Páginas

4 de fevereiro de 2015

Novo ministro do TCU levará bloqueio de bens de Graça Foster ao plenário da Corte de Contas

EBCA possibilidade de bloqueio de bens da ex-presidente da Petrobras, Graça Foster, deve ser levada ao plenário da Corte de Contas pelo novo ministro do Tribunal de Contas da União (TCU), Vital do Rêgo. Ele tomou posse nesta quarta-feira, 4 de fevereiro, e disse que na próxima semana tratará desta questão.
Vital passa a ser responsável pela relatoria dos casos ligados à Petrobras que tramitavam no TCU até 31 de dezembro do ano passado. Graça Foster e cinco diretores da estatal anunciaram demissão conjunta nesta quarta-feira. Mas isso não afeta o andamento do processo, assegura o ministro.
O atual presidente do TCU, Aroldo Cedraz, propôs uma nova forma de calcular o prejuízo apontado no processo que apura a responsabilização da diretoria da estatal pela aquisição da refinaria de Pasadena (EUA). Cedraz pediu vista do processo depois de a maioria da Corte se manifestar sobre a indisponibilidade patrimonial dos executivos da Petrobras. Foram cinco votos contra o bloqueio de bens de Graça Foster e dois a favor.
Cedraz propõe a revisão das perdas apontadas e da lista de executivos que foram responsabilizados. Nos bastidores, especula-se que o despacho dele será usado como "fato novo" trazido ao processo, o que justificaria eventuais mudanças de posição.


Agência CNM, com informações da Agência Estado

Nenhum comentário: