Páginas

23 de fevereiro de 2015

Adolescente de 17 anos confessa que matou bebê após parto, diz delegada

A delegada do Menor Infrator, Thais Vaz, informou que a adolescente de 17 anos que deu a luz no último sábado(21) e escondeu a criança dentro de uma sacola no armário de casa, confessou ter matado o bebê após o nascimento. O fato aconteceu no Pedra Mole, zona Leste de Teresina.
O laudo preliminar do Instituto Médico Legal (IML) constatou que a criança nasceu com vida e foi morta depois do parto. 
“Ela disse que embrulhou a criança após o parto em uma toalha e depois de dez minutos viu que ela não estava mais respirando e juntou as roupas sujas. O laudo preliminar do IML disse que a criança morreu por asfixia – sufocação direta”, afirmou a delegada, depois de duas horas de depoimento da adolescente. 
Para a polícia, a adolescente afirmou que não queria a gravidez, porque o pai não iria assumir, que sua vida ia mudar e que escondeu dos tios. “Ela disse que pensou em colocar a criança na porta de uma casa, mas como sangrou muito, o Samu foi acionado e então resolveu cometer o crime”, declarou Thaís Vaz.
A delegada disse que a principio não irá pedir sua prisão preventiva e que irá solicitar um laudo psicológico dela. “A princípio ela está hospitalizada. Estou pedindo esse laudo para saber como ela está no estado puerperal. Ela está abalada emocionalmente, mas parece ser uma pessoa segura”, argumentou. 
A polícia vai investigar se há participação de outras pessoas no infanticídio. “Ela declara que fez o parto sozinha, cortou o cordão umbilical com as mãos e embrulhou a criança. Foi feito perícia no local e não foi encontrado nenhum indício”, finalizou a delegada.
Entenda o caso
Na tarde de sábado, uma jovem de 17 anos foi internada no Hospital Maternidade do Satélite alegando ter perdido o bebê, que mais tarde foi encontrado morto em uma sacola dentro de um armário na casa da adolescente. Os profissionais de saúde fizeram a curetagem para retirada dos resquícios de placenta da paciente, que passa bem, mas segue internada. 

Fonte: Cidade Verde.com

Nenhum comentário: