Páginas

21 de agosto de 2015

Zé Filho diz que vai lutar ao lado de Wellington Dias por melhorias

O ex-governador Zé Filho (PMDB) deu uma espécie de trégua nas críticas ao atual governo e se mostrou aberto a colaborar com o governador Wellington Dias (PT) na busca de soluções para superar as dificuldades. As declarações foram dadas à TV Cidade Verde durante recepção ao presidente do Conselho Nacional do Sesi, Gilberto Carvalho, em Teresina.
O peemedebista ressaltou que não é pessimista e que o Brasil tem uma capacidade muito grande de superar a crise
"Não sou pessimista de jeito nenhum, sou otimista e acredito que o Brasil tem uma capacidade muito grande, ele sempre se recuperou de outras crises. Eu quero o bem do país e do povo brasileiro e vamos lutar junto com o governador Wellington e os outros governos para buscar as melhorias necessárias”, afirmou, ressaltando que é importante que o Governo Federal assuma os erros e busque soluções para a crise econômica.

PMDB
O ex-governador fastou também, os boatos de que ele estaria deixando o PMDB. Zé Filho disse que sempre teve o apoio da sigla e que levanta sua bandeira.
"Nunca existiu isso, estou muito bem no PMDB. Defendo o partido e levanto a bandeira. Não tem porque deixar o partido, porque sempre tive apoio nas disputas eleitorais que pleiteei", declarou, ressaltando que ainda não sabe quando voltará a disputar uma eleição.
Sobre a visita do Presidente do Conselho Nacional do Sesi, Gilberto Carvalho, Zé Filho disse que pretente investir em novas escolas no Estado. "É de uma importância muito grande a visita do presidente do Conselho Nacional ao Piauí. Pretendemos investir em novas escolas e o presidente vem nos apoiar nessas ações e é importante que ele tenha esse conhecimento", disse.
Sobre os cortes feitos no setor, Zé Filho afirmou que eram necessários. "Os cortes que tinham que ser feitos já foram feitos os outros ajustes são nos custos operacionais das entidades isso que está acontecendo é no país todo e tivemos que nos adequar. Somos otimistas nesse momento que a gente precisa parar e olhar para frente e buscar as soluções que o caso requer".

Lucas Marreiros (Especial para o Cidadeverde.com)
redacao@cidadeverde.com

Nenhum comentário: