Páginas

7 de agosto de 2016

Bebê de um ano é retirada de casa enquanto dormia e é achada estuprada



Uma bebê de um ano e três meses foi encontrado estuprada em um terreno baldio, próximo à sua casa no bairro Santa Fé, no município de Pedro II (a 195 km de Teresina). Ela havia sido raptada do quarto onde dormia, pela janela, durante a madrugada e levada para esse terreno, que é considerda uma área de cracolândia na cidade. 

De acordo com o delegado Jorge Terceiro, que estava de plantão na regional de Piripiri, foi registrado um boletim de ocorrências na delegacia de Pedro II, por volta das 4h30, constando o desaparecimento da criança. E somente às 8 horas, ela foi encontrada chorando em um matagal que também serve como ponto de usuários de drogas, por ser afastado. 

“A Polícia Militar, o policial civil de plantão, familiares da criança e o conselho tutelar começaram as diligências para procurar a criança, que foi encontrada há três quadras da residência dela. O local é uma boca-de-fumo a céu aberto”, destacou o delegado que recebeu as primeiras e informações e já repassou para a delegada da cidade, Camila Rodrigues, que já começou as investigações. 

A delegada de Pedro II informou ao Cidadeverde.com que já foi confirmado o estupro de vulnerável. “Um laudo preliminar já saiu e foi constatado o estupro. A criança não corre risco de morte, mas está bastante machucada nas partes íntimas e com hematomas na boca e no olho também. Possivelmente vai precisar se cirurgia”, detalha.

Ela disse que começou a ouvir algumas testemunhas e que os policiais continuam as diligencias em busca do suspeito. “Ela dormia em uma cama próximo à janela do quarto. Em um colchão no chão estava a tia, com uma filha pequena, que disse não ter deitado com ela, porque a mãe ia chegar da festa e ficaria com a filha. Ao acordar para dar de mamar à sua bebê, ela viu que a sobrinha não estava na cama e a janela estava entreaberta e correu desesperada até a festa para chamar a mãe da menina”, conta a delegada sobre o depoimento da tia da criança.

A bebê foi encaminhada Maternidade Evangelina Rosa em Teresina, onde permanece internada. “Ainda estamos iniciando as investigações, buscando provas do local do crime, pegando depoimento de quem esteve lá, quem prestou os primeiros socorros”, afirmou a delegada Camila Rodrigues.


Fonte: Cidadeverde.com

Nenhum comentário: