Páginas

28 de janeiro de 2016

Câmara de Cocal aprova reajuste para professores maior do que o nacional

A Câmara Municipal de Cocal aprovou Projeto de Lei, de autoria da Prefeitura Municipal, que prevê reajuste de 12,11% no piso salarial dos professores da rede municipal de ensino. A votação aconteceu durante duas sessões extraordinárias realizadas na última quarta-feira (27).

O aumento é maior que o anunciado pelo Governo federal, cujo projeto ainda tramita no Senado Federal e prevê, para o ano de 2016, reajuste de 11,36%, elevando o salário base, de 40 horas semanais para professores da rede básica, de R$ R$ 1.917,78 para R$ 2.135,64. O projeto proposto pela Prefeitura de Cocal é que com o aumento de 12,11% o salário da categoria seja elevado para R$ 2.150,02.
O prefeito de Cocal, Rubens Vieira, ressalta a importância do aumento para a educação cocalense. “Esse reajuste representa um investimento na educação básica do município e serve como reconhecimento ao bom trabalho desenvolvido. Acreditamos que o aumento, acima do piso nacional proposto, representa o nosso compromisso com a valorização dos profissionais e com a educação de Cocal”, declara o prefeito Rubens Vieira.

Com o projeto já aprovado pelos vereadores, o reajuste será pago retroativo ao mês de janeiro de 2016. Cocal possui 53 escolas municipais distribuídas nas zonas urbana e rural e 284 professores efetivos.

A votação do projeto na Câmara Municipal também foi acompanhada pelos representantes do Sindicato dos Servidores Públicos Municipais de Cocal (SINDSERM), do Sindicato dos Trabalhadores em Educação Básica Pública do Piauí (SINTE) e do presidente do Conselho do Fundo de Manutenção e Desenvolvimento da Educação Básica e de Valorização dos Profissionais da Educação (FUNDEB).



Fonte: ASCOM | PMC

Nenhum comentário: