Páginas

23 de fevereiro de 2016

Denúncias de violência contra a mulher tiveram aumento em fevereiro

EBCEntre os dias 1.º e 9 deste mês, o disque-denúncia recebeu 3.714 relatos de agressão, cárcere e outros abusos contra a mulher. De acordo com números da Central de Atendimento à Mulher – Ligue 180, o aumento na procura pelo serviço no período de carnaval foi 221% maior no ano passado. De 10 a 18 de fevereiro de 2015, dias em que ocorreu a festa, foram registradas 1.158 denúncias. 
Do total de relatos de violência, quase 51% foram encaminhados para autoridades policiais e Ministério Público, a pedido das denunciantes. Segundo a Secretária de Enfrentamento à Violência isso indica uma mudança no comportamento das mulheres, que estão perdendo o medo de denunciar. 
As causas dos registros foram: 51,18% vinculados a violência física; 28,43% a violência psicológica; 7,51% a cárcere privado; 7,16% a violência moral; 3,34% a violência sexual; 2,29% a violência patrimonial e três por tráfico de pessoas, que representa 0,08% de total. 
Diante dos dados, a Confederação Nacional de Municípios (CNM) destaca que o aumento nos registros das denúncias demonstra, mais uma vez, que a política pública para mulheres tem chegada ao seu destino e alcançado importantes avanços na sociedade brasileira. A entidade defende que a mulher tenha lugar e espaço respeitado, assim como garantidos os direitos de liberdade sem sofrer qualquer tipo de violência. 
Central de Atendimento
O Ligue 180 é um serviço de utilidade pública gratuito e confidencial, oferecido pela Secretaria de Políticas para as Mulheres do Ministério das Mulheres, da Igualdade Racial e dos Direitos Humanos. O atendimento é oferecidos 24 horas por dia, todos os dias, inclusive sábados, domingos e feriados.



Agência CNM, com informações do Portal Brasil 

Nenhum comentário: