Páginas

16 de março de 2015

Público escolhe nome Clara para a primeira leoa branca nascida no Brasil

Acredita-se que existam apenas 300 leões brancos no mundo e os únicos exemplares do Brasil estão em Santa Catarina. Um deles é a leoa Pretória, que veio da África e acaba de ter uma filhotinha. É a primeira leoa branca a nascer no Brasil.
Ela faz cara de fera mas não convence ninguém. É uma filhotinha adorável que gosta de começar o dia com um delicioso banho de sol!
“A radiação solar e principalmente a ultravioleta, ajuda a fixar o cálcio. É como se fosse um bebê, humano, precisa de sol também”, explica o veterinário José Daniel Fedullo.
E parece um bebezão mesmo gente, coisa mais fofa do mundo. Ela mama de 3 em 3 horas e o leite, é uma mistura de leite de cabra com de VITAMINAS E sais minerais.
A filhote tem quase dois meses. As imagens do vídeo acima foram gravadas poucos dias depois do nascimento. E os veterinários dão mamadeira desde o primeiro dia de vida. Os pais vieram da África do Sul há quatro anos para um parque em Santa Catarina. Os leões brancos são da mesma espécie dos leões que todos nós conhecemos. A diferença está apenas a cor do pelo.
“É uma alteração genética, é um gene recessivo, que pode dar origem a um animal branco. Ao contrário do albino, ele tem pigmentação nos olhos”, conta o veterinário José Daniel Fedullo.
Fantástico: Aliás, os leões brancos estão em extinção. O número de leões no planeta é muito pequeno?
José Daniel Fedullo, veterinário: Muito pequeno. Nós sabemos que sob cuidados humanos, em torno de 300 animais. Estes leões na década de 70 eles foram muito caçados, eles eram troféus de caça.
 
Hoje, a maioria dos bebês de leões brancos nasce em cativeiro. E a leoazinha brasileira já teve que enfrentar um grande desafio: a rejeição da mãe. Como foi rejeitada ela aceita muito o contato humano. Aliás, ela precisa de carinho.

Fantástico: Porque ela foi rejeitada pela mãe? O que acontece?
José Daniel Fedullo, veterinário: É um comportamento que ocorre com uma certa frequência em animais de zoológico principalmente no primeiro nascimento. As mães se acham inseguras para manter os seus filhotes e acabam rejeitando.
Fantástico: E não vale a pena insistir, deixar ela lá com a leoa?
Veterinário: É um risco muito grande porque eles vão ficando cada vez mais fracos porque ela não amamenta.
Fantástico: Tem algum momento, que ela vai poder voltar a fazer contato com o pai e com a mãe?
Veterinário: É nós acreditamos que sim, não agora. Ela é muito pequena e o risco de ser agredida é muito grande.

A filhotinha só deve reencontrar os pais – e ser apresentada ao público depois dos seis meses de idade. Por enquanto ela vive isolada, mas coberta de carinho. O veterinário colocou até um berço no escritório e acompanha o crescimento passo a passo.
“Ela vai chegar num ponto que ela vai começar a crescer muito rápido, isso é normal. Em 11, 12 meses ela vai estar com um peso próximo ao peso de adulto. Ou seja uma fêmea vai estar com 140, 150 quilos, por aí”, conta o veterinário José Daniel Fedullo.
Fantástico: Então eu vou aproveitar para pegar no colo agora, enquanto pesa ainda só quatro quilinhos e a gente ainda pode brincar Porque imagina com 5, 6, meses pesando 50 quilos não vai dar para fazer isso.


Fonte: Globo.com

Nenhum comentário: