Páginas

16 de maio de 2016

Reforma pode combinar idade mínima e tempo de contribuição



O plano do presidente interino, Michel Temer, é negociar no prazo de um mês uma proposta de reforma da Previdência que possa ser apresentada ao Congresso. Hoje, Temer terá reunião com sindicalistas.

Para vencer resistências, há possibilidade de um projeto que seja um misto de idade mínima com tempo de contribuição.

Seria fixada uma idade mínima de 65 anos para homens e mulheres e exigido também tempo mínimo de contribuição. Por exemplo: algo entre 40 e 43 anos.

Diante do crescimento da expectativa de vida, tem feito sentido no mundo inteiro a fixação da idade mínima. Mas, para os mais pobres, que tradicionalmente começam a trabalhar mais cedo, só a fixação da idade mínima pode gerar uma situação de enorme desigualdade social. Do ponto vista atuarial, faz sentido elevar o tempo de contribuição para 40 anos ou mais.

Não será fácil fazer um acordo nessa área, mas ele é necessário em respeito às gerações futuras.


Fonte: Blog do Kennedy

Nenhum comentário: