Páginas

11 de agosto de 2016

Suspeito de abusar de bebê será investigado por mais dois estupros


Suspeito de estuprar bebê foi preso em Pedro II (Foto: Reprodução/TV Clube)
Suspeito de estuprar bebê foi preso em Pedro II (Foto: Reprodução/TV Clube)
Após a apreensão do adolescente de 17 anos suspeito de estuprar uma bebê de 1 ano e 3 meses na cidade de Pedro II, duas famílias procuraram a polícia afirmando que o mesmo jovem teria tentado estuprar duas adolescentes. O jovem foi apreendido na noite da terça-feira (9) e está isolado em uma cela no Complexo de Defesa da Cidadania (CDC) em Teresina à disposição da Justiça.

Delegada de pedro II (Foto: Reprodução/TV Clube)
Delegada de pedro II (Foto: Reprodução/TV Clube)
"A família não chegou a polícia na época em que os abusos aconteceram. Só tiveram coragem de denunciar agora, diante da repercussão do caso do bebê. Em posse desta informação, nós abriremos um novo inquérito para apurar. Caso seja provado, ele responderá também por mais esses delitos", falou a delegada Camila Miranda.

O adolescente foi apreendido e é, segundo a polícia, o principal suspeito de ter estuprado a bebê. A menina foi encontrada na manhã do domingo (7) em um terreno perto da casa dela.

A família diz que na madrugada a bebê sumiu do quarto, e que a janela estava aberta. Exames comprovaram o estupro e a vítima teve que passar por uma cirurgia de reconstrução da vagina. Ela continua internada e o estado de saúde é estável. Amostras de DNA estão sendo analisadas para verificar de quem é o material genético encontrado no corpo da criança.

O Conselho Tutelar informou chegou a tomar conhecimento dos casos contra as adolescentes, mas que as famílias não haviam oficializado a denúncia. A delegada não informou quando os abusos ocorreram.

De acordo com o delegado Willame Moraes, gerente de policiamento da Polícia Civil no interior, após ser apreendido, o adolescente confessou o crime e chegou a contar todos os detalhes de como praticou o ato contra a bebê.
Material encontrado no local foi recolhido para passar por perícia (Foto: Robério Mendes/Rádio Imperial)
Material encontrado no local foi recolhido para passar por perícia (Foto: Robério Mendes/Rádio Imperial)
Ao saber da apreensão do menor, a população de Pedro II ocupou a frente da delegacia e em seguida acabou invadindo o prédio. Parte do muro foi quebrado e algumas motos apreendidas no pátio do local foram incendiadas. O adolescente já não estava na delegacia no momento da confusão.

'Faltou instrução'
O G1 conversou com o Conselho Tutelar da cidade de Pedro II para tentar traçar o perfil do agressor. Conforme o conselheiro Francisco José dos Santos, “faltou instrução” ao adolescente apontado como o autor do estupro do bebê. Dentro de casa, apenas a mãe cuida dos quatro filhos adolescentes. Preso por homicídio, o pai é foragido da justiça.

"É uma família bem desestruturada e aconteceu o que faltou para a maioria dos jovens que cometem algum tipo de delito: instrução. Não dá para saber em que momento da vida esse jovem se desvirtuou", contou.

Conforme o conselheiro, a família já chegou a ser observada pela gestão passada do Conselho Tutelar, mas foi um acompanhamento a curto prazo. O jovem já se envolveu com brigas entre grupos rivais e apresentava uma tendência a agressões.

De acordo com o conselheiro, de todos os atos infracionais registrados por adolescentes na cidade, pelo menos 80% dos jovens não sabem ler ou escrever.

"Além da família da vítima, também vamos acompanhar a família desse jovem. A mãe cuida agora dos três irmãos adolescentes que ficaram aos seus cuidados. O quinto é maior e já não mora mais com a mãe e vive em outra cidade. Agora é fazer um trabalho orientado e de prevenção, para que os outros adolescentes não sigam o mesmo caminho que o pai e que o irmão, agora internado", disse.


Fonte: G1 /PI

Nenhum comentário: