Páginas

10 de março de 2015

Polícia está bem próximo de elucidar a causa da morte da cabeleireira

 Neiliane Araújo - Foto de Faceboock
Neiliane Araújo – Foto de Facebook
Para a polícia de Araioses resta pouco para o total esclarecimento da morte da cabeleireira Neiliane Araújo de Oliveira, 32 anos, que morava na Rua Emídio Veras, centro de Araioses.Sua morte ocorreu por volta das três horas da madrugada de ontem (09) e seu corpo foi visto por um de seus filhos e ex-marido da vítima Etelvandro (Etel) Coreia Lima, por volta da 11:30h da manhã.
Comentam que logo em seguida Etel começou a gritar na rua em que mora, em frente da casa dizendo que Neiliane tinha se suicidado. Porém, para a polícia esse fato não ocorreu em função dos sinais de violência encontrados principalmente na garganta da vítima. O que se deduz que ela foi assassinada.
Etel, que comunicou o fato a polícia, disse que os arranhões que ele tem nos braços e outras partes do corpo teriam sido causados em uma briga que os dois tiveram, na noite de anteontem. Ele disse ao delegado de polícia de Araioses Dr. Bruno Madson Marques Moura, que depois da briga, cada um foi dormir em seu quarto.
Depoimentos colhidos até agora pela polícia só reforçam a tese de homicídio e as gravações, recados e imagens do celular de Neiliane, que já está com a polícia devem tirar o que resta de dúvida de que o assassino não seja Etel.
Em Araioses o povo em sua maioria não tem dúvida, pois para esses, Etel matou a ex-mulher por estrangulamento.

Fonte: Blog do Daby Santos

Nenhum comentário: