Páginas

4 de junho de 2016

Morre o ex-prefeito de Tutoia Antonio José Neves Rodrigues


Faleceu na tarde de sexta-feira (03/06), o ex-prefeito de Tutoia-MA, senhor Antonio José Neves Rodrigues, aos 92 anos, vítima de causas naturais. Antonio José foi o prefeito que fundou o arraial de Tutoia nos idos dos anos 70. 

Um dos personagens da história de Tutoia, conhecido por sua alegria e por ter sido um homem público de visão que muito contribuiu pelo desenvolvimento do município nos tempos que esteve presente de forma ativa como liderança política. 


Veja abaixo um pouco de sua história:

"Antônio José Neves Rodrigues (foto), nascido em Tutóia, a 10 de julho de 1925, é filho de Delmar Rodrigues e Adalgisa Neves Rodrigues. Ele, parnaibano, filho de Delbão Francisco Rodrigues e Horonina Rodrigues. Ambos donos de salinas em Tutóia. Ela, tutoiense, filha de Paulino Neves, o fundador da cidade. É irmão do padre Jocy Neves Rodrigues (falecido), de Maria de Lourdes Neves Rodrigues e Terezinha de Jesus Rodrigues Pereira (falecida), por ordem de nascimento.

O primário estudou em Tutóia. Seguiu para São Luís, estudando três anos no Seminário Santo Antônio, depois no Colégio Marista e Colégio São Luís, do professor Luís Rêgo. Foi trabalhar na loja Ford, do Grupo Moraes. Conheceu a jovem oeirense Maria Siqueira, com quem casou e teve o filho Delmar Neves Rodrigues.

Retornou a Tutóia. Candidatando-se, nas eleições de 3 de outubro de 1955, pela UDN, à prefeitura da cidade, tendo como vice Antônio José de Oliveira, o Antônio Severo. Seu adversário era Felipe de Almeida Ramos, poderoso comerciante do Rio Novo, que tinha como vice Celso dos Santos Veras, que foram os vencedores, com a cumplicidade do juiz da comarca Pérsio Martins da Silveira, primo, protegido e indicado por Lister Segundo da Silveira Caldas, deputado federal e do grupo de Nemésio Gomes Neves, que os apoiava, juntamente com o senador Vitorino Freire. O candidato Antônio José Neves Rodrigues nunca deixou de dizer que o juiz anulou urnas de redutos importantes que lhe eram favoráveis. Felipe de Almeida Ramos e Celso dos Santos Veras assumiram a 31 de janeiro de 1956, respectivamente os cargos de prefeito e de vice prefeito.

Nas eleições de 3 de outubro de 1960, candidatou-se novamente, concorrendo com Celso dos Santos Veras, vice-prefeito na gestão de Felipe de Almeida Ramos, o vencedor.
Nas eleições de 15 de novembro de 1972, candidata-se, pela terceira vez, à Prefeitura de Tutóia, tendo como vice José Mariano, liderança do povoado Porto de Areia. Apesar de tanto tempo afastado, ainda mantinha viva a sua imagem junto aos correligionários, que prometeram empenho na campanha. Seu adversário foi Manoel de Jesus da Silva, o Manoel Braulino, também veterano em eleições. A disputa foi acirrada, mas dessa vez ele levou a melhor.


Casou-se, em segundas núpcias, com Darli, com quem teve os filhos José Carlos, José Henrique, José Antônio, Cristina e Maria Aparecida. Casou-se, em terceiras núpcias, com Maria, com quem teve o filho José Roberto."


Fonte: Blog do Neto Pimentel

Nenhum comentário: