Páginas

7 de março de 2015

Como as mulheres podem proteger suas vidas digitais

telefone
FOTO: AGÊNCIA SENADO
Véspera do Dia Internacional da Mulher, comemorado neste domingo, 8 de março, e aIntel Security apresenta dicas para as mulheres se protegerem das ameaças mais comuns na web. No ano passado a empresa publicou uma pesquisa (Amor, Relacionamentos e Tecnologia) sobre o comportamento dos casais em relacionamentos e apontou que a maioria das mulheres entre 18 e 24 anos de idade (78%) enviam mensagens de texto, e-mails e fotos com conteúdo pessoal ou íntimo para os parceiros, enquanto entre os homens este número cai para 50%.
Essas atitudes de risco expõem as mulheres a golpes, fraudes, excesso de exposição e até mesmo ao chamado cyberstalking - prática criminosa que consiste no uso de ferramentas tecnológicas para perseguir ou assediar uma pessoa devido à exposição de conteúdo privado. Quanto à segurança dos dispositivos móveis, as mulheres também são mais desprevenidas que os homens, já que 87% deles sempre protegem seus smartphones com senhas para desbloqueio enquanto, entre as mulheres, 78% delas dizem usar senhas nos dispositivos. Outra pesquisa (Valentine´s Day) da Intel Security realizada recentemente mostrou também que as mulheres compartilham mais as senhas de dispositivos e mídias sociais do que os homens.
Thiago Hyppolito, engenheiro de produtos da MCAFEE no Brasil, empresa integrante da Intel Security, comenta que, de acordo com as pesquisas realizadas, podemos considerar que as mulheres são um pouco mais descuidadas quanto à segurança digital do que os homens. “Esses pequenos descuidos podem causar grandes problemas como vazamento de informação íntima e roubo de dados pessoais”, ressalta Hyppolito.
Veja algumas dicas da Intel Security para as mulheres protegerem sua vida digital:
- Use senhas para desbloquear seus dispositivos móveis. Caso seu tablet ou smartphone seja perdido ou roubado, as pessoas não serão capazes de acessar suas informações pessoais.
- Crie senhas fortes e use senhas diferentes para cada serviço. As senhas fortes devem ser longas (acima de 10 caracteres) e combinar letras, números e símbolos.
- Nunca compartilhe senhas, mesmo com pessoas de confiança. Se precisar compartilhar algo, crie uma senha exclusiva para essa ocasião e altere depois.
- Apague qualquer informação comprometedora. Excluir o conteúdo do seu dispositivo e da nuvem o mais rapidamente possível pode salvá-la de danos à sua reputação anos mais tarde, tanto online como offline.
- Seja consciente. A Internet é para sempre, por isso tenha consciência do que você está compartilhando. O excesso de exposição pode fazer com que informações privadas se tornem disponíveis ao público e saiam do controle.
- Utilize soluções de segurança em todos os dispositivos. Tablets e smartphones também precisam de antivírus e soluções de segurança, assim como o PC. Os dispositivos móveis contêm muitas informações pessoais que podem estar vulneráveis a ataques e roubos e precisam de proteção adequada.
A Intel Security oferece uma solução gratuita para a proteção de smartphones e tablets. O MCAFEE Mobile Security protege o dispositivo contra vírus e outras ameaças online, avalia riscos em aplicativos e redes wi-fi, permite bloquear remotamente o aparelho em caso de perda ou roubo, rastreia a localização do dispositivo via GPS, permite soar um alarme a partir do envio de um SMS para o dispositivo perdido e ainda tira foto de quem tentar desbloquear o aparelho.

Fonte: Diário do Nordeste

Nenhum comentário: