Páginas

9 de maio de 2016

Heráclito afirma que Maranhão não tem poder para anular impeachment

O deputado federal Heráclito Fortes (PSB) afirmou, após anulação do processo de impeachment da presidente Dilma Rousseff, assinada na manhã desta segunda-feira (09), pelo presidente interino da Câmara dos Deputados, Waldir Maranhão (PP-MA), que o pepista não tem poder para tomar esta decisão. 
Heráclito Fortes(Imagem:Rayane Trajano/GP1)

Em sua publicação no Facebook, o parlamentar lembrou que Waldir Maranhão “esteve no quarto do hotel de Lula um dia antes da votação, e votou contra impeachment". Heráclito lamentou a justificativa utilizada pelo presidente interino, que alegou que os parlamentares votaram sob pressão e deveriam opinar de acordo com suas convicções pessoais e livremente. 

O deputado disse ainda que em seu argumento, o pepista falava de si mesmo, e que votou perante pressão do ex-presidente Lula. "Ao que parece, o deputado fala por si, afinal, sob pressão, estava ele. Pressão de Lula", declarou. 

O deputado Waldir Maranhão (PP-MA) decide anular o processo de impeachment da presidente Dilma. O deputado, que esteve no quarto do hotel de Lula um dia antes da votação, e votou contra impeachment, não tem poder para tomar tal decisão.

É de se lamentar a justificativa utilizada pelo presidente interino, que, entre seus argumentos, alega que os 367 deputados que votaram a favor do processo, votaram sob pressão e não puderam expressar livremente suas vontades. Ao que parece, o deputado fala por si, afinal, sob pressão, estava ele. Pressão de Lula.


Fonte: GP1

Nenhum comentário: