Páginas

15 de março de 2015

Morre professor Hermógenes, precursor do ioga no país



O professor Hermógenes
Morreu nesta sexta-feira no Rio de Janeiro, aos 94 anos, José Hermógenes de Andrade Filho, conhecido como professor Hermógenes, um dos precursores da prática de ioga no Brasil. Hermógenes sofria de Parkinson e teve falência de múltiplos órgãos. A cremação do corpo está prevista para a manhã deste domingo.

Autor de mais de trinta livros, Hermógenes nasceu em Natal, no Rio Grande do Norte. Em 2012 foi lançada a biografia Hermógenes: Vida, Yoga, Fé e Amor, escrita por um discípulo. Atualmente está em produção, pela Bodhgaya Filmes, o documentário Hermógenes, Professor e Poeta do Yoga.

Hermógenes estudou na Escola Militar do Rio e integrou a Força Expedicionária Brasileira (FEB). No fim da década de 1940, já com duas filhas, vendeu seguros para aumentar a renda familiar. Escreveu em 1950 seu primeiro livro, A Pergunta que Ensina, um método didático para ensinar História. Aos 35 anos, foi diagnosticado com tuberculose avançada e submetido a cirurgia. Foi nessa época que conheceu o ioga e, impressionado com os efeitos benéficos da prática, decidiu ensinar o que sabia sobre o assunto.

Em 1960, publicou Autoperfeição com Hatha Yoga, um de seus livros mais conhecidos. Dois anos depois, abriu a Academia Hermógenes de Yoga, no centro do Rio. Doutor em Yogaterapia pelo World Development Parliament, da Índia, Hermógenes recebeu em 1977, em Milão, a Medalha de Integração Nacional de Ciências da Saúde e o Diploma d'Onore no IX Congresso Internacional de Parapsicologia, Psicotrônica e Psiquiatria.


Com Estadão Conteúdo / Veja.com

Nenhum comentário: