Páginas

5 de janeiro de 2015

Lula desmente novo câncer e nega tratamento sigiloso



lulaA assessoria de imprensa do Instituto Lulanegou, na página oficial do ex-presidente no Facebook, que Luís Inácio Lula da Silva tenha feito um tratamento sigiloso contra um novo câncer, no pâncreas. A publicação lamenta os boatos e afirma que o petista não tem nenhuma doença. “Os resultados dos exames realizados pelos médicos de Lula no último dia 15 de novembro não indicam nenhum tumor ou qualquer outra doença. Lamentamos a divulgação de boatos infundados sobre a saúde do ex-presidente”.

A informação de que Lula estaria tratando sigilosamente de um novo câncer foi publicada pelo jornalista Leandro Mazzini na Coluna Esplanada. Mazzini afirma que apurou com fontes próximas ao ex-presidente e médicos do Hospital Sírio Libanês que confirmaram que o petista teria um câncer no pâncreas.

Segundo a coluna, Lula fez visitas esporádicas ao Hospital Sírio Libanês em São Paulo. Ao ir à unidade, o ex-presidente chegava sempre durante a madrugada e entrava pela garagem privativa do corpo clínico para evitar boataria. O petista também teria tomado um forte medicamento para evitar sessões de quimioterapia.

Leandro Mazzini explica ainda que o ex-presidente não fez tratamento intensivo no hospital, porque estaria tomando diariamente um medicamento importado dos Estados Unidos, que custa cerca de R$ 30 mil por mês (ainda não comercializado no Brasil).

O Hospital Sírio Libanês publicou, no último domingo (4), uma nota de esclarecimento em que afirma que Lula tem realizados avaliações clínicas rotineiras e que a última ocorreu no dia 15 de novembro. Conforme o boletim médico, todos os exames feitos pelo ex-presidente apresentaramresultados normais.
 
 
Fonte: Diário do Nordeste

Nenhum comentário: