Páginas

9 de agosto de 2016

Jovem é apreendido suspeito de estuprar bebê e população invade DP


População invade delegacia de Pedro II (Foto: Blog de Pedro II)
População invade delegacia de Pedro II (Foto: Blog de Pedro II)
Um adolescente de 17 anos foi apreendido suspeito de envolvimento no estupro contra uma bebê de 1 ano e 3 meses em Pedro IIx, Norte do Piauí. Segundo a Polícia Civil, a apreensão ocorreu por volta das 20h desta terça-feira (9). Revoltada a população invadiu e incendiou parte da delegacia e algumas motos que estavam no pátio.

Motos que estavam no pátio de delegacia foram queimadas (Foto: Blog de Pdeo II)
Motos que estavam no pátio de delegacia foram
queimadas (Foto: Blog de Pdeo II)
Ainda de acordo com a polícia, para evitar que o suspeito fosse linchado pelos manifestantes, o suspeito foi levado sob forte esquema de segurança para a cidade de Piripiri.

Entenda o casoA bebê foi encontrada em um matagal com sinais de violência sexual por volta das 7h40 do domingo (7). O local fica a uns 500 metros da casa da avó, onde dormia quando foi levada do quarto ainda na madrugada. A bebê ficou sob os cuidados da avó materna e uma tia após a mãe sair para uma festa. Por volta das 2h, a tia acordou para amamentar a filha e percebeu que a sobrinha não estava mais na cama.

Um morador que preferiu não se identificar relatou ao G1 que um grupo chegou a apedrejar a delegacia. “Foi uma gritaria muito grande. Revoltados os moradores começaram a jogar pedras na delegacia e incendiaram algumas motos que estavam apreendidas no pátio. O objetivo dos populares era encontrar o menor e linchá-lo”, contou.

Menina foi encontrada sem roupa e com vários hematomas pelo corpo (Foto: Robério Mendes/Rádio Imperial)
Menina foi encontrada sem roupa e com vários
hematomas (Foto: Robério Mendes/Rádio Imperial)
Para conter a fúria da população a polícia acionou reforço das cidades vizinhas. Nesta terça-feira a Polícia Civil do Piauí colheu material genético de pelo menos 10 possíveis suspeitos. Além disso, foi feita também a coleta de material no corpo da vítima. De acordo com Antônio Nunes, diretor da Polícia Técnica-Científica do Piauí, o resultado é fundamental para a elucidação do caso.

“Chegou um material enviado pela delegada de Pedro II e está sendo submetido a testes, mas não podemos divulgar porque ainda está havendo investigação, nas próximas horas teremos uma resposta preliminar”, disse.

A suspeita de que uma bebê de 1 ano e 3 meses tenha sido abusada sexualmente abalou a família e deixou a população de Pedro II em estado de choque.

Na manhã do domingo, a notícia do desaparecimento da garota se espalhou pela cidade. Foi quando populares a encontraram sem roupa e com vários hematomas pelo corpo ao lado de um terreno baldio, segundo a polícia, local frequentado por usuários de drogas.

“Havia machucados pela boca e uma lesão próximo ao olho, além disso, a vagina dela estava bastante machucada”, relatou a delegada.

“Nós trabalhamos com a hipótese de ter sido mais de um. Testemunhas falaram em alguns nomes e ao que tudo indica são pessoas que conheciam o local e sabiam que abrindo aquela janela já teria acesso ao quarto”, falou ainda a delegada Camila Miranda.

A menina permanece internada na Maternidade Dona Evangelina Rosa e não corre risco de morte.


Fonte: G1 / PI

Nenhum comentário: