Páginas

23 de agosto de 2015

Zé Filho foi quem pediu a polícia para deter avião que pousou sem autorização em sua Fazenda

Aeronave fez pouso irregular na fazenda do ex-governador Zé Filho(Imagem:GP1)
imagem GP1
A solicitação para que a Polícia Militar fizesse a detenção do avião que pousou sem autorização por volta das 15h30 de ontem (22), na pista de pouso da Fazenda Buriti, na cidade de Buriti dos Lopes, partiu do ex-governador e presidente da FIEPI, Zé Filho, que mandou que o seu piloto, comandante Lobo, entrasse em contato com a polícia. Antes do avião pousar, um motorista em um automóvel Sentra, com placas de São Paulo, chegou até a Fazenda Buriti perguntando para o gerente da mesma, Edilson, se podia pousar um avião na pista da fazenda. Edilson então, chamou o comandante Lobo que se encontrava na propriedade para que este conversasse com o motorista. Lobo perguntou porque queriam pousar na fazenda. O motorista respondeu que a pista do Aeroporto de Parnaíba estava com problema. O comandante Lobo disse para o motorista que Zé Filho não autorizava o pouso na sua fazenda. Lobo, com autorização de Zé Filho, entrou em contato via WhatsApp com o coronel PM Paulo de Tarso (Comandante do Policiamento do Interior), informando que um avião ‘estranho’ estava sobrevoando a região querendo pousa na fazenda de Zé Filho. Mesmo assim o avião pousou minutos depois da conversa e rapidamente funcionários da Fazenda foram para pista colocando carros na frente e atrás do avião para impedir que aeronave decolasse numa possível fuga até a chegada da polícia. O Major Adriano Lucena comandante do 2º BPM de Parnaíba recebeu determinação do Coronel Paulo de Tarso e rapidamente mandou várias equipes da Polícia Militar de Parnaíba e de Buriti dos Lopes para fazenda do ex-governador onde a aeronave pousou sem autorização. O piloto, o motorista e um casal de turistas franceses foram conduzidos pela PM para a Polícia Federal em Parnaíba.

Nenhum comentário: