Páginas

12 de fevereiro de 2016

Fiéis do TO preparam banquete para cachorros no dia de São Lázaro

No dia de São Lázaro comemorado no Tocantins nesta quinta-feira (11), quem ganhou presente foram os cachorros. Na festa organizada em uma chácara em Luzimangues, distrito de Porto Nacional, católicos fizeram um banquete para os animais, que são protegidos pelo santo. No cardápio, nada de ração ou resto de comida. Tinha arroz, frango caipira, carne de porco e muita salada. A festa é tradição há 70 anos. 
A tradição é clara: os fiéis não podem tocar na comida antes de os animais devorarem o banquete preparado especialmente para eles.  
"A bíblia fala que São Lázaro foi um pobre moribundo que vivia na mendicância e não sobrava nada. Pelo contrário, vinham os cães lamberem suas feridas. Talvez seja daí a devoção que o povo tenha a ele, os moribundos ", explica o padre Leomar de Souza.
Comida é preparada especialmente para os cachorros, em festa em homenagem a São Lázaro (Foto: Reprodução/TV Anhanguera)
Segundo o padre Aderson Alves, a tradição faz menção ao carinho que o santo tinha pelos cachorros.

"Nós lembramos na tradição esse carinho que o São Lázaro tinha pelos animais. Ele foi lambido pelos cachorros e depois ele passa a tratar dos moribundos, aleijados e até mesmo dos animais. Pelo menos uma vez ao ano, os cachorros têm privilégios. Quando eu vejo os cachorros mordendo as coxas de frango caipira que estão ali na panela dá vontade até de ser cachorro pelo menos um dia no ano", brinca.

Antes do banquete, os católicos se reúniram e fizeram uma missa em comemoração ao dia. Depois da celebração, eles cantaram e homenagearam São Lázaro. Em seguida, foi a vez dos cachorros. Uma toalha branca foi colocada no chão e cada animal pôde comer no prato, o alimento feito para eles.

O organizador Adeuvaldo Neves explicou que a tradição é antiga. "Está completando 70 anos exatamente que nossa família cultua esse ato de fé em louvor a São Lázaro. Os cachorros são a essência da festa. Comem igual ou melhor", concluiu.



Fonte: G1

Nenhum comentário: