Páginas

14 de fevereiro de 2016

Recessão fez quase 100 mil lojas fecharem as portas no ano passado


12022016_comrcio_govSPQuase 100 mil lojas foram fechadas no ano passado em decorrência da queda nas vendas. A informação consta em levantamento produzido pela Confederação Nacional do Comércio de Bens, Serviços e Turismo (CNC), que caracterizou o cenário de recessão do setor como o pior dos últimos 15 anos.

Além do fechamento líquido de 95,4 mil lojas, o estudo da entidade também revelou uma retração de 13,4% nos estabelecimentos comerciais com ao menos um funcionário. As grandes lojas de varejo não estão em situação melhor. Elas registraram redução de 14,8% no volume de estabelecimentos em 2015. O levantamento da CNC se embasa em dados de dezembro do Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (Caged), do Ministério do Trabalho.

Sem excessões, todos os segmentos do comércio registraram decréscimo no número de lojas, mas os ramos mais afetados foram aqueles que dependem de condições de crédito, como os de materiais de construção (-18,3%), informática e comunicação (-16,6%) e móveis e eletrodomésticos (-15%).

Hipermercados, supermercados e mercearias apresentaram a maior redução no número de lojas, em termos absolutos. Foram 25,6 mil estabelecimentos fechados no ano passado. De acordo com a CNC, o setor possui um a cada três pontos comerciais país.

Quanto aos Estados, Espírito Santo foi, proporcionalmente, o mais atingido pela recessão (-18,5%), seguido por Amapá (-16,6%) e Rio Grande do Sul (-16,4).


Agência CNM com informações da Agência Estado

Nenhum comentário: