Páginas

1 de novembro de 2014

Pacotão do Governo reduz gratificação e corta gastos de telefone e combustível

Um decreto assinado nesta sexta-feira (31) pelo governador Antônio José de Moraes Souza Filho (PMDB), e já publicado no Diário Oficial, determinou uma série de cortes drásticos nas despesas do Governo do Estado.
Entre as determinações do pacote de medidas estão reduzir em 25% os gastos com contratos de locação de mão de obra, e em 60% as despesas com compra de combustíveis, serviços de manutenção de veículos e telefonia.
O corte atingirá também o valor da Condição Especial de Trabalho (CET) dos servidores ocupantes de cargo em comissão. A redução será de 20% no valor da gratificação. 
A concessão de novas diárias está proibida. Além disso, os gestores dos órgãos do Estado devem anular todos os empenhos ainda não liquidados. 
Estão suspensas as compras de passagens aéreas nacionais e internacionais por parte do poder público estadual. 
As medidas de contenção só serão ignoradas caso o gestor justifique a despesa e receba autorização do governador.
O prazo para que os gestores coloquem em prática as medidas do decreto número 15.789 termina no dia 3 de novembro. A Controladoria-Geral do Estado ficará responsável por acompanhar a implementação das ações. 
Caso o secretário de cada pasta não efetuar a redução das despesas no prazo, o decreto prevê que o próprio governador o fará. 
O decreto valerá "até que sejam reconduzidos os limites de gastos de custeio e de pessoal". 




Fonte: Cidade Verde.com

Nenhum comentário: