Páginas

19 de fevereiro de 2015

Médico alerta para cuidados com as variações de temperaturas

As mudanças de temperatura características desta época do ano representam um risco à saúde das pessoas, principalmente, para crianças e idosos. As internações por infecção respiratória são comuns neste período, e é preciso ficar atento para não ser mais uma vítima.
“Crianças e idosos são mais propensos a doenças respiratórias. Elas têm mais chances de adquirir esses tipos de problemas por conta do organismo que é mais frágil, é mais sensível”, alerta o médico Alexandre Martins.
Segundo o especialista, o vapor com a poeira no início da chuva após altas temperaturas, quando inalados, vai para o sistema respiratório e acarreta alterações no sistema de defesa do organismo, o que pode deixá-lo mais fragilizando e em condições propícias para o desenvolvimento de bactérias.
“Uma das prevenções é evitar esse choque térmico. As crianças adoram tomar banho de chuva na rua e isso deve ser evitado por duas razões: uma por conta dessa mudança e da possibilidade de inalar essa poeira; a outra é porque o tempo em que elas passam úmidas na chuva diminui a temperatura do corpo e o frio dificulta a defesa do organismo”, afirma Alexandre.

Ainda de acordo com o médico, tanto crianças como idosos devem evitar andar úmidos, no frio e as variações bruscas de temperaturas. Com relação às crianças, Alexandre diz que as mães devem ficar atentas a perda de apetite, febre, tosse, dificuldade de respirar e diminuição da disposição dos filhos, pois são sinais infecções respiratórias que podem evoluir para uma pneumonia.



Fonte: Imirante.com

Nenhum comentário: