Páginas

3 de dezembro de 2015

Wellington Dias se reúne com Fábio Abreu e equipe de Segurança para tratar da crise no setor

Na manhã desta quinta-feira (03/12), o governador Wellington Dias se reuniu com o secretário Estadual de Segurança, capitão Fábio Abreu e a equipe de segurança do estado, para tratar das medidas a serem tomadas para resolver a crise que se instalou no setor. Desde o último sábado (28/11), policiais militares deram início ao movimento Polícia Legal, fazendo reivindicações para a categoria.
De acordo com o secretário de Segurança, o governo cumprirá todos os acordos com os militares, como aumento de salários e horas extras cumpridas. Sobre as prisões Fábio Abreu afirmou apenas que a hierarquia tem que ser cumprida.
Já o governador, em meio as prisões de PMs, disse que “crime vai ser tratado como crime”. Ele afirmou que o Estado fará o que for preciso para garantir a segurança da população. “Quero deixar claro que o governo se reuniu para tratar de estratégias para manter a ordem e a segurança. Tudo que foi acertado vem sendo cumprido pelo governo”, comentou.
O secretário de Segurança, Fábio Abreu, ainda informou que as reivindicações da categoria, sobre promoções, estão sendo estudadas. Ele nega que tenha faltado diálogo. “Todas as ações que foram feitas nós informamos à categoria. A hierarquia tem que ser respeitada. Se foi cometido crime tem que ser apurado e investigado. Não podia agir de outra forma”, completou.
Fábio Abreu nega que tenha faltado diálogo e afirma que mudanças na lei de promoções da categoria deverá ser atendida. “Todo o processo realizado até esse momento foi comunicado à categoria por meio de suas associações. Eles participaram desse processo. Isso não pode ser argumentado. O projeto de restruturação da PM é complexo e precisa de mais tempo”, comentou. 

Fonte: O OLHO

Nenhum comentário: