Páginas

26 de novembro de 2014

MOTIVO DA TRIPLA TRAGÉDIA DE PARNAÍBA GANHA PRIMEIRAS HIPÓTESES

Lendo com calma as últimas notícias sobre a tragédia que se abateu sobre Parnaíba no final da tarde desta segunda-feira (24), quando o Empresário Edílson Morais Brito matou a tiros o Gerente da Clip Turismo, Mateus Portela, que atuava, assim como Edílson, no trade turístico do Piauí, especialmente com passeios pelo Delta, e Rota das Emoções como um todo, vejo cada vez mais forte a versão inicial apresentada pela Polícia Civil, de um crime motivado por supostos problemas financeiros enfrentados pela empresa de Morais, que de certa forma via sua concorrente, a Clip Turismo, em pleno crescimento.
Segundo li no Site Cidade Verde, a Polícia Civil teria dito que o alvo não seria Mateus, mas sim seu pai, Genilson Veras, dono da empresa, que só escapou porque se atrasou para o encontro que foi marcado pelo próprio Edílson. Ainda segundo a Polícia Civil, a intenção de Edílson era propor um acordo comercial.
Além de matar Mateus, praticante de Kitesurf, que havia velejado algumas vezes em Camocim, Edílson assassinou também sua esposa, Socorro Brito, que supostamente teria tentado evitar que o marido atirasse em Mateus. Depois disso tudo, Edílson se matou no banheiro de um estabelecimento que ficava próximo da cena do crime. Conhecidos de Parnaíba me disseram que o acontecido comoveu de tal forma a cidade, que ficou difícil manter a rotina, tanto que o Prefeito Florentino Veras decretou luto oficial de 3 dias.  Além disso, uma competição de Kitesurf que iria ocorrer no próximo final de semana, foi cancelada pelo mesmo motivo. Sem dúvida, o motivo para tanto sangue, tanta dor e sofrimento para todos os familiares e amigos envolvidos, seja ele qual for, jamais vai ser capaz de convencer alguém de que tamanha violência teve o mínimo de sentido. O trade turístico de Camocim ficou muito abalado com o ocorrido, afinal, todos mantinham parceria, se conheciam, portanto, o sentimento ultrapassou fronteiras. 
 
 
Postado por Tadeu Nogueira / Camocim Online

Nenhum comentário: