Páginas

10 de novembro de 2014

Vacinas são trocadas e garoto de 1 ano é imunizado contra HPV, em GO

A dona de casa Célia Rosa Souza denuncia que o filho Leonardo, de 1 ano e 6 meses, foi vacinado com o medicamento errado em um posto de saúde no Setor Céu Azul, emRio Verde, cidade do sudoeste de Goiás. Ela afirma que levou o bebê para vacinar contra meningite e hepatite A, mas a criança foi imunizada contra o HPV, vacina indicada para meninas de 11 a 13 anos.
Célia relata que, após a vacinação, o filho teve dores nas pernas e dificuldades para andar. Já em casa, ela recebeu a ligação de representantes do posto de saúde informando sobre o engano. "Eu entrei em pânico. Essa vacina é para criança a partir de 11 anos e, como ele só tem 1 ano e 6 meses, fiquei nervosa e com medo. Fui imediatamente para o posto saber. No outro dia, eu levantei cedo e o levei no médico", conta a mãe.
No cartão de vacinas, o nome da dose aplicada foi rasurado e o garoto foi encaminhado a um dos médicos da rede municipal de saúde. Ele passou por exames e agora a família aguarda os resultados para saber se a troca teve alguma implicação mais grave.
A Secretaria Municipal de Saúde afirma que a criança não teve reação e, por isso, não corre riscos. Entretanto, o órgão se comprometeu a acompanhar Leonardo por um ano para garantir que a saúde dele não fique comprometida.
Doses são trocadas e garoto de 1 ano é vacinado contra HPV, em Rio Verde, Goiás (Foto: Reprodução/TV Anhanguera)
Segundo a mãe, garoto teve dores nas pernas após receber vacina (Foto: Reprodução/TV Anhanguera)

Fonte: G1

Nenhum comentário: