Páginas

26 de setembro de 2015

Após protesto, TJ nomeia juiz titular para a 1ª Vara Cível de Parnaíba

Após manifestação do Movimento Jovem Advogado de Parnaíba, que contou com o apoio da Seccional Piauí da Ordem dos Advogados do Brasil, o presidente do Tribunal de Justiça do Piauí (TJ-PI), desembargador Raimundo Eufrásio Alves Filho, promoveu o Juiz de Direito Antônio Francisco Gomes de Oliveira para juiz titular da 1ª Vara Cível da Comarca de Parnaíba. O magistrado advém da Vara Única de Itainópolis e deverá ser empossado na próxima segunda-feira (28).
O Provimento nº 57/2015 foi publicado na edição desta sexta-feira (25) do Diário de Justiça, após aprovação da promoção em sessão ordinária da Corte Estadual no dia 24 de setembro deste ano.
O presidente da OAB-PI, Willian Guimarães, informou à presidência do TJ-PI que a indicação do magistrado não resolve os problemas vivenciados pelo jurisdicionado de Parnaíba. “A Comarca de Parnaíba vem sofrendo há um certo tempo. Além da ausência de juiz na 1ª Vara Cível, existe o caso da 2ª Vara Cível, em que o magistrado está ausente em virtude de recorrentes licenças médicas”, comentou.
Guimarães sugeriu ao Tribunal que seja designado um juiz auxiliar para o Juizado Especial Cível e Criminal e 2ª Vara Cível, por um período determinado, a fim de dar vazão aos processos que estão acumulados.
O desembargador Raimundo Eufrásio se comprometeu a analisar a sugestão indicada pela OAB-PI e a buscar uma solução efetiva para os problemas vivenciados pela advocacia e sociedade parnaibana.
Estiveram presentes, o conselheiro Norberto Campelo, do Conselho Nacional de Justiça; o corregedor geral de Justiça do Piauí, desembargador Sebastião Martins; o desembargador Ricardo Gentil; e os juízes auxiliares da presidência do TJ-PI e da Corregedoria de Justiça, Melissa Pessoa e Paulo Max, respectivamente.
Da Editoria de Cidades
cidades@cidadeverde.com

Nenhum comentário: