Páginas

6 de maio de 2015

Apraxia e DHDA: azeite, nozes e sardinha na prevenção de problemas de atenção

Sardinha, Salmão e Atum
Dificuldade em formar sons e palavras nas crianças? Desatenção e hiperatividade? De acordo com pesquisadores, alimentos ricos em vitamina E - como nozes, castanha-do-pará, ervilhas, milho, manteiga e azeite, e ômega-3adicional - como salmão, atum, sardinha, nozes, entre outros, são ativos na prevenção de problemas neurodesenvolvimentais (DND).
Apraxia e Desordem de Hiperatividade e Déficit de Atenção (DHDA) são exemplos de DND que afetam crianças e adultos. A apraxia é uma desordem pouco entendida, multisintomática, som da fala caracterizada pela inabilidade da criança em formar sons e palavras. DHDA está associada com adificuldade em focar, desatenção, hiperatividade e impulsividade
Diagnóstico simples é frequentemente difícil
Devido ao fato que muitas dessas DND exibem comorbidade e déficits cognitivos, comportamentais e de habilidade motora da fala, o diagnóstico simples é frequentemente difícil. Tem sido especulado que as DND são influenciadas por fatores ambientais como uma exposição a poluentes ou toxinas, redução nos mecanismos de defesa antioxidantes e, em casos de apraxia, possíveis síndromes de má absorção.
Nutrição rica em ácidos graxos como prevenção, especialmente na gravidez
De uma perspectiva cerebral-comportamental, os distúrbios de percepção, atenção e comportamento encontrados em crianças com essas desordens revelam paralelos com os sintomas observados de deficiência de ácidos graxos, especialmente o ômega-3. Quando esses ácidos graxos são inadequadamente obtidos no útero via dieta materna, o desenvolvimento neurológico é significativamente afetado.
Pesquisadores ressaltam que o requerimento para vitamina E adicional também é recomendado na presença de ômega-3 adicional, pois um aumento desse ácido graxo aumenta as necessidades dessa vitamina. Alguns estudos demonstram a eficácia destes na prevenção de problemas neurodesenvolvimentais.

Fonte: Diário do Nordeste

Nenhum comentário: