Páginas

25 de março de 2015

Vigia da FACOE é morto com 3 tiros em Parnaíba

Por volta das 20h30 desta terça-feira (24), dois homens em um Chevrolet celta de cor preta, entraram no prédio da FACOE (Faculdade de Odontologia e Enfermagem) da UESPI em Parnaíba, localizada na Avenida São Sebastião, Bairro Planalto de Monteserrathe, próximo à casa de shows “M Shows”.

Enquanto um dos bandidos abordava o vigilante, o outro fazia a cobertura dentro do carro estacionado à porta da faculdade. “Ele chegou e eu pensei que fosse um estudante que tivesse esquecido alguma coisa, aí quando ele chegou perto falou, passa a arma, eu respondi que não tinha arma, aí ele mandou eu entregar o celular e disse que como eu não tinha arma era pra ir pra trás do prédio porque eu ia morrer, aí eu disse, seja feito a vontade de Deus, foi quando o Sr. Francisco apareceu na porta e na distração do bandido eu consegui escapar, nessa hora o Sr. Francisco correu pra cima dele e eu corri pra dentro do prédio, só ouvi os tiros”. Relatou muito nervoso o vigilante à reportagem do Tribuna de Parnaíba.com
Francisco das Chagas Sousa, de 52 anos, era vigia efetivo do Estado do Piauí, o vigilante que primeiro foi abordado é de uma empresa terceirizada, nenhum dos dois possuía arma de fogo.

Após travar luta com o elemento, Sr. Francisco foi alvejado com 3 disparos, sendo dois na região do tórax e um na cabeça. Mesmo baleado, Sr. Francisco ainda conseguiu correr para dentro da Faculdade, vindo a cair no hall de entrada, o elemento aparentemente também foi ferido, pois havia um rastro de sangue desde o local da luta até o portão de saída, onde o mesmo entrou no veículo fugindo no sentido da BR 343 (aeroporto).

Informações de testemunhas que ouviram os primeiros disparos é de que o elemento na fuga ainda disparou várias vezes para o alto. Três viaturas do SAMU chegaram ao local, porém a vítima já estava sem vida.

Por volta das 21h30 uma informação que um elemento esfaqueado estaria morto no Bairro Colina do Alvorada, mobilizou toda a equipe da polícia que se encontrava no local, mas era apenas trote, ou até mesmo uma pista falsa para ludibriar a polícia.
O corpo só foi removido às 22h30 após várias ligações para delegados, pois o IML recusava-se a atender a ocorrência devido ao corte de gratificações feito pelo Governador Wellington Dias. Até o fechamento desta matéria não havia pistas sobre os assassinos, somente a informação que possivelmente um estaria ferido.


Edição Blog do Yuri Gomes / Fonte: Tribuna da Parnaíba

Nenhum comentário: