Páginas

18 de março de 2016

Sinte e governo chegam a acordo para fim da greve dos professores do PI

No primeiro dia de aula, professores do estado param atividades no Piauí (Foto: Kassyus)
Um pouco mais de um mês após o início da greve dos professores da rede estadual de ensino, em uma reunião nesta sexta-feira (18) entre o governo do estado e o Sindicato dos Trabalhadores da Educação do Estado do Piauí (Sinte) ficou acertado o fim movimento e o retorno dos profissionais às salas de aula. Apesar do acordo, o fim da greve só poderá ser decretado durante uma assembleia da categoria marcada para a segunda-feira (21).

Segundo o secretário de comunicação do Sinte, Kássyus Lages, o sindicato apresentou uma contra proposta ao governo que se comprometeu em pagar o reajuste de 11,36% parcelado em duas vezes ainda no primeiro semestre.

Entenda o caso“Para evitar o pior chegamos a um acordo com o governador. Apresentamos nossa contra proposta e o governador aceitou parte das nossas reivindicações. Não podemos afirmar o fim da greve porque ainda será feita uma assembleia para ficar mesmo decidido. Depois disso daremos início ao ano letivo”, explicou.

Ainda de acordo com o secretário do sindicato ficou acertado também a liberação da conta que estava bloqueada, a extinção da multa de R$ 600 mil e que não fosse descontado no contra cheque dos servidores os dias em que não exerceram suas funções nas escolas.

Professores estavam parados desde o dia 15 de fevereiro para reivindicar o reajuste salarial de 11,36% dado pelo governo federal. Após audiências sem acordos entre o sindicato e governo do estado, o Tribunal de Justiça havia determinado que 70% da categoria voltasse às salas de aula podendo levar multa diária de R$ 100 mil, caso não cumprissem a liminar. Com a paralização, alunos da rede estadual estavam sendo transferidos para a rede municipal de ensino.  



Fonte: G1 / PI 

Nenhum comentário: