Páginas

15 de fevereiro de 2016

Policia Civil de Cocal abre inquérito para investigar vazamento de fotos intimas em Cocal dos Alves

Casos de divulgação de fotos íntimas na internet têm sido mais comuns com a expansão das redes sociais. A Policia Civil de Cocal investiga o vazamento e o compartilhamento por meio do aplicativo WhatsApp das fotos intimas de uma mulher residente no município de Cocal dos Alves. A principal suspeita é que as imagens tenham sido roubadas durante o conserto do aparelho celular da vitima. 
A mulher já registrou uma queixa na delegacia de Cocal, onde compareceu novamente nesta sexta-feira (12/02), acompanhada de um advogado, para informar as autoridades competentes o nome e o endereço dos suspeitos de terem vazado as fotos, bem como de algumas pessoas que estão as compartilhando. Esses serão intimados a comparecer no distrito policial para prestar esclarecimentos nos próximos dias.

Em entrevista ao Blog do Coveiro, o policial civil-Walter Brune, que está à frente do caso, afirmou que não apenas a divulgação, mas o compartilhamento não autorizado pode gerar punições graves. O agente civil ressaltou que a vítima pode processar, penal e civilmente, quem colaborar com a propagação de fotos ou vídeos que gerem o chamado ‘crime contra a honra’.
"A vitima está muito constrangida com a situação e está procurando os meios legais para descobrir de onde partiu a publicação das imagens a fim de mover uma ação indenizatória contra o autor e contra as pessoas que estão as compartilhando. Já foi confeccionado as intimações e nos próximos dias irei ouvir os suspeitos para serem tomadas as medidas necessárias ao caso conforme a lei", detalhou Walter Brune. 

Ainda de acordo o policial, outros casos semelhantes que também se iniciaram em Cocal dos Alves já foram lhe repassados informalmente, mas as vitimas ainda não procuraram a delegacia para formalizar a queixa, para a partir de então, iniciar os trabalhos de investigação.


Fonte: Blog do Coveiro

Nenhum comentário: