapia Intensiva (UTI) do Hospital Albert Einstein, informou boletim médico divulgado na manhã deste sábado (8). Segundo o comunicado, ainda neste sábado ele "será movimentado do leito para a poltrona".

O presidenciável está internado desde sexta-feira (7) no hospital na Zona Sul de São Paulo se recuperando de uma facada levada durante ato de campanha no Centro de Juiz de Fora (MG), na tarde de quinta (6).

De acordo com o boletim, não houve intercorrência nas últimas 24 horas. “Os exames de imagem e laboratoriais realizados durante avaliação médica mostraram resultados estáveis. Encontra-se em boas condições cardiovascular e pulmonar, sem febre ou outros sinais de infecção.”

Ainda de acordo com o boletim, o candidato “mantém jejum oral, recebendo nutrientes por via endovenosa”. “Está mantida a continuidade no tratamento clínico com boa evolução, sem necessidade de procedimento no momento”, completa o comunicado, assinado pelos médicos Antônio Luiz Macedo, Leandro Santini Echenique e Miguel Cendoroglo.

O boletim anterior, divulgado na tarde de sexta, afirmou que "o tratamento iniciado anteriormente em Juiz de Fora (MG) está sendo continuado", e que ele estava "consciente e em boas condições clínicas".

Em sua conta no Twitter, Bolsonaro afirmou que está bem e se recuperando e agradeceu à família e aos médicos.
Bolsonaro diz em rede social que está bem
Fonte: G1

6 de setembro de 2018

Uma facada na campanha


Jair Bolsonaro após ser esfaqueado durante uma campanha em Juiz de Fora, Minas Gerais (Foto: Raysa Leite/AFP)
O atentado bárbaro e covarde contra o deputado Jair Bolsonaro, primeiro colocado nas pesquisas, a um mês do primeiro turno da eleição presidencial mais turbulenta em décadas, deixa a nação perplexa e indignada.

O esfaqueamento teve, ao que tudo indica, motivação política. O homem que confessou o crime foi filiado por sete anos ao PSOL e, nas redes sociais, não escondia a simpatia por ideologias esquerdistas, nem a antipatia por Bolsonaro.

O desvio psíquico que leva alguém a transformar o ódio político que despeja nas redes sociais num ato concreto de violência é tema para discussões acadêmicas. As investigações dirão se o criminoso agiu por conta própria. O que importa, neste momento difícil, é antes de tudo o pleno restabelecimento de Bolsonaro, hoje um dos políticos mais populares do país, e o conforto a seus familiares e amigos.

Em seguida, é essencial que a campanha eleitoral transcorra num clima pacífico. Qualquer democrata digno do nome tem o dever de repudiar a violência em todas as suas manifestações. Contra quem quer que seja. Sem nenhum tipo de qualificativo. A maioria dos adversários de Bolsonaro na corrida pelo Planalto se manifestou de modo correto e solidário nas redes sociais.

Ainda é prematuro inferir do atentado qualquer tipo de efeito na opinião do eleitor. Num primeiro momento, a comoção deverá elevar a simpatia por Bolsonaro, e também sua popularidade, mesmo entre aqueles que resistiam a apoiá-lo. Difícil dizer quanto isso durará.

De todo modo, a partir de hoje o Brasil estará diante de um novo quadro eleitoral. Todas as análises, pesquisas de opinião e previsões feitas até a tarde de hoje devem estar sujeitas a revisão. Doravante, as estratégias de campanha serão outras, o sentimento do eleitor será outro.

Tragédias inesperadas já tiveram consequências determinantes na política brasileira. O assassinato de João Pessoa foi um dos estopins da Revolução de 1930, que levou Getúlio Vargas ao poder. A tentativa de assassinato contra Carlos Lacerda, em 1954, acabou por desencadear o suicídio do próprio Getúlio.

Tragédias também podem ter efeitos passageiros. Mais recentemente, o acidente aéreo em que morreu o então candidato a presidente Eduardo Campos mobilizou o país por alguns dias, mas não teve reflexo político duradouro depois da eleição.

Crimes políticos se destacam entre os índices de violência absurdos do Brasil. Um levantamento recente do jornal O Estado de S. Paulo, feito em março, por ocasião do assassinato da vereadora carioca Marielle Franco, estimou em quase 1.400 os homicídios dessa natureza desde a Lei da Anistia em 1979. Só nos últimos cinco anos, houve perto de 200.

É fundamental que o atentado contra Bolsonaro sirva não para acirrar ainda mais a disputa que racha o país ao meio. Mas que seja um alerta para o risco de que a violência das palavras se transforme, na disputa polarizada que testemunhamos no dia a dia, em violência de fato.

O autor do atentado precisa ser punido nos termos da lei de modo célere. A campanha e a eleição precisam seguir adiante em clima de liberdade e tranquilidade. É inaceitável que a maior conquista da nossa democracia – eleições livres e diretas para presidente e para os demais cargos eletivos – seja manchada pela ideologia abjeta de quem quer destruí-la pela violência.


Por Helio Gurovitz / G1

Jair Bolsonaro leva facada durante ato de campanha em Juiz de Fora


O candidato do PSL à presidência, Jair Bolsonaro, levou uma facada na região da barriga durante um ato de campanha em Juiz de Fora (MG), na tarde desta quinta-feira (6). Um suspeito foi preso.

Bolsonaro foi levado à Santa Casa de Misericórdia de Juiz de Fora. O hospital informou que ele deu entrada na emergência por volta de 15h40, com "uma lesão por material perfurocortante na região do abdômen".

Inicialmente, um de seus filhos, o deputado estadual Flavio Bolsonaro, afirmou que o ferimento havia sido superficial, mas exame indicou a suspeita de uma lesão no fígado. Até a última atualização desta reportagem, Bolsonaro estava sendo operado.

Por volta das 17h50, a TV Globo apurou que foi confirmada uma lesão na alça intestinal, já costurada.

Em nota, a Polícia Federal afirmou: "[Bolsonaro] contava com a escolta de policiais federais quando foi atingido por uma faca durante um ato público na cidade de Juiz de Fora (MG). O agressor foi preso em flagrante e conduzido para a Delegacia da PF naquele município. Foi instaurado inquérito policial para apurar as circunstâncias do fato".

O suspeito de ter dado a facada foi identificado pela PM como Adélio Bispo de Oliveira. Segundo informações da polícia, ele foi espancado por pessoas que estavam no local.

Segundo o comandante do 2º Batalhão da PM de Juiz de Fora, tenente-coronel Marco Antônio Rodrigues de Oliveira, o suspeito "alegou que tentou ferir o candidato Jair Bolsonaro por ter divergências de ideias e pensamentos com ele. Ele não tem nenhuma filiação partidária. Falou que [foi] uma questão pessoal dele. Depois não manifestou mais nada".

No momento em que foi esfaqueado, Bolsonaro estava sendo carregado nos ombros por um apoiador de sua campanha, fazendo corpo a corpo com eleitores, na região do Parque Halfeld. Enquanto ele acenava para os simpatizantes de sua candidatura, o homem se aproximou e deu uma facada no presidenciável.

Fonte: G1