Páginas

8 de maio de 2016

Dia das Mães: de uma simples comemoração à uma data histórica

Dia das Mães: de uma simples comemoração à uma data histórica
O tão querido Dia das Mães, que é comemorado em todo segundo domingo do mês de maio, representa ao mundo contemporâneo uma das comemorações mais importantes do ano, afinal é uma forma de agradecimento àquelas mulheres que nos colocaram no mundo. Mas você sabe qual é a origem desta data?
Está é, sem dúvidas, uma data singular e muito importante para a cultura ocidental, por isso, o Imirante.com preparou um especial para você conhecer melhor este dia, acompanhe:
História
Apesar de a história antiga ter vários relatos de datas com rituais e festivais em comemoração à figuras femininas importantes, inclusive Maria a mãe de Jesus, foi apenas no século XX que as mães passaram a ter um dia oficial para receberem as homenagens. A escolha da data, por sua vez, tem a ver com uma mulher chamada Anna Jarvis.
Segundo a história oficial de Anna Jarvis, foi ela a responsável por oficializar a comemoração em todo segundo domingo do mês de maio. Apesar de ter conseguido lutar para oficializar a data, a história de Anna para a criação do Dia das Mães não é nenhum pouco alegre.
Anna Jarvis perdeu sua mãe, Ann Marie Reeves Jarvis, em maio de 1905, na cidade de Grafton, no estado da Virgínia Ocidental, EUA. A moça entrou em um estado depressivo após a morte da mãe e suas amigas resolveram fazer uma festa para Anna no segundo domingo de maio, apara tentar animá-la.
Anna Jarvis então teve a ideia de utilizar este dia para homenagear todas as mães do mundo e, junto com suas amigas, organizou um culto numa igreja no ano seguinte para comemorar a data. O tema ganhou repercussão no estado e logo o governador da Virgínia Ocidental, William E. Glassock, definiu a data de 26 de abril de 1910 como o dia oficial de comemoração em homenagem às mães.
Mas foi só no ano de 1914 que o então presidente dos EUA, Woodrow Wilson, propôs que a comemoração do dia das mães fosse em escala nacional em todo segundo domingo de maio. Anna Jarvis, mais tarde ficou magoada por conta da “comercialização” da data e pelo esquecimento do real sentimento que deveria ser compartilhado no dia.
A data no Brasil
No caso do Brasil, o Dia das Mães foi comemorado pela primeira vez em 12 de maio de 1918, na Associação Cristã de Moços de Porto Alegre. Em outros estados, houve também focos de comemoração de mesmo teor, geralmente associados a instituições religiosas. Mas foi somente em 1932, durante o governo provisório de Getúlio Vargas, que o Dia das Mães passou a ser celebrado segundo o molde dos Estados Unidos, isto é, em todo segundo domingo do mês de maio.
Dia das Mães no Mundo
Em todo o mundo a data é comemorada de forma especial. Há algumas diferenças no dia em alguns países, mas o que realmente importa é que as mães não deixam de ser homenageadas em nenhum lugar do mundo.
Na Noruega, por exemplo, o Dia das Mães é comemorado no 2º domingo de fevereiro. Já o primeiro domingo de maio é o dia de homenagear as mães na África do Sul, Cabo Verde, Espanha, Hungria, Lituânia, Moçambique e em Portugal.
O dia 10 de maio é o dia oficial das mães no México, Guatemala, Hong Kong, Malásia, Qatar e em Singapura, já no Paraguai a data é comemorada apenas no dia 15 e na Polônia apenas no dia 26 de maio. A Inglaterra reservou a data de forma bem católica, comemorando no 4º domingo da Quaresma.
França, Haiti, República Dominicana e Suécia comemoram a data no último domingo de maio. Bélgica, Costa Rica e Índia deixaram a festa só pra agosto, mas a maioria dos países como Brasil, Alemanha, Canadá, Peru, Turquia, Suiça, Uruguai, Venezuela e Estados Unidos comemoram no 2º domingo de maio.

Fonte: Imirante.com

Nenhum comentário: