Páginas

27 de novembro de 2014

Conheça a himenoplastia, cirurgia para a mulher 'voltar a ser virgem'

virgemSentir-se bem com o próprio corpo, recuperar-se de um trauma, presentear o parceiro com uma experiência “incomum”. A lista de motivações é extensa e parte de cada uma, mas o fato é que a virgindade – ou o momento da perda dela – ainda ocupa um lugar simbólico no imaginário de muitos homens e mulheres. Prova disso é a procura crescente pela himenoplastia, cirurgia estética realizada para reparar ou refazer o hímen – película dérmica presente na entrada da vagina. E não só entre as famosas.
Segundo o cirurgião plástico Davi Pontes, especialista pela Sociedade Brasileira de Cirurgia Plástica, os números ainda não são tão expressivos quanto os de outros procedimentos cirúrgicos mais popularizados, como lipoaspiração, próteses mamárias ou implantes de cabelo, mas hoje, em seu consultório, ele recebe em média uma paciente por semana que busca esse tipo de cirurgia.
“A paciente que chega geralmente tem o interesse de aumentar o prazer sexual masculino. Estreitar o canal de entrada da vagina causa mais prazer ao homem durante a relação sexual. Se tiver muito estreito, vai causar desconforto, mas será como se ela estivesse perdendo a virgindade”, diz. 
Ele explica que há três tipos de cirurgias íntimas que podem ser feitas com finalidades semelhantes: em uma delas, o cirurgião preenche os grandes lábios para deixar o canal vaginal mais estreito. Outro tipo é a plástica dos lábios, além, é claro, da himenoplastia, que é o fechamento do orifício. Associado a esses procedimentos, acrescenta o médico, algumas mulheres também optam pelo clareamento da vagina.
Indicações
A principal indicação médica, entretanto, é para mulheres que passaram por um parto normal. Isso porque terão perdido muito da continência vaginal durante a dilatação para a passagem do bebê, que pode romper algumas regiões da vagina. 
“Quando compromete muito, a cirurgia é indicada”, salienta Dr. Davi Pontes. Outra situação citada pelo cirurgião plástico diz respeito a pacientes que foram violentadas sexualmente.
Como é feito
A himenoplastia é um procedimento rápido, com duração média de 30 minutos a uma hora. Antes de se submeter à cirurgia, a paciente passa por uma abertura vaginal realizada com um aparelho específico, para que o médico verifique o rompimento e possíveis irregularidades na mucosa. 
Já a recuperação dura de três a quatro semanas, tempo necessário para o processo de cicatrização. Nesse período, a mulher não deve manter relações sexuais, uma vez que a vagina ainda não estará adequadamente lubrificada e pode haver risco de rompimento dos pontos. Para voltarem a ser “virgens”, elas desembolsam entre R$ 1.800 e R$ 2.500.
Pensar bem
Graças às famosas, a himenoplastia está nos jornais, na TV, na Internet. Recentemente, quem declarou ter feito o procedimento foi a Miss Bumbum 2014, Indianara Carvalho. Antes dela, a ex-modelo Ângela Bismarchi já tinha atraído os holofotes da mídia quando voltou a ser virgem para homenagear o marido.
Mas, apesar da divulgação, esse tipo de cirurgia plástica não é bem visto por alguns ginecologistas. “Não é uma cirurgia funcional. Você não vai tratar nada, não vai tirar um nódulo, nem vai estar aumentando a lubrificação. É mais uma questão pessoal, do psicológico da mulher”, pontua Dr. Davi Pontes.
Por isso, ele acredita que, antes de decidir fazer ou não, é importante que a paciente avalie se há prejuízos psicológicos e se a situação, de fato, afeta negativamente o dia-a-dia dela. “Além disso, deve-se procurar cirurgiões plásticos especialistas e que tenham experiência com esse procedimento, pois não são todos que o fazem”, recomenda o cirurgião plástico.

Fonte: Diário do Nordeste

Nenhum comentário: