Páginas

21 de dezembro de 2015

Pesquisa mostra que endividamento de famílias aumentou no final de ano

Marcos Santos
O brasileiro vai fechar o ano sem chave de ouro nas finanças: o número de famílias endividadas aumentou de 59,3% a 61,1% na comparação entre dezembro de 2014 e 2015, de acordo com dados inéditos da Confederação Nacional do Comércio de Bens, Serviços e Turismo.
Famílias com dívidas ou conta em atraso chegaram a 23,2%, maior nível desde junho de 2012.
A Pesquisa de Endividamento e Inadimplência do Consumidor mostrou ainda que a situação é pior dentre as famílias que ganham até 10 salários mínimos: as endividadas passaram de 60,6% para 62,2%.
No grupo com rendimento acima deste valor, os endividados foram 52,2% em dezembro de 2014 contra 56% neste ano.
Apesar da média anual de famílias endividas ter sido menor neste ano — 61,1% contra 61,9% no ano passado —, dados mostram uma piora no último trimestre.
cartão de crédito foi responsável por dívidas em 78,3% das famílias, seguido de carnês (16,7%) e financiamentos de carro (12,9%).

Por: Lauro Jardim / O Globo

Nenhum comentário: