Páginas

29 de novembro de 2015

Movimento de policiais em protesto diz que agora a “crise vai se instalar”

O movimento Polícia Legal, realizado por um grupo de policiais militares em protesto, teria agora avançado para a sua terceira fase, depois de passar pela fase ‘Tolerância Zero’. Dizem que agora "a crise vai se instalar".
Em um texto que tem circulado via redes sociais atribuído ao “Capitão Anderson”, esses PMs em protesto desde a morte de um colega dizem que não seguirão mais nem mesmo ordens do comandante geral, o coronel Carlos Augusto.
A revolta se deve ao que o movimento considera “arrogância” por parte do comando da PM-PI. Eles se consideram desrespeitados. Para o movimento apenas o governador Wellington Dias (PT) os representa, pois ordens do comando serão ignoradas.
Veja o texto que circula na Internet:
“Depois da Deflagração do Policia Legal, o Movimento Juntos Somos Mais Fortes entra na sua terceira fase e com ela rodam as cabeças do Comandante Geral, Cel Carlos Augusto e seu Subcomandante Geral, Cel Lindomar. A partir das 18 horas deixam se ser nossos representantes e o Governador vai ter que legitimar outros Comandantes se quiser controlar a crise que vai se instalar.
O Cel Carlos Augusto não nos representa mais. Comandante que em sua arrogância diz que Lei pra militar no Piauí só se for a que ele fizer, dentro do seu gabinete e do jeito que ele fizer, não merece nosso respeito. E qualquer um que defenda este tipo de comando não merece nosso respeito. Por uma Policia mais justa, mais humanizada, mais digna, mais integrada e mais moderna.
A PMPI é dos policiais militares e serve a sociedade piauiense e não de propriedade de alguns oficiais de gabinete que a usam em interesse pessoal. JUNTOS SOMOS MAIS FORTES! A HORA É AGORA! (Cap. Anderson)”
O MOVIMENTO
O movimento Polícia Legal foi iniciado às 18h deste sábado (28/11), com policiais e bombeiros garantindo que não vão mais atender ocorrências nas ruas e nem mesmo fazer o tradicional policiamento ostensivo. Há inclusive a informação de que não será repassadas às viaturas as ocorrências que forem atendidas via COPOM. Em cartaz (veja abaixo), os PMs em protesto alertam a população para que "tomem medidas preventivas".

                                             Cartaz que tem sido divulgado pelos policiais em protesto (Foto: Divulgação)
O QUE DIZ A PM-PI
A reportagem do O Olho entrou em contato com o comandante da PM-PI coronel Carlos Augusto através de sua assessoria de imprensa. Segundo o Major John, o comando da Polícia Militar não irá se manifestar sobre o movimento Polícia Legal. “O nosso posicionamento continua sendo o mesmo da nota que emitimos à toda a imprensa no meio da semana”, disse o major. Ele também garantiu que, apesar do movimento, todos os atendimentos, inclusive via COPOM, estão sim sendo feitos.
                                   Coronel Carlos Augusto: segundo assessoria, não vai se manifestar (Foto: Divulgação)


Fonte: Portal O Olho

Nenhum comentário: