Páginas

19 de maio de 2016

"Mais piauienses deverão assumir cargos federais", anuncia João Henrique

“Fiquei muito feliz pela escolha do presidente Michel Temer em dar preferência para colocar alguém do Piauí pela primeira vez no comando do Conselho Nacional do SESI e agora a minha meta é fazer uma integração no setor da indústria entre governo, empresários e trabalhadores”, disse o ex-ministro João Henrique de Almeida Sousa.
João Henrique, que ocupava o cargo de diretor regional do SENAI, foi nomeado no último dia 17 pelo presidente da República para presidir o Conselho Nacional do Sesi. A pasta é um órgão normativo e fiscalizador do Serviço Social da Indústria (SESI) e seu papel é discutir e estabelecer metas, além de definir programas, aprovar o orçamento do Departamento Nacional e dos Departamentos Regionais da instituição e acompanhar sua execução. 

“Com o apoio do presidente da FIEPI, Zé Filho e dos presidentes de federação da indústria do Nordeste ganhei a confiança de Michel Temer e agora estou no sentido de intensificar o fortalecimento da indústria trabalhando a todo vapor para que a gente consiga retomar a geração de empregos”, disse Sousa.
Ainda de acordo com João Henrique, mais piauienses deverão ser nomeados para cargos federais e torce para que o ex-presidente da Fundação Nacional de Saúde (Funasa), Henrique Pires retorne à pasta. 

“Aqui no Piauí vamos começar bem nossos projetos. Na próxima quarta-feira teremos participação efetivo com uma estrutura grandiosa e monumental em uma escola na cidade de Parnaíba com vaga para três mil alunos”, anunciou. 

João Henrique de Almeida Sousa é advogado, formado em Direito pela Universidade Católica de Pernambuco. Exerceu três mandatos de deputado federal pelo Piauí e já foi secretário de Estado da Educação e de Administração.
O novo presidente do Conselho Nacional do SESI também foi ministro dos Transportes, presidente da Empresa Brasileira de Correios e Telégrafos e diretor de Assuntos Estratégicos da FIEPI. Atualmente João Henrique era o diretor do Serviço Nacional de Aprendizagem Industrial (SENAI-PI).


Fonte: Portal AZ

Nenhum comentário: