Páginas

27 de janeiro de 2016

Prefeitura de Cocal propõe aumento do piso para professores maior que o nacional

A Prefeitura de Cocal encaminhou à Câmara Municipal um projeto de Lei que visa aumentar o piso pago aos professores da rede municipal. O aumento será maior que o anunciado pelo Governo Federal, cujo projeto ainda tramita no Senado Federal.
O reajuste anunciado pelo Governo Federal para o ano de 2016 é de 11,36%, elevando o salário base, de 40 horas semanais para professores da rede básica, de R$ R$ 1.917,78 para R$ 2.135,64. O projeto proposto pela Prefeitura de Cocal é que o aumento seja de 12,11%, elevando o salário da categoria para R$ 2.150,02.
“Temos a certeza de que o aumento, acima do piso nacional proposto, trará vários benefícios para a população como um todo, não só à classe de professores. Será um investimento na Educação básica do município e serve como reconhecimento ao bom trabalho desenvolvido”, declara o prefeito Rubens Vieira.
Segundo a secretária de Educação de Cocal, Raimunda Albuquerque, o aumento, caso seja aprovado, será pago o retroativo ao mês de janeiro de 2016. Cocal possui 53 escolas municipais distribuídas nas zonas urbana e rural e 284 professores efetivos.
Os vereadores discutirão o aumento nesta quarta-feira (27), em sessão extraordinária. Em reunião ocorrida na sede da Prefeitura, o prefeito Rubens Vieira entregou a documentação aos vereadores presentes.
A reunião contou com a presença de representantes do Sindicato dos Servidores Públicos Municipais de Cocal (SINDSERM), do Sindicato dos Trabalhadores em Educação Básica Pública do Piauí (SINTE), e do presidente do Conselho do Fundo de Manutenção e Desenvolvimento da Educação Básica e de Valorização dos Profissionais da Educação (FUNDEB).


Fonte: ASCOM | PMC

Nenhum comentário: