Páginas

13 de outubro de 2015

Suspeito tenta furto e pede socorro após ficar preso em 'caixa de ar'

Homem ficou pendurado em caixa de ar-condicionado  (Foto: Arquivo pessoal)
Um homem de aproximadamente 1,60m e 80 kg ficou preso numa caixa de ar-condicionado, depois de tentar entrar pelo pequeno espaço para furtar uma vidraçaria, em Manaus. O caso ocorreu no bairro Compensa, na Zona Oeste, na madrugada desta segunda-feira (12). 

O homem apresentava sinais de embriaguez e vestia apenas cueca. Quando percebeu que não conseguiria entrar na loja e nem sair da caixa, ele pediu socorro. Os vizinhos, assustados com a cena, chamaram a polícia, mas antes amarraram uma das pernas do suspeito a uma grade.

Em poucos minutos chegou ao local e se deparou com a cena, que avaliou como "absurda e engraçada".O empresário Adonias Oliveira de Lima, de 32 anos, disse que eram 4h quando recebeu um telefonema avisando sobre a tentativa de furto em sua loja.

"Ele [suspeito] subiu em uma cadeira, empurrou o ar-condicionado para dentro da loja e tentou entrar. Como não conseguiu, tentou sair, mas acabou ficando entalado. Sem alternativa, ele começou a gritar e pedir socorro", disse o empresário.

Resgate
Foi necessário o esforço de cinco homens para "desentalar" o suspeito. Ainda foi preciso quebrar uma parte da caixa de ar-condicionado com um martelo. O "resgate" durou duas horas.

A parede interna da loja ficou suja com as marcas das mãos do suspeito, que fazia esforço para entrar no estabelecimento. O dono da loja disse que teve R$ 1,2 mil em prejuízos.

Ele terá que comprar outro condicionador de ar, já que o aparelho quebrou quando o suspeito o empurrou para dentro da loja. Também terá que colocar grades na caixa de ar, para evitar novos furtos, e pintar a parede interna.

Lima disse ainda que os policiais militares que atenderam a ocorrência evitaram que o homem fosse linchado por moradores. Ele foi levado ao 5º Distrito Integrado de Polícia, mas o empresário desistiu de registrar a ocorrência.

"A prisão não iria dar em nada. Ele seria preso e solto em pouco tempo. Eu já estava cansado de toda essa situação, iria trabalhar logo depois, então desisti de levar o caso adiante", disse.

Moradores disseram que o suspeito esteve preso e foi solto há pouco tempo. Ele seria conhecido por cometer furtos na região.

"Ele [suspeito] estava muito bêbado, pedia desculpas, perdão, estava muito sujo. Falei para ele não fazer isso novamente, para não aparecer mais em minha loja. Não permiti que fosse linchado e ainda o levei para se lavar", disse o empresário Adonias Lima, que afirmou não guardar rancor do suspeito.

Em um ano e meio, esse foi o primeiro caso de tentativa de furto registrado na loja. O empresário pede reforço no policiamento ostensivo da PM. De acordo com a Polícia Civil, não há registro de boletim de ocorrência contra o suspeito.


Fonte: G1

Nenhum comentário: