Páginas

11 de setembro de 2015

Joelma diz se sentir ameaçada por Chimbinha e polícia aciona Lei Maria da Penha



Um dia depois de Joelma, da banda Calypso, dar um depoimento a portas fechadas em uma delegacia do bairro de Jaderlândia, em Ananindeua (PA), a assessoria de imprensa da Polícia Civil do Pará divulgou nesta quinta-feira um comunicado em que afirma que o caso da cantora foi transferido para a Divisão Especializada no Atendimento à Mulher, por conta da natureza de sua denúncia, prevista na Lei Maria da Penha.

Uma reportagem do programa Bom Dia Pará, da TV Liberal Belém, afiliada da Rede Globo, divulgou trechos de um boletim de ocorrência que teria sido registrado por Joelma. A cantora afirma estar se sentindo ameaçada pelo ex-marido, Cledivan de Almeida Farias, conhecido como Chimbinha. Ela diz que foi traída pelo músico e que, por esse motivo, decidiu pedir o divórcio, mas ele não se conformou e liga diariamente para as suas empregadas.

Joelma ainda disse temer pela sua integridade física, pois o guitarrista tem histórico de violência, já que chegou a agredir fisicamente um dançarino da banda Calypso no passado. Por causa disso, ela afirmou ter saído de casa no dia 1º de setembro e ficou sabendo que Chimbinha teria dito que isso "ainda ia acabar em morte".

Em nota, a Polícia Civil do Pará afirma que iniciou uma investigação por meio de sua Corregedoria-Geral para apurar o vazamento de informações contidas no boletim de ocorrência registrado pela cantora. "A Polícia Civil ressalta ainda que todas as informações referentes à apuração da denúncia serão tratadas em absoluto sigilo, conforme previsto na legislação penal brasileira", diz o texto.

O caso lembra o de Zilu e Zezé Di Camargo no ano passado, quando a ex do sertanejo foi vista saindo de uma delegacia em Barueri (SP), onde teria ido para se informar como se proteger de ataques do cantor na internet. Na ocasião, Zezé criticou a ex por acompanhar a chamada imprensa marrom, especializada em fofocas e sensacionalismo. Segundo ele, "só lixo", que "artistas" e "pessoas do bem" não seguiriam.

Separação - Joelma e Chimbinha anunciaram o fim do casamento de 18 anos em meados de agosto. Poucos dias depois, Chimbinha divulgou um comunicado em que negava a traição e dizia acreditar que eles superariam os problemas conjugais. "Não posso e não quero perder a minha família. Não quero viver longe de Joelma, a única mulher que amo verdadeiramente nessa vida. Deus vai me ajudar. Deus vai nos ajudar, e juntos - eu, Joelma e nossos filhos - voltaremos a viver novos e eternos dias felizes", dizia a nota. Nesta quarta-feira, um áudio que seria de Chimbinha admitindo ter traído Joelma caiu na internet, mas a veracidade não foi confirmada pela assessoria da banda Calypso.



Fonte: Veja.com

Nenhum comentário: